Darko regressa em 2016 com o aguardado sucessor de "Borderline Personality Disorder". O novo álbum chama-se "Overexpression": aos já conhecidos Crying Out, Fomos Somos e Não me digas juntam-se 11 composições com as participações de Mafalda Arnauth, Leah Andreone e Filipa Azevedo.

Darko tem como vocalista Zé Manel, que também assina as músicas e letras. A canção com a representante de Portugal no Festival Eurovisão 2010, Filipa Azevedo, foi agora conhecida e já pode ser ouvida no youtube:




Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: DARKO / Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

30 comentário(s):

  1. Rui Ramos14:38

    Excelemte colaboração. O Zé Manel já devia ter ido à Eurovisão há muito tempo!!! Com a Filipa Azevedo juntam-se duas grandes vozes

    ResponderEliminar
  2. Anónimo14:42

    Muito bom!

    ResponderEliminar
  3. Mau,muito mau.Cacofonia monotona com pingos de piano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para problemas de audição, so me lembro de um jingle... "Oiça tudo com minisom" passo a publicidade, mas é o que estás a precisar... De um aparelho auditivo...

      Eliminar
    2. Ja tenho ,Ana :) .Talvez sejas tu quem precisa de aparelho auditivo. Mas essencialmente trata-se duma questao de gosto,e eu nao gosto deste tipo de sonoridade,nem de composiçao. Para mim e mau,muito mau mesmo.

      Eliminar
    3. Anónimo20:01

      RG, deves gostar do "pimba rasco, básico e mal cantado", tão proposto por muitos na eurovisão.

      Eliminar
    4. Gosto imenso de pimba rasco,como por ex.Agir,Da Chick,Ana Moura,Carolina Deslandes,Melo D,Richie Campbell,Blaya.... So pimbalhada!!!Mas dou valor tambem a muitos outros generos de musica. :-)

      Eliminar
    5. Anónimo21:53

      Escusava de ser é ofensivo no comentário inicial... Gostos não se discutem, mas falta de civismo e respeito sim... Foi o que teve RG sobre trabalho de dois profissionais.

      Eliminar
    6. Oh que alivio,subi na consideraçao de alguem... :-) You saved my week-end! Whatever... :-)

      Eliminar
    7. Anónimo22:55

      21.53: Não estou aqui a defender quem não precisa de defesa, mas note que mesmo os profissionais, no sentido de quem faz de uma atividade uma profissão e não um mero passatempo (infelizmente penso que Filipa Azevedo não o será, não por falta de mérito, mas por falta de oportunidades), têm de compreender que o seu trabalho está sujeito à apreciação de outros, a qual pode não ser elogiosa. O comentário de RG pode ter sido duro, mas não há nele nada de desrespeitoso ou menos cívico. Foi simplesmente crítico e... Talvez o grande mal da música portuguesa e da chamada vida artística portuguesa de há uns tempos para cá seja o excesso de aplauso e a ausência de crítica. "Uma grande salva de palmas para..." e parece que o que se acabou de ouvir foi muito bom, de qualidade inquestionável. O termo "pimba" é mais elogioso do que "cacafonia monótona"? E tem sido muito usado aqui, sem manifestações de desagravo. Pessoalmente, por exemplo, tão "pimbas" acho as letras de Emanuel como as de Agir. Será cívico desprezar uns e elogiar outros? Darko e Filipa Azevedo têm potencial para fazer melhor (até a nível vocal) - dar-se-lhes a ideia de que atingiram um grande patamar de qualidade com esta canção melodicamente muito linear é provavelmente pior do que ser-se franco... Mas haverá sempre, decerto, uma Catarina, um Malato, uma Tânia, etc., que num programa de televisão, entre duas conversas, pedirão uma "grande salva de palmas para..." e tudo compensará o comentário pouco cívico e desrespeitador de quem não gostou. E os "profissionais" não deixarão decerto de ter um grande sucesso com esta canção...

      Eliminar
    8. Anónimo22:56

      Fico feliz em proporcionar-lhe um melhor fds...

      Eliminar
    9. Anónimo23:15

      Quem gosta gosta, quem não gosta não é obrigado a... Mas a falta de respeito, civismo e educação presente em muitos e muitos comentários não só do RG, como de muitos outros, tanto nesta como em outras paginas, facebook etc... é vergonhoso. Existem pessoas que só sabem denegrir as outras por detrás de um computador. Gente que só sabe criticar, mal falar e denegrir a imagem de próximo sobe o escudo do anonimato. Pois dar a cara é difícil e talvez frustrante para todos os que sabem criticar qualquer tipo de arte em Portugal.

      Eliminar
    10. Nos tempos anteriores a net,na imprensa criticava-se duro e bem duro livros,musica,actuaçoes na tv etc. Actualmente nos programas de caça-talentos,jovens sao rebaixados publicamente.Eu so digo SINCERAMENTE o que penso,sem OFENDER ninguem.Melindrosos sempre houve e quanto a isso nada a fazer...

      Eliminar
    11. Anónimo23:56

      "sem ofender ninguem" :d

      Eliminar
  4. Bruno Carvalho15:06

    Que fixe!!! Parabéns ao Zé Manel, do qual sou grande fã desde os Fingertips, por ter escolhido a grande voz da Filipa Azevedo para esta balada

    ResponderEliminar
  5. Pedro Carvalho16:26

    Ze Manel é dos melhores letristas e compositores portugueses. So não sabe isso quem nao conhece o seu trabalho ou vive para dizer mal de tudo.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo20:24

    Pode haver quem (com todo o direito, evidentemente, porque todos têm direito às suas opiniões)não aprecie fado, mas, se pensarmos na possibilidade de a música feita em Portugal singrar no estrangeiro (não só, necessariamente, no ESC), será com canções como esta ou o "Make up" de Agir (cito-o por se ouvir muito ultimamente) que isso se conseguirá? Com o fado consegue-se "levar" alguma coisa diferente; canções como esta são "simpáticas", mas pouco (muito pouco) mais... Imaginar-se-á uma editora internacional a apostar neste tema? Não haverá tantos e tantos idênticos feitos noutros países? Sinceramente, nem é pop com originalidade, nem é world music... É... "simpático" e é tudo... Mas boa sorte a ambos, que são, sem dúvida, simpáticos, sem aspas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bruno Baltazar00:25

      Fado no ESC? O ESC deixou ha muito de ser um concurso de culturas. Ou achas que a canção da Bosnia (a unica "etnica" em 2016) vai ficar bem classificada?

      Eliminar
    2. Para muitos de nos,musica continua a ser cultura,tal como a literatura e as artes plasticas.Cultura com marca de origem qb. Nao cultura Azeri made in Sweden,para citar so um exemplo. Mudarei de opiniao,quando deixar de ver no ESC nomes de paises.

      Eliminar
    3. Anónimo08:53

      B. Baltazar: de certeza que leu no comentário das 20.24 que deveria haver fado no ESC?

      Eliminar
    4. Bruno Baltazar10:12

      Anonino das 08.53: Por acaso li.

      Eliminar
    5. Anónimo10:25

      Então, B. Baltazar (10.12), não leu bem. O que se quis dizer foi que com fado pode levar-se de Portugal para o estrangeiro algo diferente; com uma canção como a de Darko e F. Azevedo e outras tentativas de pop feito em Portugal pouco ou nada de novo/original se apresenta perante o que tantos fazem. Penso que o facto de cantarem em inglês aponte para esse desejo de internacionalização, mas temas como este há imensos feitos noutros países. Claro que a música portuguesa não deveria internacionalmente ser identificada só com fado, mas para tal precisa-se de criatividade e originalidade, senão faz-se como milhares fazem e não nos distinguimos.

      Eliminar
  7. Anónimo02:45

    A voz desta miúda é inacreditável.. canta a lista telefónica se for preciso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15:43

      Já cantou... em 2010.

      Eliminar
  8. Anónimo12:48

    devia ser em português!!

    ResponderEliminar
  9. Anónimo21:39

    Parabéns Zé Manel, estaremos bem representados, és um dos cantores mais talentosos de Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Onde e que o Ze Manel vai representar-nos?

      Eliminar
  10. Ricardo Alves20:49

    Zé Manel: ADORO o teu trabalho. Aqui está mais un exemplo de um grande talento

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top