Apesar do Tbilisi Sports Palace ter sido avançado inicialmente como sede do Festival Eurovisão Júnior 2017, será o Olympic Palace a sediar o certame que contará com o regresso de Portugal.

10 anos depois da sua última participação, Portugal está de regresso ao Festival Eurovisão Júnior em 2017 (AQUI). Contudo, além do anúncio do lote de participantes e do novo sistema de votação, a EBU/UER anunciou também a mudança da sede do Junior Eurovision Song Contest 2017: o Tbilisi Sports Palace, com capacidade para cerca de 11 mil pessoas, foi substituído pelo Olympic Palace, com capacidade de 4 mil espectadores, por oferecer "melhores condições" para sediar o certame.



Construído aquando da organização do Festival Olímpico Europeu da Juventude na capital da Geórgia em 2015 (de realçar que Lisboa recebeu a edição de 1997 da competição multidesportiva que reúne jovens atletas dos 48 países membros da associação de Comités Olímpicos Europeus), o Olympic Palace é considerado um dos pavilhões mais modernos existentes no Cáucaso, recebendo diversas competições de andebol, basquetebol, voleibol e judo, entre outros.


A arena é constituída por dois recintos distintos: o maior tem capacidade para 3600 pessoas em eventos desportivos, enquanto que a mais pequena tem capacidade para 600 espectadores, sendo que as mesmas deverão ser utilizadas como arena principal e green room, respetivamente, tal como aconteceu na edição anterior em Malta. 


O estacionamento para 260 carros, bem como as salas de conferências (com capacidade entre 100 e 120 pessoas), as salas de imprensa e os diversos balneários existentes poderão ter sido fulcrais para a decisão da emissora estatal GPB e da União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER) para a mudança do local.

Saiba mais pormenores da arena AQUI.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: EBU/UER/OLympic Palace / Imagem: Olympic Palace / Vídeo: GPB

9 comentário(s):

  1. Anónimo22:08

    Basicamente não iam ter gente suficiente para a primeira opção

    ResponderEliminar
  2. Uma arena com 11.000 lugares era demasiado grande para o JESC, nem a Ucrânia conseguiu preencher os 10.000 lugares este ano...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo08:40

      Nem Portugal vai preencher sob 15.000 ou 17.000 que o Meo Arena tem, os bilhetes são muito caros, muito acima da média para espectáculos ao vivo, nem toda a gente está disposta a dar

      Eliminar
    2. Rui Ramos10:51

      Estas enganado. Lisboa vai ter uma invasão de espanhóis e franceses. Os bilhetes podem ser caros mas a cidade é mais barata que as suecas e Oslo que encheram as arenas rapidamente

      Eliminar
    3. Anónimo13:02

      Rui Ramos nao sou o anonimo acima mas vou te por a pensar: compara o dinheiro que a populacao Norueguesa e Sueca tem com o dinheiro dos portugueses...

      Eliminar
    4. Anónimo13:18

      É só videntes de alguidar por aqui...

      Eliminar
    5. Anónimo13:22

      Veremos então as Semifinais se não terão espaços vazios como aconteceu em quase todas as edições anteriores, a invasão francesa deve ser igual a que foi em Viena, eram muitos e não foram poucos bastantes até xD

      Eliminar
    6. Anónimo21:42

      Agora em Português por favor!

      Eliminar
  3. Anónimo13:07

    Só espanhois e Franceses? Que venham também os gregos pois sao bué de giros!

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top