Israel: Gal Gadot convidada para apresentar o Festival Eurovisão 2019


A atriz Gal Godot, considerada a 'maior estrela israelita no Mundo', terá sido convidada para apresentar o Festival Eurovisão 2019, avança a imprensa local.

Depois de Daniela Ruah ter sido uma das apresentadoras do Festival Eurovisão 2018, a edição do próximo ano também poderá ter uma atriz na condução do evento. Gal Gadot, atriz e modelo israelita, terá sido convidada pela emissora KAN para apresentar o concurso do próximo ano, avançou o tablóide local Ynet.


A atriz, mundialmente conhecida pelas personagens de Gisele nos filmes 'Velocidade Furiosa' e de Diana Prince em 'Wonder Woman', não reagiu às notícias, mas fontes próximas da atriz garante que provavelmente o convite será declinado devido a problemas de agenda. De realçar que Gal Gadot apelou, em diversas ocasiões, ao voto em Netta Barzilai nos dias anteriores ao Festival Eurovisão 2018.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Ynet /Imagem: GOOGLE / Vídeo: Youtube

12 comentários:

  1. Anónimo16:07

    Imitadores!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:12

      maior??? há prai 5 actrizes e modelos mais conhecidas que esta que falam fluentemente ingles... como é que esta é maior que a Natalie Portman por exemplo.. não digam asneiras.

      Eliminar
  2. Anónimo19:01

    Espero que consigam ter a Gal Gadot a apresentar para mostrar à RTP como se faz uma boa eurovisão.
    Não queremos uma eurovisão de pobrezinhos, onde não gastam dinheiro em ecrãs LED para contratar 4 apresentadoras que não têm piada, nem sabem falar inglês

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:27

      Deviam era pagar para estares calado!

      Eliminar
    2. Anónimo21:43

      “Gastam dinheiro em LEDs” os LEDs são muito mais baratos que as 2000 luzes que foram utilizadas

      Eliminar
    3. Anónimo02:10

      UER nombrou a Eurovisão da RTP como a melhor organizada de sempre, lembra nisso sempre 😉

      Eliminar
    4. Anónimo21:04

      A RTP lixou-nos à grande, sem LEDS perdemos muito com a actuaçao da claudia

      Eliminar
  3. Anónimo19:23

    Só metade das apresentadoras é que não sabiam falar inglês

    ResponderEliminar
  4. Anónimo21:54

    Espero que convidem homens também, por exemplo Eliad Cohen que já deu muito ao país, pois promove a Papa Party e Israel pelo mundo inteiro:

    https://www.instagram.com/eliad_cohen/?hl=pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:11

      Lol, deixa o eliad cohen sossegado no seu canto

      Eliminar
    2. Anónimo22:44

      Concordo 21.54. Adoro ele

      Eliminar
  5. Anónimo22:26

    Estou-me completamente nas tintas se não sabem falar inglês. O francês delas também era altamente sofrível. Mas eu teria apreciado que elas soubessem falar português: não dei por essa língua. Não é estranho que as massas se regozijam com a banalização, porque são massas. Esta gente quer mostrar que fala inglês, ora isso não é qualidade nenhuma nem prova de superioridade humana. Tss tss... Há intérpretes-tradutores e há muito tempo que os textos das canções deveriam estar traduzidos em legendas no écrã, em todas as línguas dos países participantes para cada tv transmissora. A tecnologia também dá para isso!

    ResponderEliminar