Apesar de ter alcançado o seu melhor resultado em Estocolmo, a participação da Bulgária na próxima edição do Festival Eurovisão está dependente da aprovação do Conselho da BNT, emissora estatal do país.

Fora da competição em 2014 e 2015 por razões económicas, a Bulgária regressou ao Festival Eurovisão em 2016, tendo alcançado a melhor classificação da sua história: o quarto lugar. Contudo, apesar do entusiasmo inicial, em que foi anunciada a sua presença em Estocolmo (AQUI), a participação do país na próxima edição do evento ainda não foi aprovada.

O anúncio foi feito através de um tweet na conta oficial da emissora, tendo sido explicado que o Conselho da BNT, emissora estatal da Bulgária, ainda não aprovou a participação do país em Kiev. De realçar que, no ano passado, o Conselho apenas aprovou a participação apenas a 26 de novembro, depois de ter recebido autorização da EBU/UER. Mais desenvolvimentos são esperados para os próximos dias.

Estreante em 2005, a Bulgária entrou em dez edições do Festival Eurovisão, mas apenas conquistou o apuramento para a Grande Final em duas ocasiões: 2007 e 2016. Em Estocolmo, Poli Genova e If Love Was a Crime conquistaram o melhor resultado de sempre do país, tendo terminado a competição em 4.º lugar com 307 pontos, destronando o quinto lugar alcançado pela Bulgária em 2007. Recorde a atuação de seguida:


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: eurovoix / Imagem/Vídeo: eurovision.tv

5 comentário(s):

  1. Anónimo21:46

    Era bem bom que participasse.. tem muitas razoes para isso.. tiveram a sua melhor classificacao, a ucrania e ali perto,...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo02:44

      O problema não é esse, é o mesmo do costume (dinheiro)

      Eliminar
  2. Anónimo05:01

    Se a Bulgaria conseguiu um justo 4 lugar porque portugal não pode conseguir pelo menos um top 10 com algo bom e em inglês. Só cantar inglês 100%) já seria uma grande surpresa. E ver estas performances onde tudo faz sentido. Graficos/mesagem/Lingua/Cantora/Roupa/coro/ E principalmente a canção. Chega de grandes cantoresssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:02

      E tu queres que se ouse contrariar a mentalidade de orgulho lusófono cultural e musical que nos caracteriza à semelhança do orgulho ainda mais feroz dos nuetros hermanos hispánicos quando se trata de escolher uma canção para a Eurovisão? Infelizmente a Barei não conseguiu convencer essa mentalidade de que cantar em Inglés não morde, não provoca alergias aos cérebros ainda franquita dos Espanhois (AKA tudo só é bom em Espanhol e viva Espanha 24 por dia!) (Eu nem me expresso sobre o pensamento ainda mais violento dos sul americanos sobre este tipo de orgulho anti-anglófono) ... E nós também temos vozes muito conservadoras sobre essa matéria em todo o âmbito musical ... por um lado muita gente não se quer relacionar com a Eurovisão porque em Portugal para a maioria a Eurovisão morreu pós-Sara Tavares ou por aí perto ... e para outros a Eurovisão não tem credibilidade nem qualidade musical. Ainda assim fãs querem acreditar num mundo que exista por cá, no qual conseguimos ir à Eurovisão com o mesmo espírito e visão escandinavas e em Inglês ... Surrealismo? Negação? Frustração? ... Isto dava pano para mangas!

      Eliminar
  3. Anónimo21:54

    Money. money, money ... must be funny ... but only in a rich man's world ... e nem um 4º lugar pode "pagar" uma participação ... às vezes subestimamos a Eurovisão e deixamos-nos levar pela euforia do evento que nos esquecemos facilmente do que todo este processo implica monetariamente para países, artistas, editoras, estações televisivas etc. Para muitos o que importa é o momento do salta salta e da bandeira XXL que voa de um lado para o outro na final... infelizmente um ato nada surpreendente.

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top