Zurab Alasania, diretor geral da emissora ucraniana NTU, afirmou que a decisão da cidade sede do Festival Eurovisão 2017 deve ser tomada na próxima semana e descarta responsabilidade dos sucessivos adiamentos: "a questão é totalmente política".

Em entrevista ao tablóide ucraniano Interfax, o diretor-geral da emissora estatal da Ucrânia, NTU, afirmou que a decisão deve ser tomada na próxima semana. Segundo o mesmo, este novo prazo deve-se ao facto de participar numa reunião com o grupo de supervisão do Eurovision Song Contest, que decorrerá em Berlim, havendo a necessidade de informar o mesmo sobre a decisão relativa à cidade anfitriã da próxima edição.

Além disso, Zurab Alasania garante a demora em relação ao assunto se deve a questões políticas: "Na minha opinião, a questão em torno da sede do Festival da Eurovisão é totalmente política. O assunto está entre o presidente Poroshenko e o primeiro ministro Groysman. Só eles os dois é que sabem o que está a acontecer".

Depois da desistência de Dnipro e do afastamento de Lviv, Kherson e Kharkiv, o direito de organizar o Eurovision Song Contest 2017 está a ser disputado por Kiev e Odessa. A data da revelação da cidade escolhida não é conhecida, sendo que a mesma já foi desmarcada em quatro ocasiões.

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: Eurovoix/ Imagem: NTU

8 comentário(s):

  1. Pedro Carvalho20:10

    Não há paciencia para estes amadorismos

    ResponderEliminar
  2. Anónimo20:49

    Acho que é preferivel dizerem que vão anunciar a cidade anfitriã até maio e não até à próxima semana. Assim, com certeza que não vão falhar...

    ResponderEliminar
  3. Anónimo21:43

    Tanto amadorismo, ate ja enjoa. To msm a ver q a eurovisao do proximo ano vai ser uma valente porcaria...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:47

      Eu tambem..

      Eliminar
    2. Anónimo21:53

      Também prevejo o mesmo, infelizmente... a menos que a qualidade das músicas seja tanta que ajude a esquecer isto o que anda a acontecer.

      Eliminar
  4. Eu diria que o ESC nunca esteve a tao alto nivel,ao ser discutido,como agora, entre o Presidente e o 1º Ministro do suposto pais anfitriao. Muito interessante!

    ResponderEliminar
  5. Supostamente já não se sabe que vai ser em Odessa? Ou ainda não está confirmado?

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top