[ESPECIAL] ESC2019: Quais os locais que poderão albergar o Festival Eurovisão 2019?


Quatro cidades estão na corrida para receber o Festival Eurovisão 2019, mas apenas três possuem arenas que poderão receber a competição. Conheça alguns dos locais que poderão estar na disputa para suceder à Altice Arena na lista de sedes do certame internacional.



Telavive, Haifa, Jerusalém e Eilat são as quatro cidades israelitas na corrida para receberem o Festival Eurovisão 2019, certame que, até ao momento, está marcado pelas incertezas. Contudo, há uma certeza: o International Convention Center, sede da competição de 1979 e 1999, com capacidade para 3000 pessoas, não receberá a edição do próximo ano do concurso musical. 

Uma arena fechada com capacidade para cerca de 10 mil espectadores, um centro de imprensa para 1500 jornalistas, milhares de quartos de hotéis e uma rede eficiente de transportes públicos são algumas das exigências da EBU/UER para aceitar a realização do Festival Eurovisão numa determinada cidade. 

Com quatro cidades na corrida, o ESCPORTUGAL pôs mãos à obra e reuniu alguns dos locais que poderão receber a competição do próximo ano. Cinco locais em três cidades distintas (Eilat não tem nenhuma infraestrutura com capacidade mínima para o concurso), sendo que a maioria... não cumpre as exigências do organismo máximo do evento.

Descubra connosco alguns dos locais que poderão receber o Festival Eurovisão 2019:

Menora Mivtachim Arena (Capacidade: entre 5 941 e 11 060 pessoas) - Telavive

Inaugurado em 1963, a Menora Mivtachim Arena é a maior arena desportiva coberta de Telavive, recebendo habitualmente jogos de basquetebol, ténis e concertos. Propriedade do Município de Telavive e gerida pela Sports Palace Ltd, empresa municipal, a Arena é a casa da equipa de basquetebol Maccabi Tel Aviv, tendo sido alvo de renovações e expansões em 1972, 2005 e 2008Habitualmente, o local pode albergar 11 060 pessoas em jogos de basquetebol e 10 383 pessoas em partidas de ténis; por outro lado, nos concertos realizados no recinto, o local apenas teve capacidade para 5 941 pessoas sentadas.




Pais Arena Jerusalem (Capacidade: 15 654 pessoas) - Jerusalém

Inaugurado em 2014, o Pais Arena Jerusalem é o maior recinto fechado da cidade israelita, sendo o grande favorito a receber o Festival Eurovisão 2019 se Jerusalém for a cidade anfitriã do evento. Sede do clube de basquetebol Hapoel Jerusalem BC, o recinto, construído com fundos estatais e por concessão da Lotaria Nacional Mifal HaPais, tem capacidade para 11 600 espectadores em jogos de basquetebol, subindo o número para 15 654 pessoas para concertos. O recinto faz parte das instalações desportivas do Jerusalem Sport Quarter, que inclui uma piscina olímpica, recintos de ténis e pista de gelo, bem como um hotel com 240 quartos e um parque de estacionamento subterrâneo com capacidade para 1700 veículos.



Sammy Ofer Stadium (Capacidade: 30 870 pessoas) - Haifa

Estádio de categoria 4 da UEFA, a mais elevada, o Estádio Sammy Ofer, em homenagem ao magnata naval e filantropo israelita, tem capacidade para mais de 30 mil pessoas, tendo sido construído entre 2009 e 2014. Sede do Maccabi Haifa e Hapoel Haifa FC, o recinto recebeu também alguns jogos da seleção de futebol de Israel. Contudo, para receber o Festival Eurovisão 2019, o estádio necessita da construção e/ou instalação de uma cobertura.



Teddy Stadium (Capacidade: 31 733 pessoas) - Jerusalém

Sede da Final do Campeonato da Europa de Futebol Sub-21 de 2013 e com capacidade para mais de 30 mil espectadores, o Teddy Stadium, em Jerusalém, tem sido apontado como um dos favoritos a albergar o Festival Eurovisão 2019. Contudo, para que tal aconteça, o estádio de futebol, aberto ao ar livre, precisa de um teto para que fique apto para albergar a competição, tendo sido já apresentada uma proposta para a sua construção (AQUI).




The New Pavilion 2 - Centro de Convenções - Telavive

Com 50 mil metros quadrados e com uma altura de 20 metros sem pilares, o The New Pavilion 2, no Centro de Convenções de Telavive, é outro dos possíveis locais na corrida para receber o Festival Eurovisão 2019. O local está preparado para suportar cargas pesadas suspensas, bem como albergar bancadas no seu interior. Além disso, o pavilhão oferece outras 2 salas de convenções que poderão ser utilizados como apoio ao certame, tal como os restantes pavilhões do Centro de Convenções.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagem: Google / Vídeo: Youtube

6 comentários:

  1. Anónimo22:58

    Queria só esclarecer que Estádio Teddy e o Pais Arena Jerusalem ficam em Jerusalém Ocidental, i.e., a parte de Jerusalém que a comunidade Internacional entende como sendo parte de Israel.
    Desde que todos os locais da Eurovisão seja dentro das linhas de Jerusalém Ocidental não haverá qualquer problema diplomático entre Israel e os outros países.
    Disto isto, Telavive seria a melhor escolha, é lá que organizam o Israel Caling todos os anos e uma cidade muito mais gay-friendly que Jerusalém

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:50

      E sejamos francos, ser gay friendly é o critério principal as always.

      Eliminar
  2. Anónimo15:02

    Qual é a capacidade do último recinto apresentado?

    ResponderEliminar
  3. Anónimo10:24

    Desculpem mas, é dito que a maioria não cumpre mas em que aspectos? Não acredito que cidades como Jerusalém ou Tel Aviv, por exemplo, não tenham as condições para realizar o ESC. Será a falta de cobertura dos estádios? Em 2011 o estádio em Copenhaga também não era coberto e para o ESC colocaram uma cobertura...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ricardo Alves13:40

      Copenhaga nao era uma arena mas sim um estaleiro adaptado com tendas so para o esc

      Eliminar
    2. Anónimo16:58

      Estava a falar de Copenhaga 2001, não sei se tu também

      Eliminar