Sob o mote de recordar as músicas que nunca saíram da memória, o programa Agora Nós recebeu Armando Gama e Nucha que interpretaram os temas que defenderam no Festival Eurovisão em 1983 e 1990, respetivamente.

José Pedro Vasconcelos e Tânia Ribas de Oliveira recordaram, durante a tarde de ontem, no Agora Nós, alguns dos temas que nunca saíram da memória dos portugueses. Armando Gama, Nucha e o duo Broa de Mel foram os convidados especiais da transmissão, sendo que as participações portuguesas no Festival Eurovisão de 1983 e 1990 foram um dos temas de conversa mais marcantes.

Armando Gama, vencedor do Festival da Canção de 1983, foi o primeiro convidado da tarde, tendo a dupla de apresentadores recordado que foi a primeira vez que o evento foi realizado fora da capital. Aos 62 anos de idade, o eterno cantor de Essa Balada Que te dou afirma estar numa boa fase da carreira, realçando os concertos que tem feito nos últimos meses, destacando a participação no espetáculo Uma Nêspera no Coliseu onde foi convidado de Bruno Nogueira e Nuno Markl.
Sobre o tema que levou à Eurovisão, o cantor afirma que notou logo algo de diferente na construção do tema: "Sentia algo de especial... O tema ia fluindo e senti qualquer coisa que não era normal" garantiu, confessando que a participação no Festival teve, primeiramente, um sabor agridoce, "Tinha o primeiro álbum gravado com tudo pronto e na editora disseram-me para esperar porque iam mandar três músicas para o Festival. Fiquei quase zangado... mas foi uma benção". Admite, contudo, que nunca sonhou para além do terceiro lugar: "Quem era eu ao lado do Tony Silva? E do Carlos, do Herman, da Cândida e da Alexandra?". No entanto, antes de partir para a Alemanha, Armando gravou inúmeras versões do tema e assinou 17 contratos, tendo a participação resultado num 13.º lugar e com 80 mil discos vendidos, segundo os números oficiais.

Participante no Festival Eurovisão de 1990 e, mais recentemente, no Festival da Canção 2009 e 2010, Nucha recordou a sua participação eurovisiva com a interpretação de Sempre (Há sempre alguém). Sem contornos, a cantora garante que a atuação em Zagreb foi "o meu momento! Representar o meu país é algo único", admitindo que "não há coisa mais bonita do que entrar na eurovisão com a responsabilidade de carregar a nossa bandeira".


Nucha recordou ainda os tempos antes do Festival: "era uma cantora de bares, de spots de rádio e de coros dos colegas... mas era conhecida dos músicas, entre os quais o Van Dijck e cheguei ao Festival". Presença obrigatória nos seus concertos, visto que "as pessoas estão à espera dessa música", a cantora garante que o tema que levou à Eurovisão é "o meu diamante e levo-o sempre às pessoas. (...) A música fala de coisas positivas, um pouco como eu apesar dos disabores da vida, e é bastante atual: todos temos de sonhar".

Participantes no Festival da Canção de 1982 e 1983, o duo Broa de Mel também marcaram presença na transmissão, interpretando o grande sucesso da sua carreira: Passear Contigo. Maria José contou a história por detrás da letra do tema que é uma versão de Immer wieder sonntags, tema interpretado pelo duo Cindy & Bert, representantes alemães em 1974, aproveitando a ocasião para recordar o momento em que se conheceram. Contudo, antes do final da conversa, ainda houve tempo para o duo interpretar, acapella, um excerto do tema que defenderam no Festival da Canção de 1982: Banha da Cobra (Estica e Não Dobra).

Broa de Mel - "Passear contigo" - Agora Nós

Aceda AQUI à conversa no Agora Nós.

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte/Imagem/Vídeo: RTP

5 comentário(s):

  1. "Esta balada que te dou" teve uma versao sueca,cantada por um cantor de cujo nome nao me recordo.Se nao estou em erro a cançao chamava-se muito simplesmente"Linda".Armando Gama teve uma performance discreta no ESC93,mas boa.Ja Nucha foi mais vistosa,mas muita coisa piorou comparando com o FdC90.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:29

      "Armando Gama teve uma performance discreta no ESC93" Discreta ao ponto de nem lá ter estado... Pena outros não terem sido assim discretos e terem mesmo estado presentes nalgumas edições do ESC...

      Eliminar
    2. Boa,Anonimo das 19:29! Fugiu-me o dedo do 8 para o 9,pelo que rectifico,corrijo e peço desculpa pelo erro.Queria dizer ESC83. :)

      Eliminar
  2. Anónimo17:48

    A RTP a voltar a dar destaque a conteúdos relacionados com o Festival/ESC no Agora Nós num curto espaço de tempo?(a Barei foi lá há +/-15dias). Estranho realmente... mas pode ser que seja um bom indicio.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo18:25

    Fantastic. Parece que desta vez não houve gaffes. 😊

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top