ESC2019: Apresentado plano de cobertura do Teddy Stadium em Jerusalém


Uma empresa israelita apresentou um plano de construção de uma cobertura no Teddy Stadium para o local possa receber o Festival Eurovisão 2019. As obras durariam cinco meses e teriam um custo superior a 7 milhões de euros.


Sede da Final do Campeonato da Europa de Futebol Sub-21 de 2013 e com capacidade para mais de 30 mil espectadores, o Teddy Stadium, em Jerusalém, tem sido apontado como um dos favoritos a albergar o Festival Eurovisão 2019. Contudo, para que tal aconteça, o estádio de futebol, aberto ao ar livre, precisa de um teto para que fique apto para albergar a competição.


A empresa israelita DS Construction apresentou, esta tarde, um plano de construção de uma cobertura no local: as obras demorariam entre 4 a 5 meses, sendo que a construção da cobertura teria um custo de 7 milhões e 500 mil euros. Contudo, o projeto foi feito por iniciativa própria da empresa, tendo sido entregue ao Município de Jerusalém e à emissora nacional que não fizeram qualquer declaração pública.

Contudo, há que realçar que, em comunicado, o Município de Jerusalém enalteceu a "importância de realizar o Festival Eurovisão 2019 na cidade de Jerusalém" e garantido estar "a trabalhar em várias questões: a localização, o turismo e as relações públicas", confirmando o Teddy Stadium e a Pais Arena com dois dos possíveis locais para albergar a competição.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: JerusalemPost / Imagem: Google / Vídeo: Youtube

13 comentários:

  1. Anónimo09:44

    Uma pena que seja Israel a organizar o proxímo...vão gastar um balurdio para impressionar o mundo e com isso reduzir a organização portuguesa de 2018 a pouco mais que nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:20

      reduzir a organizaçao a quase nada??? ahaha percebes zero disto... fazer estes eventos em estadios, não ficam bem, e perdem com isso... porque é um evento para televisão, simples... e fica mil vezes melhor sendo num pavilhao... portanto, ate podiam fazer num descampad para 1 milhao de pessoas, que nao reduziria em nada a grandiosa eurovisao em Portugal, votada como a melhor organizaçao de sempre.

      Eliminar
  2. Ricardo Alves09:58

    Não me parece viável. A EBU tem pretendido arenas mais pequenas, porque se trata de um programa de TV e nao de um concerto.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo10:45

    Colocar a carroça à frente dos bois? O desespero é assim tanto? Tudo isto por causa de Jerusalém? Nunca pensei que uma nação estivesse tão ansiosa para ser o centro das atenções como Israel. Nem a egocêntrica Rússia chega a este patamar ... Estará também escrito na Bíblia que a Eurovisão tem de ser em Jerusalém? Porque se acontecerem problema ... vai ser fácil o governo israelita culpar o povo palestino. Parece que tudo faz sentido.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo11:05

    Cada edição tem as suas caracteristicas e o cunho de cada país. A ideia da Eurovisão não é reduzir a edição anterior mas sim fazê lo de formas diversificadas em diferentes países com o intuito de juntar os povos (objectivo inicial aquando da criação do ESC)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo12:47

      Não me venhas com esse discurso de Miss Universo sobre a paz entre os povos.
      A União Europeia também foi criada para evitar uma nova guerra na europa, mas isso não têm evitado as pessoas andarem a falar mal e criticar os outros países que fazem parte da união europeia

      Eliminar
    2. Muito bem dito. E cada país faz o seu melhor, considerando as possibilidades financeiras que tem. Somos pobrezinhos, mas fizemos, na minha opinião, um espetáculo memorável, dentro dessas possibilidades que tínhamos. Que não somos a Alemanha, a Noruega, a Suécia ou Israel, já toda a gente sabe. Que têm bem mais possibilidades e obrigações do que nós de "ir mais além", também é verdade. Que fizemos o que podíamos, é indiscutível. Escurecer o trabalho da RTP, quando somos um país em eternas crises económicas e sociais e com uma dívida abismal, parece-me injusto e despropositado. Foi feito o que podia ser feito e diz o bom povo, "quem faz o que pode, a mais não é obrigado."

      Eliminar
    3. ninguém disse que não foi feito o que podia ter sido feito. Mas isso não invalida a forma como Israel vai querer usar a organização da eurovisão. Vão gastar o que têm e o que não têm para impressionar...E obviamente Lisboa 2018 que foi a edição anterior é a que vai ser mais comparada e com isso muito provavlmente diminuida...

      Eliminar
    4. Anónimo14:45

      Anónimo das 12:47, claramente é uma dessas pessoas. O senhor por acaso sabe o que era a Europa antes da criação da UE, ou até do ESC??? Eu tenho familiares que passaram por essa experiência e só sei que a Europa vive momentos de paz como nunca viveu. Os países em guerra entre si, milhões de mortos, etc. Deixe-se de discursos engraçadinhos e vá estudar história.

      Eliminar
  5. Anónimo00:52

    Sinceramente a RTP fez muito abaixo do que podia, enfiou a eurovisão dentro de uma data de contentores e tendas dando um aspecto de barracada enorme. QUANDO TINHA MESMO ALI AO LADO UMA FIL NOVA E CHEIA DE ESPAÇO?? A FIL é do melhor que ha na europa e ainda assim meteu-se tudo dentro de barracas...é o nosso lado para a miséria e nos apresentarmos de forma pior do que somos. Depois o espectáculo foi de uma pobreza de ideias impressionante...não mostramos o pais como podiamos ter mostrado..filmes de vista aerea sobre o pais?? Espectáculo de interval act do mais pobre e enfadonho. Entrada das bandeiras do mais pobre...A Ucrânia que é um pais dos mais pobres da europa, fez um espectáculo mil vezes melhor. E pior, aposto que podíamos ter gasto metade do que gastamos. Uma amiga minha da Noruega diz que nunca viu uma eurovisão tão fraca em termos de apresentação e show. Que esperava muito mais de nos...pois eu nao esperava, pois sei q RTP é uma estação de gente velha, bafienta e sem ideias.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo00:53

    E ja agora, o sitio onde Israel quer realizar o evento é feio que se farta.. a serio que isto fica no meio de uma auto-estrada??

    ResponderEliminar
  7. Anónimo16:24

    Ose stadios são todos assim. Ao lado do Dragao também passa a autoestrada. Temos de ver que nem todos os países têm o mesmo que Portugal que recebeu a expo e por isso tinha ali um sitio ideal...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ricardo Alves18:58

      A Expo sitio ideal?? Seria ideal se nao fossem obrigados a por tendas para as conferencias de imprensa, para o acesso dos artistas e press... enfim

      Eliminar