A emissora italiana RAI confirmou a participação do país no Festival Eurovisão em 2018. O representante de Itália será escolhido através do Sanremo 2018.

Semanas depois de ter revelado a mudança do regulamento do Festival de Sanremo 2018, anunciando que as discográficas poderão sugerir os cantores que querem ver na competição (AQUI), a emissora estatal italiana RAI confirmou oficialmente a participação do país em Lisboa. Além disso, a RAI confirmou que o Festival de Sanremo será utilizado como final nacional do país, devendo ser seguido o método dos últimos 3 anos: o vencedor do certame terá direito a representar Itália no certame internacional, sendo que, em caso de recusa, a organização selecionará outro dos finalistas do concurso, tal como aconteceu em 2016.

Agendado para 8, 10 e 12 de maio no Parque das Nações, em Lisboa, o Festival Eurovisão 2018 conta com 35 países provisoriamente confirmados: Alemanha, Arménia, Austrália, Áustria, Azerbaijão, Bélgica, Bielorrússia, Chéquia, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Geórgia, Grécia, Holanda, Irlanda, Islândia, Itália, Letónia, Lituânia, Malta, Noruega, Polónia, Portugal, Reino Unido, Roménia, Rússia, Sérvia, Suécia, Suíça e Ucrânia. Por outro lado, Andorra, Eslováquia, Luxemburgo, Liechtenstein, Mónaco e Turquia já confirmaram que não estarão representados em Lisboa.

Participante na edição inaugural do Festival Eurovisão, Itália conta com um total de 44 participações no certame europeu, tendo vencido em duas ocasiões: 1964 e 1990. No entanto, a história do país ficou marcada por um interregno de 14 anos iniciado em 1997, tendo o seu regresso ficado marcado pelo 2.º lugar alcançado em Dusseldorf. Na última edição, Francesco Gabbani representou o país com "Occidentali's Karma", sendo apontado como o grande favorito à vitória na pré-temporada: contudo, em Kiev, a candidatura não foi além do 6.º lugar com 334 pontos, tendo recebido apenas 4 pontos do televoto português.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCToday/ Imagem/Vídeo: eurovision.tv

10 comentário(s):

  1. Anónimo20:54

    Foi lançado hoje o video do novo single de Francesco Gabbani, “Pachidermi e Pappagalli” e é simplesmente genial!! https://youtu.be/4-Qh-zRh58g

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:59

      Não acho nada genial. Musicalmente enfadonho e paupérrimo. A letra interessante, original. Nada mais.

      Eliminar
    2. Anónimo01:07

      Para aferir da genialidade de um artista é necessário muito mais que avaliar uma canção. Com esta canção o Francesco não pretende mostrar-nos todo o seu pretensiosismo como virtuoso musical que é (e quem conhece a banda sonora original do filme Poveri ma Ricchi da qual é autor, ou já ouviu ao vivo os seus solos de guitarra, e a magia com que passa de uma canção intimista ao piano para uma percussion Jam sabe que muito facilmente poderia fazer) Como ele mesmo explica é mesmo só uma música feita para ser divertida, e como um velho cartoon animado adequar-se ao tom humorístico e irónico que ele pretendia dar à canção. Alguns fazem piadas sobre peidos no meio de canções melancólicas que falam de amor, outros traduzem o seu olhar critico e irónico sobre a realidade que os rodeia utilizando a sua música. Com simplicidade, e sem qualquer pretensiosismo, demonstrando apenas toda a sua humildade enquanto artista.

      Eliminar
    3. Anónimo02:04

      Posso talvez explicar aquilo que quis dizer com "genial". Alguém que não conhece a obra de Picasso e perante um dos seus quadros, sobretudo na sua última fase enquanto artista poderá dizer que é banal, enfadonho, e "artisticamente" paupérrimo. Só aqueles que possuem os instrumentos necessários para compreender a sua pintura serão capazes de apreciar a sua genialidade e os desenvolvimentos revolucionários que veio trazer para o mundo da pintura. Numa das suas citações Picasso afirma "Levei quatro anos para pintar como Raphael, mas a vida toda para pintar como uma criança" Não quero de forma alguma fazer uma comparação com Picasso, mas exemplificar que às vezes as avaliações são demasiado superficiais e pecam pela ignorância do contexto onde uma canção tem origem. Conhecendo hoje o trabalho do Gabbani (que já conta com 3 albuns a solo e 2 outros no seu anterior projecto musical Trikobalto), posso dizer-lhe até que levar uma canção como Occidentali´s Karma e um macaco que dança a Sanremo foi um verdadeiro acto de coragem e a demonstração de toda a sua integridade enquanto artista. Seria mais fácil e muito menos controverso ter escolhido qualquer outra das suas canções mais "adequadas" a um festival tão clássico como Sanremo. Foi premiado por ser arrojado, inconformista e não ter medo de sair da caixa que representa a música Italiana actual. Continua a sê-lo quando escolhe de novo como single, um dos 3 temas irónicos do seu novo albúm, enfrentando os preconceitos e alguns rótulos infundados que alguma opinião pública, sobretudo a elite musical em Itália tem difundido. Alguém que enquanto pessoa e enquanto artista e apesar dos quase 15 anos que demorou a atingir a notoriedade, continua a não ter receio de ser apenas aquilo que é e a não querer acomodar-se aos lugares comuns a que um cantautor em Itália deveria conformar-se para ser respeitado no meio artístico. Como ele próprio diz "o sucesso chegou no momento em que deixei de tentar alcançar o sucesso e ser reconhecido, e passei a criar música apenas pelo prazer que me dá." Na viagem que nos propõe através desta, como de outras músicas, no album Magellano tenta despertar-nos deste tipo de esquizofrenia, a superficialidade, mesquinhez e vaidade que caracteriza a nossa sociedade ocidental. Infelizmente, a maioria do público rejeita a crítica, mesmo que feita de forma ligeira, irónica e construtiva, e prefere criticar a aparência de um embrulho em vez de tentar descobrir o seu verdadeiro conteúdo.

      Eliminar
  2. Rui Ramos03:28

    Já só faltam 9 para batermos o recorde :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo10:31

      quem é que ainda não confirmou?

      Eliminar
    2. Anónimo11:28

      São Marino
      Hungria
      Moldávia
      Macedónia
      República Checa
      Bulgária
      Montenegro
      Albânia
      Israel

      Depois não sei como vai ser o caso do Cazaquistão e Kosovo. Mas este ano não podiam participar a china, os estados unidos... devido a alteração das regras?

      Eliminar
    3. Anónimo 11:28 - República Checa (ou Chéquia) já confirmou presença em Lisboa; quem ainda não o fez foi a Bósnia-Herzegovina.

      Eliminar
  3. MONTENEGRO CONFIRMOU!!

    ResponderEliminar
  4. E A BULGÁRIA TAMBÉM!!

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top