Será que os 15 anos de história do Festival Eurovisão Júnior poderá ajudar a prever os resultados desta tarde em Tbilisi? Conheça um pouco mais da história da competição no especial do ESCPORTUGAL.

A poucas horas do início da 15.ª edição do Festival Eurovisão, o ESCPortugal traz até si uma série de curiosidades dos resultados das anteriores edições do certame infantil. Sabia que apenas dois vencedores do concurso atuaram na primeira parte do alinhamento? E que o russo tem mais vitórias do que o inglês a solo? Ou que a média de classificação do sexto país a atuar é de 7.85? Descubra tudo isto e muito mais de seguida:

Apenas 2 vencedores atuaram na primeira parte do Festival Eurovisão Júnior...
Em 14 anos de história do Festival Eurovisão Júnior, apenas 2 países venceram o certame a atuar na primeira parte do alinhamento (14,28%). A primeira vitória aconteceu na estreia da competição, em 2003, com a Croácia a atuar na 2.ª posição enquanto a segunda vitória decorreu em 2008, com a Geórgia a triunfar com o 6.º lugar no alinhamento. Exceptuando a candidatura holandesa em 2009, que atuou na 7.ª posição de 13 países, todos os restantes vencedores atuaram na segunda parte do alinhamento (78,57%). 


... e quatro países venceram a atuar na última posição
Entre 2005 e 2007, o vencedor do Festival Eurovisão Júnior atuou na última posição do alinhamento. A Bielorrússia foi o 16.º país a atuar no certame em 2005 e, dois anos depois, voltou a vencer a competição a atuar no 17.º lugar. Entre as duas vitórias bielorrussas, as eurovisivas Tolmachevy Sisters também venceram ao encerrar o alinhamento, enquanto que a última vitória na última posição aconteceu em 2016, com a Geórgia a triunfar pela terceira vez no concurso. Bom presságio para Itália?


A posição com maior número de vitórias é o 15.º lugar
Ao longo da história, 10 posições do alinhamento já forneceram vencedores do Festival Eurovisão Júnior. A 15.ª posição destaca-se com três vitórias (Espanha em 2004, Rússia em 2006 e Malta em 2015), sendo seguida do 11.º lugar (Malta em 2013 e Itália em 2014) e do 17.º (Bielorrússia em 2007 e Geórgia em 2016). Boas notícias para a Austrália e para a Ucrânia?


A média de classificação na 6.ª posição do alinhamento é o 7.85º lugar
Mariana Venâncio sobe ao palco do Festival Eurovisão Júnior 2017 na 6.ª posição do alinhamento, posição que apenas deu um vitória no concurso: a Geórgia triunfou em 2008 ao atuar no sexto lugar. A Ucrânia, em 2013, conquistou o 2.º lugar na mesma posição e Espanha ficou em 4.º em 2006. Nas 14 edições do certame, a média de classificação do país que atua no sexto lugar do alinhamento é de 7,85.º lugar, sendo que apenas numa ocasião, em 2005, o sexto a atuar ficou nos últimos três classificados (Suécia foi 15.º em 16 participantes).


Portugal é o responsável pelo 17.º regresso ao Festival Eurovisão Júnior
Ao longo da história, o Festival Eurovisão Júnior contou com 17 regressos de países ao certame, sendo que a média de classificação do país regressado é o 9,5.º lugar. Depois de dois anos fora, Malta foi o único país a conquistar a vitória no seu regresso à competição em 2013. Contudo há mais países com boas memórias do regresso, ao conquistarem o melhor resultado de sempre: Bulgária foi 2.ª em 2014, Albânia conquistou o 5.º posto em 2015 e a Polónia subiu ao 11.º lugar no ano passado.


Por outro lado, a ARJ Macedónia não guarda grandes memórias dos regressos ao concurso: tanto em 2013 como em 2015, anos em que regresso ao Festival Eurovisão Júnior, o país ficou em último lugar na classificação. Também a Croácia, em 2014, vinda de um interregno de 7 anos, voltou ao concurso e terminou em último lugar (16.º). No ano passado, Israel e Chipre conquistaram o seu pior resultado de sempre no certame no regresso, terminando em 15.º e 16.º, respetivamente.


Russo é a língua com mais vitórias a solo, mas inglês triunfou com quatro bilingues 
Ao longo de 14 anos de história, apenas 10 línguas conseguiram triunfar no Festival Eurovisão Júnior, sendo que apenas 5 venceram "a solo". O russo, língua utilizada nas vitórias de 2005 a 2007, é a língua com mais vitórias, mas é ultrapassada pelo inglês se forem contabilizadas as vitórias em bilingue: o inglês triunfou, a solo, em 2013 e 2015, com as vitórias de Malta, mas foi utilizado nas vitórias de 2009, 2011, 2012 e 2014. O georgiano segue-se no score com duas vitórias (em bilingue em 2011 e a solo em 2016), enquanto o croata, o espanhol, o arménio e a língua imaginária têm uma vitória a solo cada uma, e o holandês, italiano e ucraniano dividem uma vitória cada um com o inglês.


Contudo, o inglês não tem sido língua dominante ao longo da história da competição, tendo estado fora do pódio entre 2005 e 2008, situação que apenas se voltou a repetir em 2010. Por outro lado, em 2012 e 2015, as três primeiras classificadas no Festival Eurovisão Júnior utilizaram o inglês na sua candidatura. Grego, Polaco, Português, Irlandês, Macedónio, Albanês e Maltês são os sete idiomas a concurso na edição deste ano que não têm qualquer vitória no concurso. Será que teremos uma estreia no lote de línguas vencedoras como no Festival Eurovisão 2017?


Portugal será apenas o 5.º país que, após vencer o Festival Eurovisão, participa na versão infantil do concurso, sendo que nenhum dos outros países conseguiu fazer a tão desejada dobradinha. Grécia (2005) ficou em 5.º, a Sérvia (2007) conquistou o seu melhor resultado de sempre, o 3.º lugar, a Rússia (2008) ficou em 7.º e a Suécia terminou em 9.º lugar em 2012. 


De realçar que, de entre os 10 vencedores do Festival Eurovisão Júnior, 5 deles nunca conseguiram vencer o Festival Eurovisão: Geórgia, Bielorrússia, Malta, Arménia e Croácia. Por outro lado, Espanha, Holanda e Itália, vencedores da versão infantil do concurso em 2004, 2009 e 2014, respetivamente, não conseguem singrar no Festival Eurovisão há mais de 25 anos. A Rússia, vencedora em 2006, e a Ucrânia, em 2012, são os únicos dois países vencedores do Festival Eurovisão Júnior que venceram o Festival Eurovisão também na última década.


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte e Imagem: ESCPortugal / Vídeo: JuniorEurovision.tv

6 comentário(s):

  1. Anónimo10:35

    Que grande balanço EscPortugal, isto é que é trabalhar com gosto :-s

    ResponderEliminar
  2. Anónimo10:49

    Até dizerem que Bielorrússia é a favorita de hoje destronou a oportunidade que Portugal iria ter, dois festivais no mesmo ano, seria muito bom. Mas a sério Portugal está muito bem, merecia uma boa posição.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo12:11

      como assim merecia? ainda não se sabe os resultados

      Eliminar
    2. Anónimo12:25

      Mas ser­a que youtuber alguma vez teve alguma oportunidade de sair do bottom 3?

      Eliminar
    3. Anónimo12:28

      Ficará em segundo lugar ❤🎤 quem sabe até poderá ganhar :)

      Eliminar
  3. Anónimo10:59

    Me encanta este articulo.

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top