[FOTOS] ESC2018: Reveladas mais duas imagens do palco da Eurovisão

A página oficial do Eurovision Song Contest revelou mais duas imagens do palco do concurso europeu, que terá lugar em Portugal em maio do próximo ano.


A página oficial do Festival Eurovisão da Canção revelou hoje, nas redes sociais, mais duas imagens da maqueta do palco do concurso europeu. Nessas imagens é possível ver o palco de um ângulo diferente daquele mostrado anteriormente, e também a Green Room, que mais uma vez ficará situada dentro da arena e de frente para o palco. O palco, em círculo, será ligado a um semi arco através de duas pontes. Entre o semi arco e o palco principal ficarão os fãs que adquiriram o bilhete Golden Circle.

Veja as fotos reveladas:


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte e Imagem: Eurovision.tv

19 comentários:

  1. Uau, começo a adorar o palco! Só não gosto daquela estrutura no palco em madeira (?!?), acho mesmo desnecessária! De resto, muito bom!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ruben19:17

      a estrutura parece-me feita de elementos metálicos, mas não tenho a certeza, e muito provavelmente será uma estrutura dinâmica

      Eliminar
  2. Anónimo18:19

    Tivesse LED's e era o palco mais lindo de sempre da Eurovisão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:26

      Concordo a 100%. O LED sempre dá mais vida a qualquer atuação, desde que a sua utilização seja bem feita, claro

      Eliminar
  3. Anónimo18:51

    Concordo , falta ali leds

    ResponderEliminar
  4. Anónimo19:30

    Meu deus,brutal .

    ResponderEliminar
  5. Anónimo19:50

    Com esta configuração da arena, duvido muito que a lotação da sala ultrapa-se as 12000 a 13000 pessoas.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo20:44

    Adoraria ter a possibilidade de me sentar nos sofás dos artistas. 8-)

    ResponderEliminar
  7. Anónimo21:09

    Está fantástico!

    ResponderEliminar
  8. Anónimo00:10

    Acho que 3mins de musica não dá para explorar este palco. Os artistas ou estao no palco central ou no arco, duvido que alguem percorra aquilo tudo, ou se tentarem, vai ficar ridiculo. Eu pessoalmente do ano passado só vejo uma música adequada a este palco que é a da Moldavia. La fora os Led estão a levantar celeuma, consideram que deveriam lá estar e cada delegação que decidisse usar ou não, "music is not fireworks" é um facto, mas a verdade é que a Eurovisão é um espectáculo de Musica para ser vista na TV, logo como um todo. Eu de certa forma estou de acordo com o que se ouve lá fora, a Eurovisão é um espectáculo para transmitir Música, não unidimensional, logo todas as artes são bem-vindas de forma a exponenciar o que se deseja transmitir (seja ridiculo exagerado ou nao, cada delegacão é que sabe). O povo português materializou esta fusão de Arte, Arquitetura e Tecnologia em Museu, mas depois alguém diz, na altura imprópria diga-se, que musica não é fogo de artificio e voila! E fogo de artifício é Música? É que ela está la sempre! Para cúmulo, estão a dizer que não existem leds não tanto por opção, mas sim por falta de recursos, o que é decerto do pior de se ouvir. Ao Salvador estou muito grato, mas nesta questão da gestão da sua irreverência e de querer impor o que pensa aos outros esteve mal, posso mesmo dizer que me envergonhou. Ele claramente não se sentiu a representar os portugueses, e eu tão pouco queria que ele defendesse a musica pimba, facto é, esteve sempre centrado nele, nas suas ideias para a música, para a Eurovisão e até para o Mundo. Qualquer dia o festival da cancão terá de ser um concurso de misses, teste de carácter incluido, pois se "music is not fireworks" não sei porque foi falar tanto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:39

      Eu concordo como tudo o que disse. Eu acho mal este palco não ter LED. É preferível ter LED e cada delegação decidir usar ou não, dando liberdade de escolha, do que não ter e as delegações estarem mais restringidas. E esta coisa da RTP querer fazer o festival mais barato dos últimos anos, claro que iria dar porcaria. Em 2016, a Eurovisão custou à televisão sueca 14 milhões de euros e o palco todo era em LED. E quanto ao Salvador, nunca gostei da música, e acho que, no discurso de vitória, deveria ter referido que foi uma vitória para a música portuguesa. Na minha opinião, com o discurso que teve e a atitude perante a vitória, demonstrou ser arrogante

      Bernardo

      Eliminar
    2. Anónimo02:33

      "...e esta coisa da RTP querer fazer o festival mais barato dos ultimos anos,claro que iria dar porcaria".

      Ainda nem sequer começou o festival e já está a dizer que é uma porcaria.Típico português!! Se não ganha e não faz é porque não ganha e porque não faz....quando faz alguma coisa,nunca está bem e é sempre esse discurso de "porcaria". Para fãs como vocês, Portugal realmente não merecia ter ganho "porcaria" nenhuma.. para depois vocês terem que ir gastar os vossos euros na Suécia,Rússia para ver a Eurovisão que vocês amam tanto e que fazem tudo perfeito!!

      Há bom remédio para os vossos problemas,mudem de nacionalidade.

      Eliminar
    3. Anónimo02:41

      É que a questão do preço nem deve ser tão critica quanto isso. Tenho quase a certeza que todos os materiais essenciais e que são caros, Leds incluídos vêm mas não para ficar, são certamente contratados pelo período do evento e voltam a ser utilizados noutros eventos, noutros países, a artistas/digressões internacionais, concerteza há todo um mercado a viver a conta desta forma de negócio. Onde pode aumentar os custos é em toda a logística, montagem, calibração e custo de operação dessas tecnologias. Ainda em relação a esta espécie de orgulho em fazer mais barato apenas gostava de acrescentar o seguinte, o problema não é fazer mais barato, isso qualquer país pode fazer! O dificil é fazer melhor com menos dinheiro, uma coisa que a RTP historicamente nunca conseguiu fazer. RTP é prejuízo e baixa audiência, e sabem porquê? Porque a despesa é pública. E o chavão "Superior Interesse Público", esse grande papão que paira nas nossas cabeças, digam-me o que é que a RTP tem de interesse publico? Nao passam telejornais, filmes, telenovelas como os demais? Apenas tudo com pior qualidade. Tem mais interesse publico o que a TVI desmascarou numa semana do que a RTP faz em anos!

      Eliminar
    4. Anónimo14:16

      02:33 Mais respeito por favor. Se não concorda, contra argumente de uma maneira mais madura. As pessoas apresentaram argumentos totalmente validaveis.

      Eliminar
    5. Anónimo14:56

      Mas como é que vocês já sabem que não vai haver leds?

      Eliminar
    6. Caro leitor das 14.56: essa informação foi publicada anteriormente pelo ESCPORTUGAL.

      Eliminar
    7. Anónimo20:04

      Eu não percebo qual é o problema de o palco não ter LEDs. Em 2017 havia e em muitos casos foi muito mal aproveitado. O que é realmente uma vergonha é andarem por aí a dizer que não há LEDs por falta de dinheiro! Isso são balelas! Acabem com a choramingueira, se faz favor! Não há LEDs porque escolheram assim e pronto!

      Seria melhor dar a hipótese de escolha às outras delegações? Talvez. Mas foi atempadamente informado que não haveria LEDs e os outros países têm tempo mais que suficiente para se adaptar às condições existentes. A seguir (se calhar) ganha a Rússia e em 2019 voltamos a ter um palco cheiinho de LEDs e a Eurovisão volta ao normal. Inclusive aos LEDs mal utilisados. Por isso, qual é o problema de num ano não ter havido LEDs?

      Martim de Deus Menisco

      Eliminar
  9. Anónimo20:28

    O jon ola sand fala numa entrevista a Eurovision tv que a audiencia na altice arena vai ser de cerca de 10000 espectadores, numero semelhante ao dos ultimos anos. o que não consigo perceber como existindo muita procura de bilhetes configuram a arena para cerca de 10000 lugares, o que não me parece que vá criar um grande ambiente numa sala como a altice arena um numero manifestamente reduzido a meu ver.

    ResponderEliminar