NORUEGA: ALEXANDER RYBAK É O GRANDE VENCEDOR DO MELODI GRAND PRIX 2018


A Noruega será representada em Lisboa por Alexander Rybak e "That's How You Write A Song", 9 anos depois da sua vitória em Moscovo!

Alexander Rybak está de volta ao Festival Eurovisão da Canção após a vitória desta noite no Melodi Grand Prix com o tema That's How You Write a Song. A vitória marca assim o regresso do artista, depois de Fairytale, tema com o qual venceu o certame europeu em 2009, na capital da Rússia, Moscovo.

A decisão foi feita através de 3 rondas de votação, a primeira a cargo de um júri e as outras duas apenas pelo televoto. A concurso estavam 3 ex-eurovisivos: Alexander Rybak (Noruega, ESC2009), Stella (Noruega, ESC2011) e Aleksander Walmann (Noruega, ESC2017).

1.ª Ronda: Na primeira ronda de votação, a cargo exclusivo do júri, os 10 temas a concurso foram a escrutínio, tendo sido selecionados apenas 4 concorrentes para a segunda ronda. Os concorrentes foram:

Stella & Alexandra - You Got Me
Aleksander Walmann - Talk To The Hand
Rebecca - You Got Me
Alexander Rybak - That's How You Write a Song

2.ª Ronda: Nesta ronda o televoto foi o único responsável pelos resultados, tendo os dois concorrentes mais votados seguido para a última e derradeira ronda. Quem seguiu em frente foi:

Rebecca - You Got Me
Alexander Rybak That's How You Write a Song

3.ª Ronda: Na ronda final, novamente exclusiva do televoto, o público norueguês escolheu Alexander Rybak e o tema That's How You Write a Song para o Festival Eurovisão 2018.

Veja agora o tema que irá representar a Noruega em Lisboa:



Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!

Fonte / Vídeo: NRK; Imagem: TV2

29 comentários:

  1. Anónimo21:30

    Este ano nao ganhas

    ResponderEliminar
  2. Anónimo21:31

    Suécia e Noruega... duas grandes porcarias, com o perdão da má palavra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:26

      concordo.. 2 tretas de musica e podem começar a descer por ai abaixo nas casas de apostas... 2 musicas fast food.

      Eliminar
  3. Anónimo22:08

    Bom interval act.

    ResponderEliminar
  4. Nunca percebi o entusiasmo que existe por este gajo.Já achava "Fairytale" uma canção tão básica, agora com esta, juro que há canções na Eurovisão Júnior bem melhores.
    Se fosse Portugal com isto éramos uma porcaria, datado,etc.Como é a Noruega e o Rybak maior parte dos eurofãs vão ter um orgasmo com esta canção.

    E btw havia necessidade de querer voltar a participar?"Cheira-me" que so quer participar para se encontrar com o Salvador, parece que o rapaz é obcecado por ele!! X)

    ResponderEliminar
  5. Anónimo23:43

    Melhor ate agora , pode ganhar isto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:15

      ai cruz credo!

      Eliminar
    2. Anónimo22:38

      00:15 Cruz credo é a popalhada sem conteudo que tu ouves.

      Eliminar
  6. Ele quer repetir o feito de 2009 mas este ano duvido muito que vença porque há canções a concurso muito melhores do que esta.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo23:58

    e parece que Israel é... https://www.youtube.com/watch?v=Zil45hv6Aj0

    ResponderEliminar
  8. Anónimo01:24

    Vencedor. Noruega 2019 de certeza

    ResponderEliminar
  9. Anónimo01:28

    Já dizia o poeta: “nunca voltes ao lugar onde já foste feliz”.

    ResponderEliminar
  10. Anónimo01:40

    Os eurofans fastfood estão todos amuados porque isto de fastfood não tem nada, é das mais originais deste ano, bem mais criativo que o benjamin e o resto da popalhada deste ano, por exemplo. Top 5 na certa, aposto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo02:26

      ai cruz credo!

      Eliminar
    2. Anónimo22:38

      02:28 oh mulheri, poe a cruz no chão, pode ser que doa menos..

      Eliminar
  11. Anónimo02:10

    Entre o que tenho ouvido gosto e também curto muito a França e a Itália! Estónia, Suécia, Espanha hão-de ser grandes desilusões... com pena pela Espanha. Também gosto de Portugal... A juntar às outras que disse, só me falta uma para ter as 5+ do ESClisbon2018.

    ResponderEliminar
  12. Anónimo03:02

    Estou triste porque acho que o Talk to the hand do Aleksander Walmann devia ter ganho... Era melhor que esta

    ResponderEliminar
  13. Anónimo09:02

    Havia duas canções com o nome You Got Me?

    ResponderEliminar
  14. Anónimo09:50

    Nunca engracei com este senhor espero que fique a meio da tabela.

    ResponderEliminar
  15. Anónimo10:05

    Acho que não tem possibilidade nenhuma de ganhar, mas de qualquer forma eu gostei bastante da música e deste retorno do Alexander. E serão 3 minutos agradáveis e divertidos. Boa sorte para a Noruega.

    ResponderEliminar
  16. Anónimo10:15

    Coisa básica, a piscar o olho aos fãs fast foos music. Pode ir longe por ele ser conhecido , mas acho muito fraco. A roupinha dele parece de ir para o liceu.

    ResponderEliminar
  17. ai credo...de madrugada a escrever o mesmo em todos os comentários!! Ninguém merece

    ResponderEliminar
  18. Anónimo11:53

    Música de fundo para um bar à qual ninguém liga nenhuma mas serve para encobrir o ruído das vozes e dar-lhes uma impressão de passagem do tempo sobre veludo. É preciso música para todas as circunstâncias, mas para esta não vejo nenhuma outra. Os astros bafejaram-no uma vez, não bafejarão desta.

    ResponderEliminar
  19. Rybak vem com mais força. A canção não é muito bonita mas a performance está um espetáculo.

    ResponderEliminar
  20. Anónimo12:34

    É um muito bom regresso do Ribak! É candidato ao TOP5! Quer queiram quer não. A canção não é muito bonita, mas é bem construída, um staging fantástico, o Ribak comunica muito bem e é um excelente profissional. A canção é muito competente, eficaz. Vai ser um sério candidato ao título. SC

    ResponderEliminar