[Olhares sobre o Unser Lied Für Lissabon] Quem representará a Alemanha no Festival Eurovisão em Lisboa?


Seis candidatos disputam, esta noite, o direito de representar a Alemanha no Festival Eurovisão 2018. Quem será o grande vencedor do Unser Lied Für Lisabon? Conheça a opinião do painel do Olhares.

Unser Lied für Lissabon acontece, esta noite, no Studio Berlin Adlershof, contando com seis candidatos: Ivy Quainoo, Michael Schulte, Natia Todua, Ryk, voXXclub e Xavier Darcy. A votação estará a cargo do público (33%), do painel Eurovisão (33%), e de um júri internacional (33%), que contará com diversos antigos participantes no Festival Eurovisão, como Margaret Berger (Noruega 2013), Tinkara Kovac (Eslovénia 2014), Ruth Lorenzo (Espanha 2014) e Helga Möller (Islândia 1986).

Quer participar  no Olhares sobre as finais nacionais? Saiba tudo AQUI.

Não perca mais tempo e conheça os favoritos do painel do Olhares sobre o Unser Lied Für Lisabon:

André Eric Fernandes aposta em Xavier Darcy e "Johah"
Finalmente, a Alemanha volta a demonstrar motivação na sua participação no Festival Eurovisão. De entre os candidatos, estou indeciso entre as excelentes canções de Xavier Darcy, Ivy Quainoo e Natia Todua: qualquer uma delas conseguiria fazer melhor do que os últimos três representantes do país. Contudo, aposto em "Johah": uma canção simples, ritmada e dinâmica, cujo potencial aumenta com a boa voz da intérprete. Sou um eterno apaixonado pela Alemanha: farei figas para que tudo lhe corra e façam uma boa escolha!


Daniel Carvalho aposta em Ryk e "You and I"
A seleção alemã melhorou em relação ao ano passado o que, convenhamos, não era nada difícil. Ainda assim, não consegui sentir grande coisa com a maior parte das canções – seguem todas receitas bastante comerciais e não têm grande identidade. Não são más, mas falta um je ne sais quoi à maioria. Na minha opinião, a melhor proposta é a “You and I” do Rik, a que mais se diferencia, de forma positiva, das receitas tradicionais e a menos previsível. Tem uma orquestração muito bonita e bem conseguida, muito poderosa e que parece tirada da banda sonora de um grande filme. Se a voz do Rik soar tão bem ao vivo como soa nesta versão estúdio a canção poderá atingir todo o seu potencial. Mas se ele falhar neste quesito esta proposta poderá correr o risco de passar despercebida.


Hugo Sepúlveda aposta em Natia Todua e "My Own Way"
Alemanha a mostrar esforço este ano, finalmente. Penso que seja desta que a Alemanha sai dos últimos lugares... algo que se diga que é merecido. No geral, o Unser Lied Fur Lisabon está uma selecção com boa qualidade. Das 6, My Own Way e You and I são, de longe, as minhas preferidas. You and I penso que ao vivo resulte melhor do que apenas a versão estúdio, isto se Ryk conseguir criar uma ligação com o público e transmitir a emoção que a canção carrega. Quanto a Natia Todua, gosto bastante sua voz e do seu carisma, que parecem transmitir muita autenticidade, além de que tornam a canção ainda mais cativante.

João Diogo aposta em Michael Schulte e "You Let Me Walk Alone"
A Alemanha deu um passo em frente na sua final nacional deste ano, com a qualidade das canções a aumentar significativamente em relação ao ano passado. Ainda que alguns temas sofram do mesmo problema de “Perfect Life”, serem demasiado genéricos e esquecíveis, há pelo menos três canções que podem conseguir um bom resultado na Eurovisão. A minha favorita é “You Let Me Walk Alone” de Michael Schulte. Um tema muito envolvente e tocante que nos transporta para outro lugar. Caso seja o vencedor da final acredito que a Alemanha estará de volta aos bons resultados.


Nuno Reis Conceição aposta em Michael Schulte e "You Let Me Walk Alone"
É caso para dizer que a Alemanha "is back in the game". Uma selecção de poucas canções mas fortíssima, com diversidade e qualidade. Há três canções que facilmente ocuparam o topo das minhas preferências: "You Let Me Walk Alone", "Jonah" e "My Own Way", com a proposta brilhantemente interpretada por Michael Schulte a levar a dianteira. Num patamar ligeiramente abaixo surge a canção de Ivy Quainoo e a uma distância considerável as propostas "I Mog Di So" e "You And I". Qualquer canção do meu Top 3 será uma excelente escolha para Lisboa 2018!


Patrícia Gargaté aposta em Ryk e "You and I"
Creio que já temos um favorito nesta final nacional (pelo menos para os fãs). O Ryk consegue transmitir emoção com a sua voz e a sua forma de cantar. É sofrido, é bonito e vale a pena ouvir. No meio de baladas esta tem poder de se destacar e só dependerá da performance ao vivo. Será um desperdício de a Alemanha deixar escapar esta canção!

Pedro Fernandes aposta em Natia Todua e "My Own Way"
Final nacional muito interessante da Alemanha, com canções para todos os gostos. O meu primeiro lugar foi muito complicado de decidir. Entre Jonah e My Own Way, a minha escolha acabou por recair nesta última pela sua aparente irreverência e pela capacidade que terá, quase garantida, de se destacar na Eurovisão. De qualquer forma, qualquer um dos dois seriam óptimas escolhas para a Alemanha se fazer representar em Lisboa. Bravo!

Aceda, de seguida, aos resultados das votações dos 7 comentadores:

1.º Natia Todua - "My Own Way" - 64 pontos
2.º Xavier Darcy - "Johah" - 60 pontos
3.º Michael Schulte - "You Let Me Walk Alone" - 59 pontos
4.º Ryk - "You and I" - 58 pontos
5.º Ivy Quainoo - "House on Fire" - 52 pontos
6.º voXXclub - "I mog Di So (I Like You So)" - 43 pontos


Quer participar  no Olhares sobre as finais nacionais? Saiba tudo AQUI.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPortugal / Imagem e Vídeo: Google

2 comentários:

  1. Ryk com You and I é a melhor opção de todas. Contando que ele canta aquela exigente canção muito bem ao vivo.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo17:45

    A melhor musica de longe é Ivy Quainoo - "House on Fire", e nao puseram o vídeo.. Ponham o vídeo dessa sff... A melhor e se for à Eurovisao ficará num optimo lugar.

    ResponderEliminar