A EBU/UER revelou, numa breve declaração, que a emissora ucraniana UA:PBC será multada devido aos atrasos na organização do Festival Eurovisão, bem como à falta de cooperação para assegurar a participação da Rússia.

Numa breve declaração divulgada na manhã desta quinta-feira, a União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER) comunicou a decisão de aplicar uma "multa substancial" devido aos atrasos na organização do Festival Eurovisão, bem como a falta de cooperação com o organismo máximo no que diz respeito à participação da cantora russa, Julia Samoylova.

"Como resultado, a atenção desviou-se da competição e a reputação da marca Eurovision Song Contest ficou em perigo (e continua). Portanto, o comité da direção do concurso decidiu que a UA:PBC, organismo de radiodifusão da Ucrânia, deveria receber uma multa substancial" pode ler-se no comunicado, apesar do valor da multa não ter sido revelado. 

Contudo, esta não deverá ser a única sanção a ser aplicada pela EBU/UER devido ao Festival Eurovisão: é expectável que, nos próximos dias, sejam reveladas as sanções às emissoras da Ucrânia e da Rússia devido aos problemas em torno da participação de Julia Samoylova no certame.


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCToday / Imagem: Depo.ua


9 comentário(s):

  1. Anónimo14:43

    "Como resultado, a atenção desviou-se da competição e a reputação da marca Eurovision Song Contest ficou em perigo" segundo me lembro a novela começou em 2016 quando a EBU permitiu a participação e consequente vitória de uma canção com conteúdo marcadamente politico. Mas presumo que estejam a precisar encher os cofres... as politiquices do costume.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo14:52

    E que tal uma multazinha às emissoras do Azerbaijão e da Arménia, por ano após ano (coincidência das coincidências) terem elementos do júri sistematicamente a dar o último lugar à canção um do outro e até comentadores que ignoram o nome do país, da canção e do intérprete quando é a vez da atuação? Bom, e que tal uma multazinha, mesmo que muito pequenina, simbólica, aos júris que da semifinal para a final mudam consideravelmente a sua votação? Que na final prefiram canções da semifinal em que não votaram percebe-se em absoluto, mas que na final mudem bastante a ordem das suas preferências quanto às canções da eliminatória em que votaram é estranho. E aqui também Portugal pagaria alguma coisinha...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15:32

      Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    2. Anónimo17:15

      15:32 - Só que há quem emita a sua opinião sem ser grosseiro... Interessante como o seu comentário foi publicado e outros sem vulgaridades são censurados...

      Eliminar
    3. Anónimo20:42

      anónimo das 17:15 agora que o Salvador lançou o trending as vulgaridades são o novo must da nação!! Até a elite cultural lhes dirige elogios e poemas!! ahahah ( não li o comentário acima já apagado pelo administrador do blog )
      A hipocrisia no seu expoente máximo, aqui censuram a liberdade de expressão e a autenticidade, no Meo Arena aplaudem-se piadas de peidos!! Talvez se eu aprender a tocar trompeta e ganhar um micro de plástico no ESC! ahahha

      Eliminar
  3. Diogo gaspar15:54

    Portugal deveria pagar uma multa alta por andar a falar mal da estonia

    ResponderEliminar
  4. A Estónia deveria pagar uma multa por andar a falar mal de Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:47

      como assim? aonde eles falaram mal?

      Eliminar
  5. Anónimo20:10

    Acho muito bem.. E tem muita sorte de nao ficarem impedidos de paryicipar como fizeram á Russia.. Mas bom, a EBU foi levezinha ainda bem porque gosto das entradas ucranianas sempre(exceto este ano)

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top