A RTP revelou, esta tarde, os oito intérpretes que disputarão a primeira semifinal do Festival da Canção, agendada para 19 de fevereiro e que selecionará os primeiros quatro finalistas do concurso. Conheça-os de seguida.


1. Márcia (Compositora Márcia)


Márcia é uma intérprete de compositora de pop, indie e folk. Já lançou quatro álbuns de originais, o primeiro em 2009 e o último em 2015. Paralelamente colabora com diversos artistas, nomeadamente no projeto Dinamite de homenagem à cantora e compositora Dina. 


2. Golden Slumbers (Compositor Samuel Úria)

Em 2013, as irmãs Cat e Margarida Falcão começaram no seu quarto o projeto de folk Golden Slumbers.. No ano seguinte, apresentaram-se ao público nacional com o EP «I Found The Key», incrustando na mente dos ouvintes o tema “My Love Is Drunk”, tema esse que figurou nos Novos Talentos FNAC de 2014. No início de 2016, as Golden Slumbers lançaram «The New Messiah», o álbum de estreia, onde é percetível a evolução e apuro da mesma sonoridade que lhes valeu uma nomeação para Artista Revelação na edição de 2015 dos Portugal Festival Awards. A composição das músicas tornou-se mais complexa e os arranjos mais detalhados, e decidiram recrutar Benjamim (Luís Nunes) para produzir o longa-duração. Ao longo de duas semanas no estúdio em Alvito, no Alentejo, as irmãs Falcão gravaram os 10 temas que compõem o disco que foi editado em Fevereiro com o selo NOS Discos.


3. Fernando Daniel (Compositor Nuno Feist)

Vencedor da mais recente edição do The Voice Portugal, Fernando Daniel teve a prova cega mais vista do mundo em 2016. Antes do sucesso no programa da RTP, o jovem cantor e músico participou no X Factor, tendo trabalhado com o produtor dos D.A.M.A. e estado em negociações para produzir músicas do Agir. É uma das maiores promessas do panorama português da atualidade.


4. Deolinda Kinzimba (Compositor Rita Redshoes)

A residir em Portugal desde 2014, a cantora e compositora angolana Deolinda Kinzimba estreou-se na televisão na terceira edição do The Voice Portugal, do qual foi vencedora integrada na equipa de Mickael Carreira. Em outubro passado, na estreia da quarta edição, apresentou o seu primeiro single, "Primeira Vez".


5. Rui Drumond (Compositor Héber Marques)

Participante na primeira temporada da Operação Triunfo, Rui Drumond representou Portugal no Festival Eurovisão em 2005 juntamente com Luciana Abreu. Em 2014, regressou à ribalta com a vitória no The Voice Portugal o que lhe proporcionou um contrato com a Universal e o lançamento do seu primeiro álbum, "Parte de Mim".


6. Lisa Garden (Compositor Pedro Saraiva)

A cantora Lisa Garden deu-se a conhecer em 2010 com o nome Ana Bloom, tendo editado alguns temas que integraram a banda sonora de diversas séries nacionais. Recentemente, interpretou um tema com Pedro Saraiva.


7. Salvador Sobral (Compositor Luisa Sobral)

Irmão mais novo de Luísa Sobral, Salvador, tal como a irmã, deu-se a conhecer através do programa Ídolos. Finalista da 3.ª edição, o jovem cantor apresentou, recentemente, o seu primeiro álbum com o qual tenciona deixar a sua marca, inspirando-se principalmente em Chet Baker.


8. Viva La Diva (Compositor Nuno Gonçalves)

Kika Cardoso, vencedora do X Factor, é uma das três vocalistas do grupo que defenderá a proposta de Nuno Gonçalves. Kika, cantora originária de Moçambique, reside em Alverca, sendo que um dos seus últimos álbuns integra a banda sonora de Impostora, novela da TVI. Mais detalhes serão revelados nos próximos dias.



Luís Peças e João Paulo Ferreira, dupla de contratenores, completam o Viva La Diva. Luís Peças tem atuado com regularidade em palcos europeus e norte-americanos, apresentando-se em festivais acompanhado pela pianista Paulle Grimaldi e pelo Ensemble Barroco do Chiado. Em Portugal, é presença assídua em recitais no Mosteiro de Alcobaça, no centro do país. Estudou no Conservatório Nacional de Lisboa, tendo frequentado aulas com a meio-soprano de origem romena Liliane Bizineche. João Paulo Ferreira nasceu no Brasil, tendo iniciado a carreira internacional em 2015, com a Nido Delas Artes International Opera Tour, atuando no México, Panamá e Costa Rica. Nesse mesmo ano, estreia-se em Portugal num recital com Luís Peças no Santuário de N. Senhora da Nazaré.





Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte/Imagem: ESCPORTUGAL / Vídeo: Youtube

52 comentário(s):

  1. Anónimo19:48

    De certeza que não é 1 de Abril!?

    Ai Jesus que sonho!! Só quero canções ao nível dos interpretes e isto será explosivo.

    Tudo gente com vozes brutais, muitos deles em início de carreira mas com carreiras bem lançadas.

    OBRIGADO RTP!! Finalmente acordaste!

    ResponderEliminar
  2. Meu deus, estou a explodir de alegria! QUE NOMES <3

    ResponderEliminar
  3. Em termos de equipas (compositores/interpretes), isto é demasiado bom!! Se as músicas mantiverem o bom nível, vai ser dificílimo passar apenas 4!

    ResponderEliminar
  4. Estou em choque! :O
    Mas é um choque bom...lol
    Não esperava, sinceramente, tantos bons artistas e intérpretes, alguns já bem estabelecidos no nosso panorama musical a concorrer este ano no FC. É de louvar o esforço feito, quer pela RTP quer pelos próprios compositores. A ver vamos se esta qualidade também se reflete nas canções a concurso...essa parte sim, é a mais difícil.
    Confesso que me preocupa o facto de ver o Fernando a defender a proposta do Nuno Feist. Ele é, de certo, o que mais votos do público irá render, inevitavelmente. É, obviamente, um grande trunfo para nós, mesmo para o ESC, aproveitando o seu reconhecimento conquistado além fronteiras. Espero que seja desta que o Feist apresente algo mais moderno e sem grandes floreados.
    Kika Cardoso, Deolinda, Rui Drumond...pfff...que puro talento vamos ter este ano...e só na semifinal 1!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:49

      Eu partilho da mesma preocupação. O Fernando Daniel precisava de outro compositor.

      Eliminar
    2. Anónimo20:55

      O Feist já disse ao wiwibloggs que será uma canção clássica que vai levar (medo)

      Eliminar
    3. Anónimo21:48

      Pois, o mesmo de sempre...bem, a minha única esperança é que possa ser algo como foi a Alvorada, do mal o menos. Se não, nem o Fernando nos salva de mais um ano em branco. Pior do que isso acontecer é ter, eventualmente, propostas bem melhores e com grande potencial no FC e por causa disso não ganharem....

      Eliminar
    4. Anónimo21:53

      Outra Vez Primavera poderia ter sido uma ótima escolha para Portugal! O Feist sabe o que fazer!

      Eliminar
    5. Anónimo22:00

      Está a inventar. O Feist apenas disse que fez uma canção a pensar no ESC. O "clássico" é seu. Isso chama-se má fé.

      Eliminar
    6. Anónimo22:27

      "Uma canção a pensar no ESC", e as outras que ela fez também não eram? Depois viu-se o resultado... Fico feliz por nomes sonantes participarem no Festival, mas continuo a achar que o Fernando deu um tiro no pé ao aceitar cantar a música do Feist...

      Eliminar
    7. Anónimo17:29

      o Fernando Daniel a cantar uma música clássica??! Bem... =))

      Eliminar
  5. Anónimo20:14

    a cena é que o fernando já tem uma grande quantidade de fas... vai estar em mais vantagem que os outros:/ as meninas vao todas votar nele...espero que sejam justos..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:49

      Concordo. Pode ser que isso não aconteça, pois o público do The Voice e o público do FC não é 100% o mesmo, nem 90%, nós jovens não somos assim tantos a ver o FC... por isso esperemos que o facto de ele ter tantAs fãs - sim pq mais facilmente quem vai pegar no tlm para votar massivamente vão ser as raparigas por ser ele mesmo que a música seja uma porcaria - não seja decisivo!!

      Eliminar
    2. Anónimo13:19

      concordo...

      Eliminar
  6. Anónimo20:31

    Nem aCREDITO!!!!!!!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo20:36


    Os intérpretes não definem o sucesso de uma canção, mas a qualidade e empenho para a mudança ser uma realidade é notória para este ano de 2017. EU ACREDITO que 2017 será o ano da mudança e uma nova etapa para o festival da canção em Portugal. Intérpretes e compositores são de luxo e que marcaram o ano de 2016. Está tudo encaminhado para a nova etapa do Festival e quem pensa nas músicas festivaleiraS e com o carimbo do ESC que não veja a edição de 2017, pois isso não seria Portugal e isso não é sinónimo de qualidade. O que teremos em 2017 é o melhor que temos e não a banalidade e vulgaria do ESC.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo20:37

    Isto só pode ser brincadeira, sendo isto verdade, ouve mesmo um salto em comparação a 2015... Adorooooo

    ResponderEliminar
  9. Anónimo20:38

    A lisa garden com uma boa musica mexida.....ficavamos num bom top 5!!!!!

    ResponderEliminar
  10. Anónimo20:43

    OMG! Não dá para recuar um ano e ter levado um destes intérpretes a Estocolmo?

    ResponderEliminar
  11. Anónimo20:48

    Mas creio que vamos ter mais surpresas para os 8 restantes!!! Uma observação: o Feis sabe-a todaaaa! Foi altamente estratega! Só espero que a canção esteja ao nível do Fernando Daniel, pois de outro modo nem as pitinhas o salvam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:49

      Esquece, o Fernando até pode defender a pior canção a concurso que passa na mesma, sem grande dificuldade. Esse é o perigo.

      Eliminar
    2. Anónimo17:32

      Concordo com ambos os pontos. Acho que tendo o Fernando em particular a concurso, existem ambos os perigos. A única coisa que pode impedir que ele seja um vencedor injusto é o facto da "identidade" dos fãs do ESC... nem todos são espetadores do The Voice/fãs do Fernando.... mas também claro que não quero que seja um vencedor à moda dos "velhos do Restelo" lol

      Eliminar
  12. Acalmem os ânimos e cuidado com as expectativas. Os indicadores para já são bons e promissores, mas atenção que um artista/intérprete não faz, por si só, uma canção vencedora. Este ano vai de certo haver desilusões quanto aos resultados porque a popularidade de alguns pode ditar "a morte do artista" no que ao ESC diz respeito. Vamos a ter calma pessoal. :)

    ResponderEliminar
  13. Anónimo20:55

    Só espero que a popularidade dos compositores ou dos intérpretes não prevaleça sobre a qualidade das canções. Confio no juri para compensar os votos do público que muitas vezes se deixa levar por fanatismos.

    ResponderEliminar
  14. Anónimo20:59

    Gosto de ver nomes como Fernando Daniel, Deolinda Kinzimba, Rui Drumond e Kika Cardoso. Boas vozes que merecem ser bem potenciadas. O problema, agora, estará na qualidade das canções e se terão força para um ESC. Porque vozes, sabemos que as temos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:26

      Obviamente que ainda não conhecemos as canções, mas acho que a canção do Trio da Kika Cardoso terá força e será uma proposta bastante interessante por parte do compositor dos The Gift. O próprio compositor já nos deu várias pistas e parece que vem dali boa coisa... a ver vamos!

      Eliminar
  15. Anónimo21:14

    Pedro Gonçalves do The Voice, vai participar na semi final 2

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:18

      como sabes?

      Eliminar
    2. Anónimo21:34

      Será a canção em ingles do compositor Tó Machado?mmm

      Eliminar
    3. Anónimo21:53

      Fraquinho

      Eliminar
    4. Anónimo22:12

      Faz sentido porque ele disse que era jovem

      Eliminar
    5. Anónimo17:27

      E ele faz parte daquele lote do ESC Portugal de cantores que poderiam vir a participar... só espero é que não entre o fator "pitalhada" na votação, bem como no Fernando Daniel... já nos bastou no passado por diversas razões o televoto estragar muita coisa. Mais vale limitarem o nº de chamadas ou uma ideia melhor.

      Eliminar
    6. Anónimo17:34

      E o Luís Sequeira, sabem? Ele deveria participar, só que até agora nickles, não se sabe de nada... e pelo menos está familiarizado com o ambiente do ESC, nisso ja tinhamos "um ponto a nosso favor", visto que ele em 2015 acompanhou de perto todo o processo desde o FC ao ESC e inclusive esteve lá presente.

      Eliminar
    7. Anónimo21:27

      A Leonor Andrade vai voltar

      Eliminar
  16. Anónimo21:42

    Do melhor 😍😍 E desta vez que vencemos, obrigado RTP 😍😍

    ResponderEliminar
  17. Anónimo22:59

    A canção do compositor Nuno Gonçalves chama-se "Nova Glória" e o trio de intérpretes "Viva la Diva".

    ResponderEliminar
  18. Anónimo01:06

    A canção da Kika poderiam ter sido seleccionado uma mais actual...
    https://www.youtube.com/watch?v=1WLvEdlAFns

    Esta canção estaria muito bem para o festival...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:39

      Ou essa ou a "I Knew"... mas pronto. Se ainda forem a tempo, peço-vos ESC Portugal que editem para uma das musicas da sua autoria. Assim todos os artistas aqui referidos ficarão em pé de igualdade (excepto o Fernando Daniel que ainda não tem nenhum original)

      Eliminar
  19. Anónimo10:17

    Deixem-me ser optimista e dizer uma coisa: espero bem que este ano não se peque pelo excesso e que não fiquem canções que poderiam ser grandes hits pelo caminho, e que nos próximos anos, por desagrado e ou sentgimento de injustiça, se volte ao mesmo marasmo porque volta a haver falta de interesse no FC.

    Espero que ninguém saia rebaixado ou se sinha preterido neste festival.

    Minha favorita sem ouvir nada: DFeolinda Kizimba. Desculpem os restantes, mas não há muitas vozes tão poderosas assim em Portugal, nem mesmo Fernando Daniel.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo12:23

      Falam tanto da Deolinda Kizimba, mas atenção que a Kika Cardoso faz-lhe bem frente! É tão igual ou melhor que a Deolinda! Ao menos em vozes não nos podemos queixar, e só talentos...

      Eliminar
    2. Anónimo15:49

      Nunca vi a Kika falhar em público e ao vivo enquanto que a Deolinda já e por diversas vezes. É só consultar o Youtube. Isto não quer dizer que não seja uma boa aposta, mas superior à Kika no way!

      Eliminar
    3. Anónimo19:15

      A deolinda tem a voz inconstante e muita falta de ar quando canta...apenas a minha opiniao.

      Eliminar
    4. Anónimo17:55

      É verdade que são idades completamente diferentes, mas actualmente a Kika Cardoso é melhor que a Deolinda Kinzimba. A Deolinda é boa cantora, mas a Kika Cardoso arrasa e em comparação com ela, destaca-se mais.

      Eliminar
  20. Anónimo11:43

    A MELHOR É MESMO A KIKA CARDOSO!! VIVA LA DIVA!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo12:18

      Ela é top! Não tem a popularidade do Fernando, mas quem nos dera vê-la no palco do ESC! Para já, a proposta que aguardo com maior expectativa é mesmo a do Nuno Gonçalves e deste trio :)

      Eliminar
    2. Anónimo17:16

      E mais nada!! concordo convosco anónimos das 11:43 e 12:18. :)

      Deixo-vos a sugestão a voces que mostraram a vossa opiniao, mas também a todos que torcerem pelo Trio: façam o favor de partilhar a canção por tudo o que seja sítio e de preferência votar caso tenham essa possibilidade... nestas ocasiões não basta apenas dizer "ah gosto daquela musica ou daquela outra" porque enquanto isso uma que não é assim tão boa poderá conseguir mais votos e dps olhem... puff! Mais uma musica no ESC que não é do nosso agrado. Não faz sentido resmungarmos que a nossa musica representante é uma porcaria, como acontece grande parte das vezes, se para invertermos a situação nada fizemos. ;)

      Eliminar
  21. Anónimo15:51

    Se a canção do Nuno Gonçalves (The Gift) que mais se assemelha à sua proposta é esta (segundo uma entrevista num outro site), então, vai ser do melhor!!! https://www.youtube.com/watch?v=ltA0cxX-K5Y

    ResponderEliminar
  22. Anónimo23:31

    Tanto euforia e satisfação para nada... mais do mesmo BOAS vozes, mas a maioria sao cantores sem impacto, sem beleza, sem carisma nenhum e pior nenhum conhece, nem vibra, nem ama a eurovison... nenhum conseguem sucesso dentro do país e a maioria vai cantar em portugues nem consigo imaginar as letras... parece tudo muito chato...

    ResponderEliminar
  23. Anónimo13:40

    A montanha vai parir mais um rato! "Compositores" de qualidade duvidosa fruto de uma sociedade musicalmente emprobecida e muitíssimo pouco exigente, os intérpretes nem vale a pena pronunciar sobre isso, uma RTP que teima ter resultados diferentes com as mesmas equações, senão piores...
    Nem as estatísticas estão do nosso lado, os resultados têm vindo a piorar de ano para ano!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:10

      O que propõe? Milagres?

      Eliminar
    2. Anónimo17:43

      Talvez ele/a precise de uma embalagem de "ar de Fátima", parece sentir-se apreensivo/a sem necessidade nenhuma. A RTP está a fazer um bom trabalho. Deixem as coisas simplesmente fluirem e opinem quando for a melhor altura.

      Eliminar
  24. Os cantores podem ser bons mas se a canção for mediocre...para já não tenho grandes expectativas. Quando se convidam compositores fica logo tudo consicionado e não há renovação nem novidade. Porque não aceitar autores estrangeiros? Apremde-se muito quando se conheceo que os outros fazem. E crescemos também...
    E já agora: Drummond? Mas já não chegou em 2005???? Um verdadeiro flop musical

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top