Israel: Eurovisão 2019 em Jerusalém em risco?


Uma mensagem publicada na página oficial do Festival Eurovisão da Canção fez soar as sirenes de alerta: a Eurovisão recomenda aos fãs que não reservem, para já,  os voos para Jerusalém. 

"Já está à espera da Eurovisão do próximo ano? Nós também! Mas não vá já reservar os seus voos, para atualizações oficiais sobre onde e quando o Festival vai acontecer, fique de olho nos nossos anúncios nos canais oficiais". Foi esta a mensagem publicada esta tarde na página oficial do Festival Eurovisão da Canção, alertando todos, sobretudo os fãs que habitualmente assistem ao vivo ao evento, para não se precipitarem ao reservarem os seus voos para a edição de 2019.

Recorde-se que em plena noite de vitória em Lisboa no passado dia 12, tanto a intérprete da canção vencedora, Netta Barzillai, como o primeiro-Ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmaram que a edição de 2019 será em Jerusalém. Por outro lado, o presidente da Câmara Municipal de Telavive, a maior cidade israelita, afirmou logo depois não estar interessado em acolher o evento na sua cidade. Contudo, o supervisor executivo da Eurovisão, Ola Sand, alertou que nenhuma decisão está tomada quanto a datas e locais de acolhimento do evento.

Segundo o jornal israelita Haaretz, a EBU tem receio da politização de que o concurso possa vir a ser alvo, devido ao conflito israelo-palestiniano que, nas últimas semanas, tem tomado proporções nunca antes vistas, aparentemente agravadas com a transferência da embaixada dos Estados Unidos da América em Israel para Jerusalém. Aguardemos as cenas dos próximos capítulos...



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: EUROVISION, HAARETZ /Imagem: GOOGLE

12 comentários:

  1. Anónimo22:35

    Q seja em Haifa então, já que Tel Aviv não "quer"...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo22:41

    Oh já tenho hotel reservado em Jerusalém desde antes da final do ESC xD

    ResponderEliminar
  3. Anónimo23:18

    Que seja em Tel Aviv

    ResponderEliminar
  4. Anónimo23:39

    O concurso já está a ser politizado por Israel e começou quando a Netta disse que a Eurovisão 2019 seria em Jerusalém.
    Se lerem os comentários desse post podem ler imensos comentários que defendem Jerusalém como sendo a capital fe Israel (algo que a ONU não reconhece), se foi difícil aguentar os pseudo-intelectuais depois do discuso do Salvador, preparem-se para os ultra-nacionalistas israelitas

    ResponderEliminar
  5. Anónimo00:53

    Qual o stress? Até parece que é a primeira vez que a eurovisão é em Jerusalem! Enfim... Como em todos os paises, as cidades concorrem e depois há uma selecionada. Jerusalem já foi host e porque não outra vez?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não é tanto o local mas sim o momento. Qual o stress? e que tal ler jornais e inteirar-se da actualidade?

      Eliminar
    2. Marduk13:48

      Recomendo o anónimo a pesquisar na net a história do conflito israelo-palestino.
      Em 1999 Israel e a Palestina estavam em negociações para alcançar a paz, após uma cimeira em 1993 em Oslo onde foram estabelecidos os "acordos de oslo".
      As negociações falharam e quase 20 anos depois a relação entre os dois países só têm piorado, com o Trump deitar gasolina na fogueira com a história da embaixada em Jerusalém

      Eliminar
  6. Anónimo03:40

    Não há pachorra! Já se sabia q isto ia acontecer. Na noite da final li no tlm dum amigo uma sms, q ele me mostrou, de alguém próximo da EBU q quase certo era a Eurovisão acontecer em Portugal novamente pela boa organização e afins, pq Israel se ganhasse não dava garantias de nada, sendo q era a EBU a organizar e a RTP apenas uma fonte de recurso de profissionais. Eu duvido q assim seja mas temos novela pró verão todo por causa disto, isso vamos ter. São estas coisas q desgastam o festival. Por mto q digam q não, a politiquice entra por ele adentro como o cheiro do tabaco se entranha na roupa. Não se vê mas cheira... e mal!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo10:52

    Vai ser em Portugal

    ResponderEliminar
  8. Anónimo13:11

    Era demais se fizessem em Portugal outra vez xD mas já sabemos que não, como é óbvio xD

    ResponderEliminar
  9. Anónimo17:29

    Era giro ser em Portugal sobretudo para aquelas pessoas que não conseguiram bilhete para a final deste ano ( como eu ) .

    ResponderEliminar
  10. Anónimo22:22

    A EBU que lance uma candidatura por cidades: o povo escolhe online e vamos para todos para Chipre!

    ResponderEliminar