Em quinze anos de história comum, nenhum país conseguiu vencer o Festival Eurovisão e o Festival Eurovisão Júnior no mesmo ano. Conseguirá Portugal a primeira dobradinha da história?

Criado em 2003, o Festival Eurovisão Júnior conta, até ao momento, com dez países vencedores distintos. Contudo, em 15 anos de história comum com o Festival Eurovisão, nenhum país conseguiu vencer os dois concursos no mesmo ano. Aliás, sem contar com 2017, o país vencedor do Festival Eurovisão apenas competiu em cinco edições do Festival Eurovisão Júnior. E será que o país vencedor do Festival Eurovisão Júnior consegue, habitualmente, boas marcas na edição sénior realizada meses antes? Saiba tudo de seguida:


2003: Bélgica fica em 2.º no Festival Eurovisão e conquista o 6.º posto no JESC
Realizada em Copenhaga, a primeira edição do Festival Eurovisão Júnior contou com a participação de dezasseis comitivas. Turquia, vencedor do Festival Eurovisão 2003, não marcou presença na edição infantil (nem nunca chegou a estrear-se), nem a Rússia, terceiro classificado no ESC2003, que apenas estreou em 2005. A Bélgica, vice-campeã em Riga, foi o único país do top3 a participar em Copenhaga, tendo conquistado o 6.º lugar. Por outro lado, a Croácia, vencedora do JESC2003, havia conquistado o 15.º lugar na Final do Festival Eurovisão, realizada seis meses antes.


2004: Grécia é o melhor classificado do ESC2004 a participar no Festival Júnior
A Ucrânia, vencedora do Festival Eurovisão 2004, e Sérvia e Montenegro, vice-campeã, não participaram no Festival Eurovisão Júnior 2004, tendo-se estreado no ano seguinte. A Grécia, terceira classificada em Istambul, alcançou o 9.º lugar no certame infantil. Por outro lado, Espanha venceu o Festival Eurovisão Júnior, seis meses depois de arrecadar o 10.º posto no Festival Eurovisão 2004.


2005: Pela primeira vez na história, o vencedor do ESC participa na versão infantil
Na terceira edição do Festival Eurovisão Júnior, o certame infantil contou com a participação dos três primeiros classificados do Festival Eurovisão 2005, certame que decorreu em Kiev. Grécia, país vencedor, alcançou a 6.ª posição no formato infantil, enquanto Malta, vice-campeã em Kiev, ficou em último lugar (16.ª) em Hasselt. Melhor sorte teve a Roménia: depois do 3.º lugar no certame sénior, o país ficou em 5.º lugar na versão infantil. No sentido inverso, a Bielorrússia venceu o JESC2005, tornando-se no primeiro país vencedor do certame que não disputou a Grande Final do Festival Eurovisão desse mesmo ano: em Kiev, a candidatura bielorrussa ficou em 13.º na semifinal.


2006: Rússia vence o Festival Eurovisão Júnior, depois do 2.º lugar em Atenas
Sete meses depois da vitória dos Lordi em Atenas, a Roménia sediou o Festival Eurovisão Júnior 2006, não contando com a presença do país vencedor do ESC, a Finlândia, nem com o terceiro classificado, a Bósnia-Herzegovina, sendo que esses dois países nunca participaram no formato infantil. A Rússia, vice-campeã do Festival Eurovisão 2006, participou no certame, tendo arrecadado a vitória com as (eurovisivas) Tolmachevy Twins: foi a única vez na história do concurso, que o vencedor do JESC conquistou um pódio no ESC desse mesmo ano. 


2007: Sérvia conquista o melhor resultado de sempre no Festival Eurovisão Júnior 2007
Depois da vitória em Helsínquia, a Sérvia conquistou a sua melhor classificação de sempre no concurso infantil, com Nevena Božović a terminar na 3.ª posição da geral. Também a Ucrânia e a Rússia participaram no Festival Eurovisão Júnior 2007, terminando em 9.º e 6.º lugares, respetivamente. Por outro lado, a Bielorrússia, vencedora do JESC2007, havia conquistado em Helsinquia o melhor resultado de sempre no concurso: Dmitry Koldun foi 6.º classificado na Final.


2008: Rússia vence o ESC e fica em 7.º lugar no certame infantil
Vencedor do Festival Eurovisão 2008, a Rússia conquistou o 7.º lugar na edição de 2008 do concurso infantil, enquanto a Ucrânia, vice-campeã em Belgrado, conquistou o 2.º lugar no Festival Eurovisão Júnior 2008. Também a Grécia, terceira classificada no ESC, participou no JESC desse ano, não tendo indo além do 12.º lugar entre 15 países. A Geórgia, vencedora do JESC, foi 11.ª classificada na Grande Final do Festival Eurovisão.


2009: Apenas 1 dos 10 primeiros classificados em Moscovo participou no JESC2009
Enquanto a Noruega e a Islândia nunca participaram no Festival Eurovisão Júnior, o Azerbaijão apenas estreou na edição de 2012 do certame infantil: deste modo, a edição de 2009 foi a primeira da história que não contou com nenhum dos três primeiros classificados do Festival Eurovisão desse ano. A Arménia (10.º) foi o país melhor classificado em Moscovo que participou no certame infantil, tendo terminado em 2.º lugar no JESC2009. Por outro lado, a Holanda, vencedora do JESC, não foi além do 17.º lugar na semifinal do ESC2009.


2010: Vencedor do ESC volta a falhar o Festival Eurovisão Júnior
Tal como na edição anterior, nenhum dos três primeiros classificados no Festival Eurovisão participou na edição infantil do certame: a Alemanha e a Turquia nunca participaram no concurso e a Roménia retirou-se no ano anterior. A Bélgica, sexto classificado em Oslo, foi o país mais bem classificado no ESC que participou no JESC, tendo terminado na sétima posição. A Arménia, vencedora do Festival Eurovisão Júnior, terminou em sétimo lugar em Oslo.


2011: Suécia, terceira em Dusseldörf, ficou em nono lugar no concurso infantil
Pelo terceiro ano consecutivo, o vencedor do Festival Eurovisão, o Azerbaijão, voltou a não marcar presença na edição infantil, tal como Itália, vice-campeão do concurso em Dusseldörf: o Azerbaijão apenas estreou em 2012 e Itália entrou no concurso apenas em 2014. A Suécia, terceira classificada no ESC, conquistou o 9.º lugar no JESC2011, numa edição que apenas contou com 13 comitivas. O vencedor do Festival Eurovisão Júnior 2011, a Geórgia, havia conquistado, meses antes, o 9.º lugar no Festival Eurovisão.


2012: Vencedor do Festival Eurovisão fica em 6.º lugar no Festival Eurovisão Júnior
Pela primeira vez desde 2008, o vencedor do Festival Eurovisão participou no concurso infantil: a Suécia, vencedora em Baku, conquistou o 6.º lugar no JESC2012, o segundo melhor resultado no historial do país. A Rússia, vice-campeã no ESC2012, conquistou o 4.º lugar em Amesterdão, enquanto a Sérvia não se fez representar (o país ausentou-se em 2011 e apenas regressou em 2014). A Ucrânia, vencedor do Festival Eurovisão Júnior, também marcou presença na Grande Final do Festival Eurovisão, terminando em 15.º lugar. 


2013: Azerbaijão e Ucrânia no alinhamento do Festival Eurovisão Júnior 2013
Anfitrião da edição inaugural e participante nas três primeiras edições do concurso infantil, a Dinamarca, vencedor do Festival Eurovisão 2013, não se fez representar em Kiev, numa edição que contou com o número mínimo de participantes (12).O Azerbaijão e a Ucrânia, 2.º e 3.º classificados em Malmö, participaram no certame infantil, terminando em 7.º e 2.º lugar, respetivamente. Por outro lado, Malta venceu o Festival Eurovisão Júnior 2013, meses depois de ter ficado em 8.º lugar no concurso sénior, o melhor resultado do país desde 2005.



2014: Áustria fora do Festival Eurovisão Júnior; Holanda e Suécia marcam presença
Sem nenhuma participação no Festival Eurovisão Júnior, a Áustria, país vencedor do Festival Eurovisão 2014, não marcou presença na edição que decorreu em Malta. Holanda, vice-campeã do concurso, foi 8.ª classificada na edição infantil, enquanto a Suécia, terceira no ESC2014, foi 13.ª classificada no Junior Eurovision Song Contest, tendo sido a última participação do país no formato. Por outro lado, Itália estreou-se em grande no JESC, vencendo a competição no mesmo ano em que conquistou a pior classificação de sempre no ESC, 21.º lugar.


2015: Suécia vence a Eurovisão no ano em que se retira do Festival Eurovisão Júnior
Sem nenhuma participação no Festival Eurovisão Júnior, a Áustria, país vencedor do Festival Eurovisão, não marcou presença no certame em Sófia: por outro lado, a Rússia e Itália, 2.º e 3.º classificados em Viena, respetivamente, marcaram presença. Contudo, as participações não foram marcadas por bons resultados: entre 17 países, a Rússia terminou 6.º (o pior resultado desde 2008) e a Itália em 16.º (o pior resultado de sempre do país). Por outro lado, Malta, o país vencedor do Festival Eurovisão Júnior, havia falhado o apuramento para a Grande Final do Festival Eurovisão 2015, terminando em 11.º na semifinal, algo inédito desde 2009.


2016: Pela quinta vez na história, o vencedor do ESC participa no Festival Eurovisão Júnior 
Vencedora do Festival Eurovisão 2016, a Ucrânia participou na edição desse ano do Junior Eurovision Song Contest, tornando-se a quinta edição do certame a contar com a participação do vencedor da competição sénior: no entanto, o país não foi além do 14.º lugar em Malta, igualando a sua pior prestação. Também a Austrália e a Rússia participaram no concurso infantil, terminando em 5.º e 4.º lugar, respetivamente. A Geórgia, vencedor do JESC2016, marcara também presença na Grande Final do Festival Eurovisão desse ano, terminando em 20.º lugar.



2017: Portugal é o sexto país vencedor do Festival Eurovisão a competir no JESC
Fora da competição desde 2007, Portugal regressa, este ano, ao Festival Eurovisão Júnior, tornando-se o sexto país vencedor a "defender o título" na competição infantil: em caso de vitória, esta será a primeira dobradinha da história dos eventos. Bulgária e Moldávia não estarão representados em Tbilisi, sendo que apenas 9 finalistas do Festival Eurovisão 2017 estão na competição infantil deste ano: Portugal, Itália, Austrália, Holanda, Bielorrússia, Arménia, Chipre e Ucrânia.

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte e Imagem: ESCPortugal / Vídeo: Youtube

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top