O cantor croata Jacques Houdek utilizou as redes sociais para lamentar a falta de apoio das autoridades locais e dos jurados dos países vizinhos: "A falta de apoio dos jurados dos nossos vizinhos foi vergonhosa".

Uma semana depois da Grande Final do Festival Eurovisão 2017, o cantor croata Jacques Houdek utilizou as redes sociais para agradecer aos seus fãs pelo apoio na jornada eurovisiva que culminou com o 13.º lugar com 128 pontos, o melhor resultado do país desde 2006. "Nós não conseguiríamos ter feito nada sem o vosso apoio. Toda a energia que deixámos em palco veio do vosso apoio diário... Esperamos que vos tenhamos deixado honrado" escreveu, elogiando a delegação do país em Kiev: "entre toda a equipa não houve qualquer atrito nem energia negativa: o nosso objetivo era claro e estávamos totalmente focados nele".

Contudo, Jacques Houdek garante que o sucesso poderia ter sido maior se tivesse existido apoio dos jurados dos países da região dos balcãs: "Vi as votações destes países com amargura (...) Entre as delegações nunca houve qualquer amargura e todos nos apoiaram quando conseguimos ser o único país da região na Grande Final (...) Sem qualquer falsa modéstia, apresentamos a melhor música no concurso e fomos assim recompensados pelos «especialistas». A falta de apoio dos jurados dos nossos vizinhos foi vergonhosa. Com o apoio deles teríamos o top10 e talvez pudéssemos sonhar mais alto. Sinto pena... Mas por outro lado, a maioria desses países deram-nos a pontuação máxima do público, o único indicador realista do sucesso".

Porém, as críticas não ficaram por aí: "Desengane-se quem acha que recebemos apoios do Estado. (...) Durante meses escrevemos à nossa querida Presidente, que recusou receber-nos antes de ir para Kiev (...) Hoje em dia, vejo-a ostentar lindos vestidos e com uma boa maquilhagem e um bom arranjo de cabelo. Parabéns! O nosso presidente precisa de investir em si mesmo... Infelizmente vejo-a ativa nas redes sociais, mas ainda não encontrou tempo para nos apoiar, felicitar ou apenas louvar o nosso sucesso no concurso." revelou, descrevendo que também o Chefe de Governo e o Presidente da Câmara de Zagred não responderam aos emails. "Eles vão lembrar-se de nós... quando houver eleições. (...) Nós não precisamos de apoios financeiros. Em primeiro lugar e acima de tudo, queríamos apoio moral. Merecíamos melhor do que o que recebemos deles" revelando que o Turismo da Croácia, o Ministérios do Turismo e o Ministério dos Negócios Estrangeiros e Assuntos Europeus foram os únicos órgãos que apoiaram a candidatura.


Representada por Jacques Houdek e "My Friend", a Croácia terminou em 13.º lugar com 128 pontos, tendo sido a 9.ª candidatura mais votada pelo público (103 pontos) e a 22.ª na votação do júri (25 pontos). No que diz aos júris nacionais dos países da região dos Balcãs, a Croácia apenas recebeu pontos de Montenegro (5); por outro lados, foi a candidatura mais votada pelo público da Eslovénia (12) e Montenegro (12), sendo bastante pontuado pela Albânia (7), ARJ Macedónia (10) e Sérvia (5). Recorde a atuação de seguida:



Esta e outras notícias também no nosso Facebook. Visite já!
Fonte:  JacquesHoudek / Imagem e Vídeo: eurovision.tv

18 comentário(s):

  1. Anónimo09:55

    Vota se em canções ou em países?

    ResponderEliminar
  2. Anónimo10:08

    Vergonhoso é ir para a Eurovisão a contar com pontos vindos dos vizinhos...

    ResponderEliminar
  3. Não Croácia não. Mau gosto

    ResponderEliminar
  4. Anónimo10:13

    Lá está, a ideia (e realidade) dos vizinhos terem que pontuar, independentemente da qualidade da música. E depois ainda querem que se leve a eurovisão a sério.
    E dizer que a canção dele era a melhor a concurso?? LOL Muita sorte teve com o televoto.
    Para mim o juri (em geral) este ano falhou sobretudo em duas coisas: altas pontuações para a Austrália (nem à final devia ter ido, devia ter sido a finlandia) e altas pontuações à Suécia.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo10:25

    Esse gajo tem uma lata ao lamentar-se da falta de pontos dos juris vizinhos... Por mim ficou bem acima do que merecia.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo11:03

    Enfim.. Melhor cançao da ediçao? Isso e que é ter confiança.. Se nao vos deram pontos e porque nao gostam e acham a musica nada de especial...
    Quanto a isso da presidente e etc,.. Aplaudo te por teres coragem de revelar quem ela é.. De pessoas assim nao precisa um país... Ostentar se com luxos de vestidos sim mas ajudar a participacao da croacia nada...

    ResponderEliminar
  7. Anónimo11:36

    A melhor música?? :)) :)) Que piroseira! Que pessoa mais convencida. Querido, na Eurovisão não tens de estar à espera de votos dos países vizinhos, se foi a melhor música deste ano porque não tens confiança suficiente para dizeres que podias ganhar com os votos de todos os outros países?

    ResponderEliminar
  8. Anónimo11:53

    Bem, de facto não se pode acusá-lo de falsa modéstia... Mas dizer que tinha a melhor música como se fosse uma verdade universal, isso é completamente ridículo! Ele tem todo o direito de preferir a sua canção às restantes, mas vir fazer choradinhos aos jurados dos balcãs por terem votado nas músicas que acharam serem as melhores em vez de depositarem os seus votos no vizinho e amigo do peito, é ter um mau perder desgraçado... Afinal, isto ainda é um concurso de música e não de favores... Este tipo revela uma personalidade ao nível da sua música: mediúcre!

    ResponderEliminar
  9. Anónimo13:14

    este é hilariante, queria ser pontuado por vizinhismo...nunca tinha acompanhado o pós- eurovisão mas é cómico. desde a azia sueco-romena e gora este sem noção

    ResponderEliminar
  10. Esta a espera dos vizinhos. Ai Croácia estas pior que a romenia

    ResponderEliminar
  11. Anónimo14:37

    Eu até digo que os vizinhos foram bons demais. Para aquela actuação... nem um pontico eu dava.

    ResponderEliminar
  12. Anónimo15:36

    Epá, mas que chatice quando os vizinhos nao votam uns nos outros! Oh Jacques, nunca pensei isso d ti xDD
    Que comentario sem cabimento, enfim

    ResponderEliminar
  13. Anónimo00:27

    Uma das razões de o juri existir é precisamente para avaliar música independentemente de onde vem, já que o televoto está minado pelo vizinhismo.

    ResponderEliminar
  14. vergonha foi ter "roubado" a música ao amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:05

      A que amigo é que roubou a Música? Desculpa, não estou a par... Ando a leste.

      Eliminar
    2. Anónimo23:06

      Anedota! Por este andar, a Espanha pergunta porque não lhe demos 12 pontos...

      Eliminar

Temas em Destaque

 
Top