A RTP irá revelar brevemente os nomes dos compositores convidados para participarem no Festival da Canção 2018. Quem serão os músicos escolhidos? O ESCPORTUGAL revela 20 nomes que poderiam constar da lista da RTP.


O Festival da Canção 2018 será composto por 20 canções, de autoria de outros tantos compositores. Destes, 17 foram convidados pela RTP, um foi convidado por Salvador Sobral e dois outros resultarão de concurso público aberto até 15 de setembro. Recorde as regras AQUI.

Na noite de ontem, publicámos os primeiros 10 nomes de compositores portugueses, potenciais participantes da edição de 2018 da seleção portuguesa para o Festival Eurovisão da Canção, pela primeira vez sediado em Portugal. Recorde o artigo AQUI. Seguem-se outros 10:

Júlio Resende

Júlio Resende começou a tocar aos 4 anos de idade. Tem um background na Música Clássica, mas o fado também é uma paixão. É disso exemplo o álbum editado em 2013 - “Amália por Júlio Resende”. Cantar as melodias com o piano, em vez de as acompanhar apenas. Acompanha Salvador Sobral nos seus concertos a solo e é o criador do grupo Alexander Search, também com Salvador na voz.





Nuno Gonçalves

Fundador da banda The Gift, um dos projetos mais criativos do país. No seu reportório, escrito na sua grande maioria em inglês, estão temas como ‘Ok! Do you Want Something Simple?' (1998), 'Driving You Slow' (2004) e 'Fácil de Entender' (2006). Em 2009 lidera 'Hoje', um projeto pop criado para o lançamento de um disco - o álbum Amália Hoje - com a reinterpretação de fados de Amália Rodrigues à luz da sonoridade pop. Participou no FC2017, ganhando o televoto da final com a canção “Nova glória”. Merece estar no FC2018.





Afonso Rodrigues (Sean Riley) 

Tudo começou em 2007 com a edição de ‘Farewell’, onze canções que projetaram a banda Sean Riley & The Slowriders como autores e compositores daquela que foi considerada “uma das melhores estreias discográficas da história da música produzida em Portugal”. O segundo álbum “Only Time Will Tell” foi aclamado pela crítica, sustentado com grandes prestações ao vivo, caso do sucesso alcançado nos festivais de Paredes de Coura e Alive, e com dois discos editados no Benelux. Em 2016 regressam aos discos e este ano em diversos festivais de verão.






Mishlawi

Nascido nos Estados Unidos da América mas criado em Cascais desde os 10 anos de idade, Mishlawi está associado à Bridgetown – agência à qual pertencem nomes como Richie Campbell, Plutónio ou Dengaz. Deu nas vistas estes ano no festivais de Zambujeira do Mar, Crato e Sol da Caparica.






Mitó Mendes e Sandra Baptista (Señoritas)


Señoritas é o novo projeto de Mitó Mendes (A Naifa) e Sandra Baptista (A Naifa / Sitiados). Foi na conclusão de que partilhavam o gosto comum de ensaiar, compor e tocar juntas que nasceu este projeto. Desta vontade, surgiu um conjunto de canções que giram em torno de um universo feminino e tendencialmente urbano. Mitó fez parte também do grupo de artistas que concebeu e participou nos concertos de homenagem a Dina.





David Fonseca

Uma das mais carismáticas vozes da música portuguesa. É compositor de méritos firmados. O seu nome é indissociável ao da banda a que deu voz, o grupo Silence 4 – extinto em 2002. "Futuro Eu” é o primeiro álbum de David Fonseca cantado em português lançado em 2015, considerado o melhor trabalho discográfico desse ano. Fã assumido de David Bowie, coordenou o disco de tributo que reuniu várias vozes nacionais, como Afonso Rodrigues (Sean Riley), Ana Moura, Aurea, António Zambujo, Camané, Catarina Salinas (Best Youth), Márcia, Marta Ren, Manuela Azevedo, Rita Redshoes, Rui Reininho e o próprio David Fonseca.





Ed Rocha Gonçalves (Best youth)

Best Youth é uma banda portuguesa, natural do Porto, formada por Ed Rocha Gonçalves e Catarina Salinas. Em 2015, após dois anos de trabalho, este duo lançou o seu primeiro álbum de originais denominado Highway Moon. Pode ser descrito como compositor de temas electronic indie rock e dream pop.





João Pedro Coimbra

Líder e fundador dos Mesa, que teve como primeira vocalista Mónica Ferraz e desde 2012 Rita Reis, ex-Nonstop. Em 1992 iniciou carreira com o Ballet Teatro do Porto e Orquestra de Jazz do Porto. Entre 1993 e 1996 integra os Bandemónio de Pedro Abrunhosa e, depois, colabora com os Três Tristes Tigres e os Coldfinger. Um dos seus últimos sucessos "Asteroide" foi um sucesso nas playlists das rádios nacionais. Participou no FC2017 com a única canção em inglês a conseguir um lugar na final.





Diogo Piçarra

Diogo Piçarra surge no panorama da música portuguesa como cantor, intérprete, músico, produtor, escritor e artista. Em 2007 compõe as primeiras canções. Depois de participar em programas caça-talentos, consegue o reconhecimento nacional no seu primeiro álbum “Espelho” que alcança o top dos mais vendidos em Portugal. O mesmo sucesso em 2017 no seu segundo álbum "do=s". Compõe também para outros intérpretes.





Carlos Silva e André Reis (Karetus)

Os Karetus são Carlos Silva e André Reis. Ganharam notoriedade com o primeiro trabalho “Entrudo”. Em 2015 surge “Piñata”, álbum aclamado pela crítica. Deram mais de 150 concertos nos primeiros tempos, não só em Portugal. Para além de temas próprios, de destacar as parcerias com outros artistas, como Agir e Diogo Piçarra.






PRIMEIRA PARTE DO ARTIGO ESPECIAL AQUI

Convidamos os leitores a comentar e a dar as suas próprias sugestões em baixo. 


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

45 comentário(s):

  1. Anónimo13:16

    É óbvio, como aconteceu o ano passado, o ESCPortugal já sabe os nomes definitivos, mas na impossibilidade de os revelar (são profissionais e honestos, esta gente da minha terra!), cria este joguinho, que me está a assustar, apesar de poder haver surpresas agradáveis. Como Portugal joga em casa, não havendo viagens à borla e férias pagas, há quem não queira participar, entre compositores e intérpretes, o que pode vir a revelar um autêntico pesadelo de FC! No entanto, até ao FC estou minimamente confiante, afinal todos conhecemos o trabalho da RTP neste campo, ao longo de 40 anos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui Ramos13:27

      Em 2017 a RTP fez um trabalho excelente, melhor resultado seria impossivel!!! :)
      Confio no mesmo bom trabalho para 2018, ate porque estao a trabalhar com tempo

      Eliminar
    2. Anónimo14:07

      Anónimo das 13:16h, eu acho que é precisamente o oposto... Por Portugal jogar em casa este ano, o FC 2018 vai provavelmente ser um dos melhores de sempre, senão o melhor! Para começar, quem não quer ser o representante de Portugal num ESC realizado em solo luso? Para além disso, toda a Europa vai olhar para o FC com bastante interesse, pois trata-se do anfitrião do concurso e muita gente quererá saber como Portugal fará o espetáculo televisivo, podendo ser uma espécie de "ensaio geral" para o ESC. Só por isso, será uma grande montra para todos os concorrentes.

      Dos nomes apresentados pelo ESCPortugal, estou bastante satisfeito. Muitos são dos maiores nomes da música nacional da atualidade e outros, apesar de não serem tão conhecidos, têm produzido temas de enormíssima qualidade. Claro que Ricardo Landum seria, na minha opinião, uma péssima escolha! Mas, todos os restantes têm qualidade.

      Eliminar
    3. Anónimo14:10

      Ehehe "Como Portugal joga em casa, não havendo viagens à borla e férias pagas, há quem não queira participar" Recusam-se a participar porque este ano o ESC é em Lisboa e assim não vão viajar à borla??!!!...
      De facto essa deve ser mesmo a maior preocupação dos compositores convidados...

      Eliminar
    4. Caro leitor das 14.07, chamamos a atencao que esta nao é a lista oficial da RTP, apenas nomes de compositores que gostaríamos de ver no concurso. Saudações festivaleiras

      Eliminar
    5. Anónimo15:53

      ESCPortugal, eu tenho plena noção que esta não é a lista oficial, mas se forem confirmados muitos destes nomes, seriam muito bem-vindos ao festival!

      Saudações festivaleiras,
      Anónimo das 14:07h

      Eliminar
  2. Anónimo13:25

    Pena nao ser verdade. Mas acredito que alguns destes possam estar mesmo no FC2018

    ResponderEliminar
  3. Anónimo14:24

    Uma outra sugestão, talvez tardia, Teresa Salgueiro (ex vocalista dos Madredeus, mas as suas músicas ainda têm alma de Madredeus)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui F14:41

      Imaginam se o Rodrigo Leão é um dos compositores (ex-Madredeus) e convida como intérprete Teresa Salgueiro (ex-Madredeus)? Bom, eu sei, eu sei, UTOPIA. Mas sonhar é sempre possível.

      Eliminar
  4. Anónimo14:41

    Confesso que há aqui nomes que nunca pensei serem propostos/sugeridos por um site de eurofãs

    ResponderEliminar
  5. Anónimo14:51

    Regulamento do FC: "Poderão concorrer a este lugar todos os cidadãos de nacionalidade Portuguesa ou estrangeira residentes no nosso País"
    Cheira-me a Mishlawi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:01

      fds sou um grande fa dele, quem me dera!!

      Eliminar
  6. Anónimo15:20

    Convidar o Mishlawi seria um erro. Não porque seja um mau compositor, pelo contrário, seria algo diferente (e bom) de se ouvir no FC. Mas ele compõe em Inglês e o júri iria arrasá-lo por esse mesmo motivo. Viu-se o que aconteceu à Lisa Garden este ano e o que o Júlio Isidro disse.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:10

      Nunca se sabe...de certeza que já lhe passou pela cabeça fazer alguma canção na nossa língua, mesmo para o próximo album, até porque grande parte dos fas dele são portugueses(e russos). Ele sabe escrever e falar em portugues...seria uma boa oportunidade. Continuarei a sonhar xD

      Eliminar
    2. Anónimo19:22

      A Lisa Garden simplesmente não foi forte o suficiente, até no televoto ela não se saiu muito bem

      Eliminar
    3. Ricardo Alves09:19

      Acho que isso nao tem a ver. Em 2017 houve compositores que normalmente compoem pars cancoes em ingles que pars o fc escolheram uma letra em português.

      Eliminar
  7. Anónimo15:22

    O Júlio Resende seria tão, tão bom!

    ResponderEliminar
  8. Anónimo16:54

    Sugestão: Ed Rocha Gonçalves, dos Best Youth.

    ResponderEliminar
  9. Anónimo17:57

    Yess obrigado por terem incluído o Mishlawi! :p

    ResponderEliminar
  10. Anónimo18:35

    Será que o Nuno Gonçalves volta?

    Anyway deixo aqui algumas sugestões..:

    Diana Monteiro. Ela lançou recentemente um single chamado "Aguentar", por favor falem nela ESC Portugal.

    André ViaMonte

    ÁTOA

    Edmundo Vieira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:52

      essa Diana Monteiro que falas é a mesma que esteve nas Just Girls? Pensava que nenhuma delas ainda estava no mundo da musica

      Eliminar
  11. Anónimo19:26

    Diogo Piçarra duvido que participe...cheira-me que o FF vai ser convidado.

    Gostava de ver o Siraiva na lista.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ricardo Alves19:33

      FF é compositor?

      Eliminar
    2. Anónimo19:34

      19:33 Sim, o FF também é compositor.

      Eliminar
    3. Anónimo22:53

      se quiserem também que eu acrescente à lista, o FF é também professor numa escola de música xD já não me lembro é de que instrumento

      Eliminar
  12. Anónimo19:42

    Sei q muita gente considera-o azeiteiro mas o TT foi um cantor de r&b que vendeu bem no mercado nacional ha uns anitos quando os MCA passavam na TV. Não sei onde andará agora, mas até curtia vê-lo no FDC. *Lady deixa-te levar, Dança este Som, etc.*

    Da lista agradam-me quase todos. Se o João Coimbra lá estiver, espero que escolha um cantor com garra e voz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:54

      ok, pelos vistos o TT continua a fazer musica.

      Eliminar
    2. Anónimo22:57

      O TT! Fico contente por alguém em pleno 2017 se ter lembrado dele!
      Confesso que r&b não é o meu estilo, ouço poucas vezes esse tipo de músicas e na altura do TT eu também era assim, contudo curiosamente naquela fase em que ele fartou se de vender, era dos meus artistas preferidos. Adorava as suas músicas e se for preciso ouço-as em 2017 e ainda gosto.
      Posto isto, não me importava nada de ter o TT no FC, ainda para mais se fosse com algo de qualidade semelhante ou até mesmo superior.

      Eliminar
    3. Anónimo23:45

      22:57 Fico feliz por encontrar alguem que goste dele. Sim, na altura vendeu pa caraças e passava sempre na rádio. Era bom cantor e dançava bem. Depois desapareceu, nem cheguei a perceber porque mas fiz uma pesquisa e pelos vistos continua no mundo da musica. Se puderes ouve a cançao que ele lançou recentemente - OHNANAHE. Notas que mudou um bocado e que se adaptou aos tempos, mas gostei do estilo. Seria excelente te-lo no FC, nem que fosse só como compositor. O gajo tem um dom natural para criar musicas catchy, com ritmo. Assino por baixo tudo o que escreveste.

      Eliminar
    4. Anónimo00:21

      já agora ouve tambem o TT- Festejar

      Eliminar
  13. Anónimo19:55

    E porque não o Tatanka ("The Black Mamba")...? Fez um belo trabalho nas galas das 7 maravilhas aldeias.

    ResponderEliminar
  14. Anónimo22:02

    Posso acordar deste sonho ?

    ResponderEliminar
  15. Anónimo22:58

    Só sei que estou feliz por ver aqui novamente o Nuno Gonçalves e espero que seja um bom presságio. Já o ano passado fiquei radiante com essa notícia e espero que caso aconteça, que desta vez a história seja diferente e que seja uma música dele a vencer!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:38

      ...que seja ele a vencer, mas unicamente se a música dele for a melhor! O que não era o caso de Nova Glória.

      Eliminar
    2. anónimo 22:5822:45

      "mas unicamente se a música dele for a melhor!" - Sim, exato. Como acredito no potencial dele, devido as músicas que faz, apoiarei sem duvida para que saia dali a musica vencedora! Contudo, discordo contigo, pois para mim "Nova Glória" (e umas outras) continua a ser a melhor música que lá estava este ano. O Salvador ganhou é verdade, e sinto-me bastante contente por ter o ESC cá, mas apenas isso! Porque não é por ele ter ganho que agora vou fazer joguinho sujo a dizer que a música dele é a maior quando não achava.

      Eliminar
  16. Anónimo23:00

    esc portugal, este ano haverá "a escolha é sua"? espero que sim, e deixo já agora a sugestão de fazerem também algo parecido para escolhermos compositores :)

    ResponderEliminar
  17. Anónimo23:03

    João Pedro Coimbra + Luciana abreu...com uma música bem pop.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo14:05

      Que horror... a Luciana Abreu já mostrou aquilo de que não é capaz na Eurovisão. Deixem-na estar sossegada.

      Eliminar
    2. Anónimo14:51

      14:05 que horror é o seu comentário. Quem lhe dera a si e a muitos outros terem o vozeirao que a Luciana tem. A Luciana nao conseguiu ser bem aproveitada ainda, ha muita gente que tem um preconceito enorme contra ela, mas depois apoiam Catarinas Pereiras que só desafinam ao vivo. A Luciana com uma boa musica e coreografia calava muitas bocas.

      Eliminar
    3. Anónimo14:55

      E digo-lhe mais...o que a luciana mostrou nao foi nem metade do que ela consegue fazer. Já para não falar que foram outros tempos e o estilo dela mudou. O salvador foi aos idolos e toda a gente o julgava até ele mostrar outra coisa completamente diferente...as pessoas conseguem surpreender-nos. A luciana só precisa de encontrar uma luísa, alguem que a guie.

      Eliminar
    4. Anónimo14:25

      Tb acho que a Luciana foi mt mal aproveitada.

      Eliminar
    5. Anónimo14:17

      Independentemente de gostar ou não do estilo (eu, pessoalmente, não aprecio), a verdade é que ela desafinou imenso quando foi à Eurovisão. Não parece lidar bem com a pressão.

      Eliminar
    6. Anónimo16:22

      14:17 Está a falar da Luciana? Ela raramente desafina e nessa altura era uma miuda, não tinha a experiencia e maturidade que tem agora. Que comparaçao, nao acha? Já para nao falar que os microfones estavam com um problema, e dançaram imenso. A Luciana lida muito bem com a pressão, o que voce escreveu aplica-se à Catarina(das duas vezes que foi ao FDC desafinou) e não à Luciana.

      Eliminar
  18. Anónimo16:43

    Best Youth já mostrou o que vale, tanto em palcos nacionais como internacionais (veja-se, por exemplo, sua participação no Eurosonic Noorderslag 2017: www.youtube.com/watch?v=hxKH3L3fU5Y ). Muito tinta correu aquando dos Concertos DINAMITE - Homenagem à Cantora e Compositora Dina, uma vez que eles nunca cantaram em Português. Os elogios se seguiram após os mesmos (para recordar o concerto no Porto: http://www.escportugal.pt/2016/03/ao-vivo-obrigado-dina.html). Além do mais, a Catarina Salinas foi uma das participantes na homenagem ao David Bowie (https://www.youtube.com/watch?v=SCaV0qbB7vg) e convidada especial do Miguel Araújo, para uma canção na Língua de Camões (www.youtube.com/watch?v=u_DUTqzF_Rw). Arrisco em dizer, dando um tiro no vazio, que merecem estar na Final em Guimarães e em vencer o FC, uma vez que eles não brincam em serviço! Quem dera que eles participem no FC, só ganharia a Música Portuguesa! Namasté.

    ResponderEliminar
  19. Anónimo22:52

    Outra boa sugestão seria o André Tentúgal (We Trust).

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top