Kolinda Grabar-Kitarović, Presidente da República da Croácia, felicitou Marcelo Rebelo de Sousa pela vitória de Salvador Sobral, representante de Portugal, no Festival Eurovisão 2017.

No primeiro de dois dias de visitas de Estado à Croácia, o Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa foi recebido pela sua homóloga, Kolinda Grabar-Kitarović, no edifício da Presidência em Zagreb. Os dois estiveram reunidos durante vários minutos, sendo que, depois, foi realizada uma conferência de imprensa conjunta.

A Presidente croata tomou a palavra dizendo que durante o encontro com Marcelo Rebelo de Sousa se esqueceu de dizer "uma coisa muito importante", acrescentando que "Queria felicitar vossa excelência pela vitória na Eurovisão". O Presidente português sorriu, tendo defendendo, posteriormente, que a canção portuguesa venceu "largamente por ser uma canção romântica", realçando que esta é uma das características que une os dois países.

Na Grande Final do Festival Eurovisão, a Croácia atribuiu a Portugal um total de 17 pontos: 10 provenientes do televoto e 7 do júri. Por outro lado, o júri e o televoto de Portugal não atribuíram qualquer pontuação à Croácia, que terminou na 13.ª posição com 128 pontos. Recorde, de seguida, as atuações dos dois países:




 Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: Expresso/ Imagem: Expresso/Vídeo: eurovision.tv

2 comentário(s):

  1. Anónimo16:57

    nunca pensei que o facto de um país ganhar na eurovisão chegasse a ser assunto dos políticos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:45

      E esse foi (e ainda é? Parece que vai deixar de ser agora, pelo menos espero eu) um dos grandes problemas cá em Portugal.
      Em todos os países a eurovisão é assunto de parlamento e é foco de muitas intervenções políticas. Isto porque é a imagem de um país que está sempre em causa. Coisas tão simples como erros de inglês nas votações são encaradas seriamente (veja-se o exemplo dos Oit points de Espanha, por exemplo) pelos políticos.
      Só cá em Portugal é que estava tudo alheio, infelizmente e estupidamente, a meu ver.
      Parece que agora isto vai tudo mudar!

      Eliminar

Temas em Destaque

 
Top