A France 2 anunciou hoje que o representante francês no Eurovision Song Contest 2018, que terá lugar em Lisboa, será escolhido através do Destination Eurovision.

Foi em conferência de imprensa, esta manhã, que Carolina Got, diretora-geral da France 2, anunciou que França voltará a escolher o seu representante na Eurovisão através de uma final nacional. Destination Eurovision terá várias galas e será apresentado por Garou, conhecido cantor francês e mentor no La Plus Belle Voix, versão francesa do The Voice, entre 2011 e 2016.

Os produtores do Destination Eurovision e a delegação francesa na Eurovisão já estabeleceram contactos com discográficas francesas para encontrarem cantores, incluindo nomes conhecidos, e também músicas, que se juntarão àqueles selecionados através do concurso aberto. O objetivo é encontrar 15 temas que possam participar na final nacional.

Os artistas selecionados devem indicar a forma de como gostariam de ver a sua música representada no palco da Eurovisão, para que a France 2 tente recriar isso durante a final nacional. O grande vencedor deve ser escolhido da combinação de votos de um júri de sala, um júri internacional e o televoto. A France 2 não excluiu a participação de compositores e cantores estrangeiros desde que as músicas sejam 100% em francês.


França foi representada por Alma e Requiem no Festival Eurovisão 2017. A candidatura terminou na 12.ª posição com 135 pontos, tendo sido o 10.º país mais votado pelo público e o 19.º na classificação do júri. Recorde a atuação de seguida:

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovisionary / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

2 comentário(s):

  1. Anónimo22:00

    Parece-me que a França está a seguir um bom caminho! Contactar as discográficas do país à procura de cantores conceituados e juntar um concurso aberto é exatamente o que deve ser feito. Para além disso, juntar um júri internacional aos jurados nacionais e ao televoto é algo a que sou favorável a 100%. Se as coisas correrem mal, não será certamente por culpa da France 2...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo22:13

    Que países ainda podem estar a participar no ESC 2018, mas ainda não ter sido revelados? Ainda há hipóteses de termos um número recorde de países a participar em Lisboa?

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top