FC2018: Tamin insurge-se contra a violência verbal nas redes sociais


Tamin, intérprete da canção de Capicua no Festival da Canção 2018, utilizou as redes sociais para denunciar a violência verbal de que foi alvo nas redes sociais: "Hoje em dia vivo bem com esses insultos. Estou habituada. Mas a minha mãe, não está habituada".


Tamin Santos, nona classificada na semifinal 2 do Festival da Canção 2018, utilizou as redes sociais para denunciar a violência verbal de que tem sido alvo por parte de internautas após a interpretação de "Sobre Nós", canção de Capicua. "Eu Sou Mulher. Este é o termo que me define" começa por escrever a cantora, que garante não ter problemas com os termos "usados para definir alguém com peso a mais: plus size, bbw, gorda, obesa etc. Mas estes termos não me definem".

Recordando que, em miúda, "essas ofensas eram pior que agressão física.", Tamin garante que "hoje em dia vivo bem com esses insultos (...) Mas a minha mãe, não está habituada". Depois da participação no Festival da Canção, os comentários aumentaram: " Com a participação no festival da canção ela viu-me ser enxovalhada em vários posts e comentários no Facebook. "Gorda", "a tua mãe devia ter abortado", "que horror", "tive medo que me comesse o jantar"". 

Por fim, Tamin assume que "vivo bem com o facto de cada um ter a sua opinião. Levanto-me todos os dias com cabeça erguida. Sou uma mulher feliz e amada.", concluindo que "aquilo que cada um planta, um dia será colhido".



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: JN/Tamin / Imagem/Vídeo: RTP

9 comentários:

  1. Eu vi alguns comentários desagradáveis... Eu até tive de intervir num post sobre o "Patati Patata", isto porque uma fulana fez um comentário racista

    ResponderEliminar
  2. Rui Ramos22:57

    Há pessoas sem vida propria que passam a sua frustraçao para as redes sociais

    ResponderEliminar
  3. A internet está a tornar-se uma ditadura dos ignorantes...

    ResponderEliminar
  4. Anónimo10:54

    Não dá para entender, nem para aceitar. E Infelizmente se nada for feito vamos continuar a assistir a estas situações. Temos de flexibilizar medidas punitivas para este tipo de crimes, ja não vai de outra forma.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo11:22

    Ao que chegámos.... Ela não fez mal a ninguém, aliás ela é que foi injusti¢ada com o nono lugar. Vergonha de gente que anda nestas redes sociais.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo22:01

    Há pessoas muito reles nesmo

    ResponderEliminar
  7. Anónimo00:13

    Ainda hoje não acredito que esta maravilhosa voz da soul não passou à final!
    É simplesmente uma pérola musical nesta ponta da Europa.
    Acho que foi vítima não da sua musica, mas da tacanhez de muito "boa gente". Gostaria de descobrir que argumento válido possa existir para que esta grande senhora cujo tema não possa ter um resultado diferente do que teve.
    Estou convencido que quiseram eliminá-la (não passando à final), porque se assim não fosse, a qualidade do seu tema iria sufocar por completo quem atingiu o desejado patamar.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo00:39

    Quando não existia net, nem redes sociais, não se tinha tanta noção da quantidade de gente lamentável que por aí anda. Como é possível que sejam tão desumanizados a ponto de virem insultar os outros por causa do aspecto físico.

    ResponderEliminar
  9. Anónimo09:06

    O que se passou é inqualificável. Ao abrigo do anonimato cobarde, pessoas sem carácter permitem-se insultar quem mais não fez que dignificar em palco uma música que, quiçá, mereceria uma classificação bem melhor.
    Tamin, há muita gente que a admira e respeita, e quanto aos miseráveis haters, um dia terão o que merecem!!!

    ResponderEliminar