O diretor de entretenimento da emissora SVT justificou a ausência da Suécia na edição inaugural do Eurovision Choir of the Year: "A emissora está concentrada em outros grandes projectos musicais e culturais".

Nove países estarão a concurso na primeira edição do Eurovision Choir of the Year que terá lugar a 22 de julho em Riga. A emissora estatal da Suécia, um dos países com maior sucesso no Festival Eurovisão, declinou o convite da EBU/UER para entrar na competição, sendo que o diretor de entretenimento da emissora explicou a decisão: "A Suécia não estará a concurso porque a emissora está concentrada em outros grandes projetos musicais e culturais" alegando problemas de grelha de programação para a não-participação.

Por outro lado, Matthew Trustam, representante da União Europeia de Radiodifusão, explicou, em entrevista à Sveriges Radio, a importância do novo concurso: "Trata-se de realçar os talentos da Europa para um público mais amplo e inspirar as pessoas para que comecem a cantar. Não custa nada e nem precisa de formação para cantar num coro (...) O canto coral é uma forma de arte muito democrática que precisa de ser amplamente compartilhada e comemorada".

Alemanha (WDR), Áustria (ORF), Bélgica (RTBF), Dinamarca (DR), Eslovénia (RTVSLO), Estónia (ERR), Letónia (LTV), Hungria (MTVA) e País de Gales (S4C) são os nove países confirmados no concurso. Os coros a concurso terão um desempenho de até 6 minutos, algo que poderá incluir várias obras, de qualquer género, mas que "uma parte reflicta o seu carácter nacional ou regional".


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: Sveriges/ Imagem: SVT

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top