A RTP acaba de divulgar a lista de compositores que convidou para participarem no Festival da Canção 2017. Conheça os nomes de seguida. 


A RTP, com o apoio de especialistas em música nacional, convidou diretamente os compositores que integram a equipa de canções da 51.ª edição do Festival da Canção. Em comunicado enviado ao ESCPORTUGAL pela estação pública portuguesa, a RTP informa que a escolha dos intérpretes será da total responsabilidade dos compositores, sendo que a apresentação dos mesmos acontecerá em janeiro, aquando do sorteio do alinhamento das semifinais do concurso.

ACEDA AQUI ÀS REGRAS DO FESTIVAL DA CANÇÃO 2017!

Conheça de seguida a lista de compositores do Festival da Canção 2017:

Luísa Sobral
Márcia
Rita Redshoes
David Santos (Noiserv)
Celina da Piedade
Samuel Úria
Nuno Gonçalves (The Gift)
Pedro Silva Martins (Deolinda)
Tóli César Machado (GNR)
João Pedro Coimbra (Mesa)
Nuno Figueiredo (Virgem Suta)
Pedro Saraiva (Sir Aiva/D.R. Sax)
Nuno Feist
Jorge Fernando
João Só
Héber Marques


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte/ Imagem: RTP

80 comentário(s):

  1. Anónimo18:58

    Pena estes artistas não arriscarem participar como interpretes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:54

      Não sabes :) Eles podem fazê-lo. O Rui Andrade em 2014 escreveu a própria letra de "Ao Teu Encontro" e interpretou-a.

      Eliminar
  2. Anónimo19:01

    Na minha opinião vai sair bosta

    ResponderEliminar
  3. Anónimo19:03

    É verdade que vai haver semifinais?? Que já se pode cantar em inglês!?!?!?

    ResponderEliminar
  4. Anónimo19:04

    Outra vez compositores convidados ??? Só podem tar a gozar!!! Da lista só conheço 3 e um deles já sabemos a valente camada q e!!! A salvar a lista só mesmo a Luísa Sobral e a Rita redshoes

    ResponderEliminar
  5. Anónimo19:05

    Mais do mesmo!! Até para 2020! Parabéns RTP

    ResponderEliminar
  6. Anónimo19:06

    Como é possivel convidar aquele que mais vezes participou no FC nos ultimos anos, sem nunca ter conseguido uma boa classificação??

    ResponderEliminar
  7. Anónimo19:06

    Não gostei nada , novamente convites ? Novamente compositores portugueses apenas ? Metade deles nem deve saber como eurovisao funciona mas pronto vira o disco e toca o mesmo

    ResponderEliminar
  8. Anónimo19:07

    FINALMENTE MUDANÇAS!!

    ResponderEliminar
  9. CAIU A REGRA DA LÍNGUA PORTUGUESA!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:20

      Olha que às tantas!! Muitos deles não escrevem geralmente músicas em português!

      Eliminar
    2. Anónimo20:01

      E não é que é mesmo muahahah

      Eliminar
  10. Anónimo19:12

    Todos estes nomes têm ou tiveram exitos nas radios, têm discos e concertos em agenda (exceto o Feist)

    ResponderEliminar
  11. Anónimo19:13

    A montanha pariu um rato

    ResponderEliminar
  12. Anónimo19:13

    Algum deles alguma vez assistiu à Eurovisão ou ao Festival da Canção sequer?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:05

      Considerando as canções que já apresentou no FC, nunca viu.

      Eliminar
  13. Anónimo19:17

    Será que alguma destas pessoas conhece a Eurovisão dos dias de hoje?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:08

      Penso que sim xd,

      Eliminar
  14. Anónimo19:17

    Honestamente esta notícia surpreendeu-me..... e não é por maus motivos, a sério. :o

    ResponderEliminar
  15. Anónimo19:22

    Maior parte vai levar músicas recicladas de seus artistas ...

    ResponderEliminar
  16. Anónimo19:27

    Algum deles vai gastar um êxito num Festival e arriscar ficar pela semifinal? Nunca...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:57

      Como se ficar na semifinal significasse alguma coisa. Basta ver o êxito do Dança Joana, que se ficou pela semifinal no FC2015, e que no entanto, de entre todas as canções, foi a única que conseguiu ter êxito.

      Eliminar
    2. Anónimo14:53

      Verdade! Mas por outro lado, sem dúvida que é bom para o país e para o artista ter uma música a fazer sucesso lá fora!

      Eliminar
  17. Anónimo19:27

    Só compositores convidados??? Que treta! Ha muitos mesmo portugueses que conseguem compor muito melhor que qualquer um destes e assim são logo postos de parte! Grande vergonha excluir assim muitos bons compositores. O resto está bem com poder ser em qualquer língua e haver semi finais!

    ResponderEliminar
  18. Anónimo19:27

    Curioso que a RTP acabou com o voto dos próprios compositores... terá sido porque no ano passado todos votaram estrategicamente na canção que achavam que tinha menos hipóteses? Tão amigos que eles são todos LOL

    ResponderEliminar
  19. Anónimo19:34

    Gostei !!! Principalmente a Celina da Piedade !!! Parabens RTP

    ResponderEliminar
  20. Anónimo19:35

    Sinceramente acho que estão todos a ser mauzinhos....são quase todos bons compositores....fiquei bastante surpreendido...e não há pimbalhada, deve ser por isso que ninguém gosta...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:56

      Pois mas também há muito fado e se for como em 2012 por exemplo, não vai ter força para passarmos á final sequer!

      Eliminar
    2. Anónimo20:17

      Está lá por exemplo Celina da Piedade, que integrou o grupo dos Homens da Luta no FC de 2011 e que tão boas lembranças deixou... Nada de pimbalhada...

      Eliminar
    3. Anónimo20:25

      Lá está, vai haver muita música parecida ao do fc2012 , ou seja, fado e canções deprimentes...

      Eliminar
  21. Anónimo19:45

    Adoro a Márcia, apesar do estilo dela não dever, à partida, resultar muito bem na eurovisão. Jorge Fernando acho de muito mau gosto e o nuno feist deveria ter vergonha, tratar de outra vida ou fechar-se em casa. Que aborrecido, o homem. Tem sempre músicas horríveis, velhas, pretensiosas e sem vida. De resto parece haver nomes prometedores, e menos habituais, a julgar pelos nomes das bandas mencionadas.

    ResponderEliminar
  22. Anónimo19:46

    Agradavelmente surpreendido. Alguns dos compositores escolhidos demonstra que a RTP está pelo na direção certa. Sente-se que existe uma diferença e isso é bom.

    TACV

    ResponderEliminar
  23. Ainda bem que não convidaram o Bugs Bunny e o Croata

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:25

      Quem??

      Eliminar
    2. Anónimo21:55

      AHAHAHAH ele está a falar do Carlos Coelho e o Andrej Babic. Mas porque dizes isso, já agora?
      Por acaso também achei curioso os nomes deles não estarem presentes na lista... e sinceramente se calhar preferia esta dupla do que o Feist, ainda que não "odeie" os trabalhos dele.

      Eliminar
  24. Pedro Carvalho20:07

    São todos bons compositores, contudo, não vejo como é que as canções que habitualmente escrevem são adequadas à Eurovisão que está, cada vez mais, virada para o pop e world music. As minhas expectativas estao no Nuno Gonçalves (The Gift)

    ResponderEliminar
  25. Anónimo20:08

    Quantas vezes participou o Feist? 11? Nunca conseguiu melhor que ficar em 3º.. e foi convidado. lol
    O João Só compôs o "Queres que eu dance", ficou em ultimo no juri... e foi convidado. lol
    A rapariga dos homens da luta ficou em penúltimo na semifinal da Eurovisão... e foi convidada. lol
    Querem milagres agora?

    ResponderEliminar
  26. Anónimo20:10

    Acho que estao a julgar sem conhecerem as musicas.. so sabem criticar.. se e assim e porque e assim.. se e assado e porque e assado.. eu estou bastante contente com as duas semifinais aos sabados tal como a final. Ate parece o formato de um dos programas de domingo. Gosto do novo sisitrma de votacao especialmente o voto por regioes. Agora nao posso falar dos compositores porque nao sei que musica fizeram. Fico tambem a espera da producao que espero seja muito grande como a de um the voice ou got talente com um palco, apresentacoes e cenarios a altura de um Festival Eurovisão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:30

      Não me parece que se estejam a julgar as músicas. Eu, por mim, julgo a justiça de haver tão pouco apoio aos compositores portugueses na RTP (empresa estatal). Quando, parece que por favor, alguém canta temas de autores portugueses no The Voice, a escolha é da produção; vai-se para o FC e a escolha de compositores é da produção. Quantas e quantas vezes deparamos com títulos de notícias no ESCPortugal do género: "(estação de televisão) recebeu x número de candidaturas", ou seja, há um bom número de países em que não se teme que qualquer compositor se candidate. Qual o receio da RTP em abrir um concurso público? Custa dizer, mas até no tempo do regime autoritário isso se fazia - se então tivesse sido por convites Ary dos Santos (para só dar um exemplo, neste caso de um letrista) nunca teria concorrido antes de 1974...

      Eliminar
    2. Anónimo22:34

      19, 26 de Fevereiro e 5 de Março calha a Domingos.

      Eliminar
  27. Anónimo20:10

    A MINHA ESPERANÇA: QUE A RITA REDSHOES, A LUISA SOBRAL E A MÁRCIA CONCORREM TAMBEM COMO CANTORAS

    ResponderEliminar
  28. Anónimo20:11

    Agora o Héber Marques convida a April Ivy para intérprete e tá feito ahahah! agora acontecia mesmo =))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:25

      Era...... Muito bom, não custa nada sonhar ahahah

      Eliminar
    2. Anónimo21:40

      Ahahaha e eu nem sei porque é que fui associar o Héber com a April, mas pronto... Héber se estiveres a ler isto e ainda não houver intérprete já sabes =))

      Eliminar
  29. Anónimo20:15

    Este odio pelo Feist ahaha muito bom, só mostra a quantidade de gente ignorante que anda por ai

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:33

      Mesmo!!!

      Eliminar
    2. Anónimo21:32

      Eu pessoalmente não tenho um ódio de estimação ao Feist, aliás, gosto imenso da música "Sonhos Roubados" por exemplo! Mas que esta situação toda à volta dele e o facto de ter presença assídua começa a dar graça xD

      Eliminar
    3. Anónimo22:29

      Acho que ele esta sempre presente porque acredita na qualidade dos artistas portugueses e acho que ate agora apresentou sempre temas com capacidade para representar o nosso país

      Eliminar
  30. Anónimo20:32

    Só especialistas! Até metem aflição... só veem defeitos em tudo. Incrível! Deixem lá estar o Feist. Tem sempre das minhas canções favoritas e acompanho a Eurovisão todos os anos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:40

      Exacto, concordo! xD

      Eliminar
  31. Uma lista supreendente com alguns nomes que podem ser ouvidos nas nossas rádios como Rita Redshoes, Luísa Sobral, Samuel Uría, Celina... assim como compositores e artistas mais alternativos como o Noiserv. Um pouco Eesti Laul de certa forma...

    ResponderEliminar
  32. Anónimo21:10

    Vamos ser positivos acredito que a rtp possa ter acordado para a vida

    ResponderEliminar
  33. Anónimo21:13

    Joao só n me agrada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:41

      A mim também não me agrada assim tanto, não é dos que mais gostei de ver que estão aqui... arriscava-me a preferir no lugar dele a Lúcia Moniz (lembrei-me dela que fez uma música com o João Só)

      Eliminar
  34. Não conhecia Noiserv, fui conhecer e estou estonteada. Divinal ♡

    ResponderEliminar
  35. Anónimo21:29

    Escportugal, cada compositor só escreve uma ou pode escrever mais outra canção isto é uma em português e outra em Inglês ?

    ResponderEliminar
  36. Anónimo21:43

    A rita redshoes devera de apostar no inglês

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:57

      Anónimo, e achas sinceramente que ela vai apostar no português? :)
      Se não me engano, a Rita Redshoes canta sempre em inglês, ou seja, a probabilidade de se sentir mais à vontade em inglês deve ser muito maior!

      Eliminar
    2. Anónimo14:34

      Pois é.
      Já deu para perceber que a RTP está a discriminar e a desvalorizar os autores e compositores portugueses.
      A escolha interna revela uma montanha de interesses nunca antes visto, de egocentrismo, deixando de fora a escolha genuína que é a do POVO.

      Pelos vistos só interessa convidar gente com carreira adquirida e não apostar em talentos mesmo que sendo anónimos têm o seu devido valor na arte de fazer cantigas.

      Parece que quem decide estas regras para o festival da RTP não tem jeito para apreciar cantigas.
      Quando não existe transparência o cliente desconfia.

      VIVA O SERVIÇO PÚBLICO DA RTP.

      Eliminar
  37. Anónimo22:23

    Só espero que estejam inspirados no momento! E que tragam boas vozes, para nao acontecer como em 2012 que estragaram a musica dos Amor Electro, há que encaixar a voz com a musica :)

    ResponderEliminar
  38. Já podemos constatar algumas propostas de melhoria por parte da RTP mas penso que ainda não será o suficiente para reavivar e ressuscitar o interesse dos portugueses no Festival da Canção. A queda da regra da obrigatoriedade de cantar em português parece-me sensata e só peca por tardia. Claro está que não defendo o inglês como fator chave para um bom resultado no ESC, até porque não o é. O que é verdadeiramente essencial é a qualidade da composição seja em que língua for. E é aí que Portugal tem "pecado".
    Um excelente exemplo de uma composição bem feita e eficaz é o caso da Bulgária 2016 - composição em inglês e refrão na língua mãe, resultou impecavelmente.
    Penso que teria sido preferível abrir o concurso a compositores interessados e não por convite interno. Ainda assim, alguns nomes destes lote podem muito bem produzir coisas interessantes. A ver vamos se se adequam ao ESC...aí é que a "porca torce o rabo". É pena não podermos contar com nomes como Tiago Pais dias, Diogo Piçarra e outros mais comerciais...
    Ainda que as minhas expectativas não sejam muito positivas, quero acreditar que podemos ter boas surpresas. Afinal, só precisamos que haja naquele lote de propostas uma música realmente boa, bem interpretada...e que seja a escolhida para representar Portugal.

    ResponderEliminar
  39. Anónimo23:34

    Numa primeira análise, penso que houve claras melhorias em relação aos últimos 5 anos, isso é notório. O fator mais importante é os compositores já estarem a desenvolver os temas, com tempo, algo que não acontecia nos anos anteriores.

    O regresso do júri regional é positivo, desde que seja composto por indivíduos que realmente percebem de música, não mediadores de seguros, como há uns tempos...

    A queda da obrigatoriedade do uso da língua portuguesa também representa um passo em frente, na medida em que dá total liberdade aos compositores de escrever a letra e música sem terem aquela limitação do uso do português.

    Há variedade de estilos por parte dos compositores convidados, o que poderá originar um festival de qualidade.

    Um ponto muito negativo continua a ser não haver um festival aberto a propostas de outros cantores e compositores. Não sou contra convites, não sou a favor é de haver apenas compositores convidados, poderia ser um misto entre festival aberto e convites, por exemplo...

    Por favor, que o festival não se realize outra vez naquele estúdio de 2015, ou no Convento do Beato...péssimas escolhas!!!

    Esperemos, então até Fevereiro, e que pelo menos haja uma música que nos permita sonhar com uma vitória este ano... Eu sei que é pedir muito, mas já estamos há 52 anos à espera de um lugar ao sol...

    ResponderEliminar
  40. Força Portugal, espero que a April seja convidada!

    ResponderEliminar
  41. Anónimo13:43

    Ao olhar para a lista dos compositores convidados acendeu-me uma (grande) chama de esperança. Vamos ver o que eles conseguem fazer até 05 de Março. Toca lá arranjarem boas musas e haja arrojo, por favor, ok? Nada de coisinhas insípidas e enjoadas (cusquem os áudios/vídeos das canções que estão a concurso nos outros países, como Espanha). Repito: Haja arrojo! Haja DINAMITE!!

    ResponderEliminar
  42. Anónimo15:14

    É agradável olhar para a lista dos compositores e encontrar lá nomes femininos (são só 3, mas na verdade, em Portugal não há muita mulher a compôr). É sinal que a RTP acabou de chegar ao ano 2016, vindo da Idade Média. O FC promete. Agora toca a trabalhar, compositores!

    ResponderEliminar
  43. Anónimo15:35

    Penso que falta de qualidade não é das canções mas sim de quem está à frente da direção da RTP.

    ResponderEliminar
  44. Anónimo15:53

    Só merecemos o clima e a comida que temos. A forma pronta e rápida como deitamos abaixo aquilo que é nosso realmente faz pensar se não deviamos por cá ter um Trump também que anulasse treinadores de bancada. Se o ódio de estimação parte de nós para com nós próprios nem ir merecemos. Gentalha!!

    ResponderEliminar
  45. Anónimo17:45

    Parecem-me bem, para outro tipo de festival. Mas são claramente autores e compositorss que.não se adequam à Eurovisão.

    ResponderEliminar
  46. Anónimo18:08

    Com esta escolha a RTP demonstra diversidade e acredito que teremos uma boa escolha de canções (e quem sabe talvez em inglês)!! Vamos ter fé e como um amigo meu diz o importante é ter saúde, aó!!

    ResponderEliminar
  47. Satisfeito com as diversas alterações introduzidas e com a panóplia de compositores convidados (diversidade nas escolhas, o que poderá traduzir-se, espero!, numa selecção forte e com hipóteses de ir a Kiev para lutar "de igual para igual" - já o merecemos!). Desejo, sinceramente, muita inspiração para os autores e compositores, bem como sabedoria na escolha dos intérpretes (excluindo amadorismos que podem arruinar, de facto, uma boa canção - como aconteceu em anteriores edições).
    Lamento o discurso de "bota abaixo" de muitas pessoas - há gente que é difícil de contentar e está sempre a colocar defeitos em tudo... apesar do investimento que a RTP está a fazer, de facto, no FdC 2017. Surpreendeu pela positiva!
    Ficamos a aguardar, com expectativa, pelos intérpretes e, mais importante, pelas canções.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:29

      Tem toda a razão quanto à diversidade nas escolhas e ao desejo de que os intérpretes tenham um mínimo de experiência para valorizarem o que vão cantar. Não concordo que haja na maioria dos comentários uma atitude de "bota abaixo". Muito poucos comentários negam valor aos compositores convidados. A tónica geral é que também devia ter sido dada oportunidade (através do envio de canções) a outros, conhecidos ou desconhecidos. Se o sistema de convites tivesse sido sempre escolhido, compositores como Nuno Nazaré Fernandes, José Calvário, Carlos Paião ou Maria Guinot, entre outros, não teriam chegado a apresentar no FC as primeiras canções com que participaram, porque quando concorreram pela primeira vez (1967, 1971, 1980, 1981) eram pouco mais do que desconhecidos. O "bota abaixo" de que fala tem muito mais a ver com o secretismo com que o processo decorreu, como se convidar alguns compositores e reservar também lugares nas semifinais para outros que se candidatassem (e tivessem, posteriormente, canções apuradas por um júri de seleção) fosse prejudicial ao FC. Não seria; seria um processo mais justo.

      Eliminar
    2. Compreendo o seu ponto de vista e, na realidade, um processo de selecção como o espanhol (misto) seria mais justo (concordo consigo).
      Mas, na minha óptica, as medidas implementadas pela RTP para o FdC 2017 revelam um esforço assinalável face a edições anteriores mais recentes... algo que não tem sido muito reconhecido pelos fãs portugueses.
      Espero que esse esforço em inovar se traduza em boas canções a concurso, com potencial para singrar no palco eurovisivo. O jejum tem sido longo!...

      Eliminar
  48. Sinceramente, este ano vai ser mais do mesmo.
    Duvido muito que esta gente pereba alguma coisa do contexto ESC, a exceção de um ou dois, que nada de novo contribuíram ao evento.

    ResponderEliminar
  49. Anónimo15:43

    Curiosidade, onde anda o RG?? Por acaso queria ver a opinião dele :/

    ResponderEliminar
  50. Anónimo02:51

    Um dos grandes problemas do festival são os "produtores" musicais residentes que a RTP teima em continuar a dar crédito. Todos os temas que têm ido a concurso, todos, são alvo de um excessivo mau gosto e falta de savoir faire por parte de tais "produtores". É um pouco como termos ingredientes e não sabermos cozinhar. Uma boa produção musical faz toda a diferença e enquanto assim não pensarmos ficaremos sempre na cauda da classificação.
    Na música, caso não saibam, há o compositor, o arranjador e o produtor, este que é o responsável pelo "empratamento" musical.
    Conclusão, não vai ser diferente dos anteriores festivais, estatisticamente até será pior!

    ResponderEliminar
  51. Anónimo21:27

    Especialistas em música nacional? Compositores...
    ...onde?
    Ao que isto chegou...

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top