Sabe quantas mulheres venceram o Festival da Canção? E quem teve a maior vitória da história do concurso? E há quantos anos um artista alentejano não vence o certame? Saiba tudo isso e muito mais no ESPECIAL preparado exclusivamente para si!

Instaurado em 1964 como Grande Prémio TV da Canção Portuguesa, o Festival da Canção tem sido, ao longo dos anos, um dos palcos mais mediáticos e importantes da história da música em Portugal. O concurso conta com 51 edições, número que não é unânime, tendo em conta que as seleções internas de 1988 e de 2005 são contabilizadas pelo organismo responsável, a RTP, como edições do Festival da Canção.

Divergências à parte, o Coliseu dos Recreios recebe, esta noite, a Grande Final do Festival da Canção 2017, certame que terá a responsabilidade de eleger os representantes de Portugal no Festival Eurovisão, em Kiev. 

Será que a história do concurso poderá ser um indicador para os resultados da gala? Qual será o género dominador no Festival da Canção? E quantas vezes a gala foi apresentada por duas mulheres? Recorda-se das duas edições anteriormente sediadas no Coliseu dos Recreios? Saiba tudo isso no ESPECIAL do ESCPortugal exclusivamente preparado para si:

Coliseu dos Recreios recebe o seu terceiro Festival da Canção
Apesar de ser uma das salas mais emblemáticas da capital portuguesa, o Coliseu dos Recreios apenas recebeu duas edições anteriores a 2017. A primeira aconteceu em 1985, edição ganha por Adelaide Ferreira e que marcou a estreia de Nuno Feist, compositor finalista no FC2017, nas lides festivaleiras; doze anos depois, em 1997, também na temática do aniversário da RTP, o local voltou a sediar o certame que elegeria Célia Lawson como representante de Portugal no Festival Eurovisão.


1988 é o único ano com dois 'Festivais da Canção'
Um dos anos que causa confusão na contagem do número de edições do Festival da Canção é 1988, tendo em conta que a RTP contabiliza duas edições do certame quando foi realizado o Prémio Nacional de Música e a posterior seleção interna. Nesse ano, a RTP descartou a realização do Festival da Canção, tendo convidado cinco compositores consagrados para apresentarem um tema para uma seleção interna à qual se juntou o tema vencedor do Prémio Nacional de Música, 'Deja vu' interpretado por Dora. Posteriormente, a cantora foi a escolhida para representar Portugal no Festival Eurovisão com Voltarei, tema composto por José Calvário, um dos convidados da RTP.


As mulheres lideram, destacadas, o número de vitórias no certame
Em 49 edições do Festival da Canção, as mulheres detêm um total de 25 vitórias no certame, cerca de 51% do total. Por sua vez, os homens venceram em 14 ocasiões (a última vez que um homem venceu o Festival da Canção a solo foi em 1999), enquanto que houve 10 grupos/duos a representar Portugal no Festival Eurovisão após vencerem o certame nacional.


O Festival da Canção de 1980 marcou o arranque das emissões a cores da RTP
A 7 de março de 1980, a RTP iniciou as suas transmissões a cores, sendo que o início foi mesmo na transmissão do Festival da Canção. A edição, realizada no Teatro São Luíz, elegeu José Cid como representante de Portugal no Festival Eurovisão em Haia.


Sara Tavares conquistou a vitória mais folgada da história...
Além de ser detentora de uma das melhores marcas de Portugal no Festival Eurovisão, Sara Tavares entrou anteriormente na história do Festival da Canção: a cantora arrebatou a pontuação máxima de todos (!) os 22 júris da edição, algo inédito na história do concurso, terminando com 220 pontos. Na segunda posição, com menos 84 pontos, ficou Pedro Miguéis com Todos Nós Alguma Vez.




... e os Nevada conquistaram a vitória pela diferença mínima
Na única edição cuja final foi realizada fora do território continental, o duo Nevada entrou na história do certame ao vencer por apenas um ponto de diferença. Os representantes portugueses no Festival Eurovisão de 1987 conquistaram, no Casino Park Funchal, um total de 116 pontos, enquanto que Glória, com Hora a Hora, Dia a Dia arrecadou 115 pontos, sendo caso único na história do concurso.


Sílvia Alberto aproxima-se do recorde de Eládio Clímaco
Apresentadora das Grandes Finais do Festival da Canção desde 2008, exceptuando-se a edição de 2015 em que apresentou uma das semifinais, Sílvia Alberto realiza, esta noite, a sua sétima apresentação da Grande Final do Festival da Canção, tornando-se a apresentadora a guiar mais edições num menor período de tempo. Contudo, a apresentadora fica apenas a uma apresentação de igualar Eládio Clímaco, um dos maiores ícones apresentadores nacionais que conduziu 8 edições do Festival da Canção entre 1976 e 2006.


Todos os finalistas do Festival da Canção são estreantes na competição a solo
Pela primeira vez desde 2006, nenhum dos finalistas do concurso repete a participação a solo. Celina da Piedade, finalista do concurso, integrou o grupo Homens da Luta no Festival da Canção 2011, enquanto que Lena d'Água integrou os coros da edição de 1977. Contudo, estas serão as suas primeiras participações a solo.


Nuno Feist é o único compositor repetente na Grande Final
Depois da eliminação de Jorge Fernando nas semifinais do concurso, Nuno Feist é o único compositor que repete a participação numa Grande Final do Festival da Canção. O compositor de 'Poema a Dois' esteve presente nas edições de 1985 (como cantor) e 1995, 2007, 2008, 2010-2012, 2014-2015, conquistando sempre o apuramento para a Final do certame. João Só e Héber Marques, eliminados nas semifinais, nunca conseguiram apurar-se para a Grande Final do concurso.


Apenas Filipa Sousa venceu com o consenso das duas votações do modelo atual
Aplicado pela primeira vez em 2006, o sistema de votação 50/50 entre o televoto e um júri (seja de sala ou distrital) foi utilizado em cinco ocasiões; contudo, apenas existiu consenso em 2012 quando Filipa Sousa venceu o televoto e a votação do júri distrital. Em 2006, 2009 e 2010, os favoritos da votação do júri (Nonstop, Flor de Lis e Filipa Azevedo, respetivamente) venceram o Festival da Canção, em detrimento das candidaturas mais votadas pelo público, Vânia Oliveira, Luciana Abreu e Catarina Pereira, respetivamente. Por sua vez, em 2011, os Homens da Luta, vencedores da votação do público, venceram a competição, deixando para trás Nuno Norte, candidato mais pontuado pelo júri.


Tonicha é a única alentejana vencedora do Festival da Canção
É um dos mais antigos recordes do Festival da Canção e poderá ser alcançado esta noite: o último (e único) alentejano a vencer o Festival da Canção foi Tonicha em 1971. Jorge Benvinda, nascido e residente em Beja, poderá tornar-se o segundo alentejano a conquistar o direito de representar Portugal no Festival Eurovisão... Apesar de garantir ser 'uma alentejana de coração', Celina da Piedade nasceu em Lisboa e em caso de vitória não retirará a distinção à sua prima Tonicha.

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte/Imagem: ESCPORTUGAL / Vídeo: Youtube

15 comentário(s):

  1. Ainda estou para perceber como é que em 2006 os jurados, sendo pessoas muito antiquadas e sempre muito fieis às tradicoes portuguesas, terem preferido escolher as Nonstop em vez da Vânia Oliveira.

    Bom artigo btw! Sempre em cima do acontecimento

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:28

      Bem visto!

      Eliminar
    2. Como se isso nao tivesse sido comprado?!

      Eliminar
    3. Anónimo15:21

      Dany, mal visto. Eram outro tipo de jurados, muito menos antiquados. Ve-se mesmo que nao sabe quem eram.

      Eliminar
    4. Anónimo15:21

      Pelo menos os nonstop ganharam o voto do PUBLICO LOL

      Eliminar
  2. Ricardo Alves17:03

    Bom artigo. Venha o festival depressa!!

    ResponderEliminar
  3. Ricardo Alves17:04

    Bom artigo. Venha o festival depressa!!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo17:07

    por favor digam-me quem é que vai fazer parte do juri..

    ResponderEliminar
  5. Anónimo17:43

    Continuando nas mulheres, só duas foram as compositoras que ganharam o FC (por sinal, também a interpretar a sua composição): Maria Guinot (1984) e Dina. (1992)

    ResponderEliminar
  6. Anónimo18:45

    estou a desesperar. e se ganha a celina????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui Durao19:59

      se ganha a celina vamos todos pra apanha da azeitona LOL Reforma Agraria sempre! LOL

      Eliminar
    2. Anónimo20:01

      Olá, cega rega=Hello, balm-cricket

      Eliminar
    3. Anónimo20:59

      Se ganhar a Celina, não agradando a todos por cá, seguramente fará boa figura lá fora: Não haverá outro País com a mesma sonoridade folk. :)

      Eliminar
  7. Anónimo18:48

    A que horas é que isto começa...;;__; porque raio é que só sabemos quem ganha à uma da manha????

    ResponderEliminar
  8. Segundo o proprio Iladio C. agora mesmo no telejornal apresentou em palco aproximadamente 15 vezes o Festival rtp mais outras tantas la forma.
    Quem tem razão, o proprio ou o esc.portugal?

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top