Depois da polémica em torna da letra de «I Can't Go On», o cantor Robin Bengtsson anunciou a mudança da letra do tema para que cumpra as regras da EBU/UER.

Tal como aconteceu com Lisa Ajax na semifinal 2 do Melodifestivalen 2017 (AQUI), a participação de Robin Bengtsson ficou marcada pela polémica em torna da inclusão de "texto inaceitável" na letra do tema, algo que vai contra as regras da União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER).

Finalista do evento, Robin Bengtsson confirmou que tem como principal objetivo chegar ao Festival Eurovisão, sendo que já procedeu à gravação de uma nova versão do tema, sem a polémica palavra 'fucking': "Não é que eu fosse obrigado a fazê-lo já, mas optei por fazer... Se eu, por exemplo, ganhar o Melodifestivalen e for ao Festival Eurovisão, não poderia interpretar a versão original de «I Can't Go On». Então eu optei por mudar a letra. E escolhi fazer agora." revelou, confessando que o boicote das rádios de alguns países também pesaram na decisão, "Algumas rádios não aceitam essa palavra, logo tive de fazer uma versão 'radio edit'".

Aceda AQUI aos resultados da semifinal 3 do Melodifestivalen 2017.

Contudo, Robin Bengtsson não revelou que a versão final do tema será interpretada na Grande Final do Melodifestivalen 2017, agendada para 11 de março. Recorde-se que o cantor estreou-se no concurso no ano passado, com «Constellation Prize», terminando na quinta posição da geral:


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCPedia /Imagem: SVT / Vídeo: Youtube

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top