Patente no Pavilhão Preto do Museu de Lisboa, a exposição LOOP traz, até à capital portuguesa, algumas das obras do espólio de José Luis Tinoco. O ESCPORTUGAL esteve lá e mostra-lhe tudo.

Comissariada por Luísa Soares de Oliveira, a exposição antológica do pintor, arquiteto e compositor José Luís Tinoco está patente no Pavilhão Preto do Museu de Lisboa, até ao próximo domingo, 22 de maio. 'LOOP' é composta por trinta obras (de um total de 100), que foram cedidas pelo Museu de Leiria, sendo que a exposição resulta do esforço conjunto entre as Galerias Municipais de Lisboa e o São Luiz Teatro Municipal, local onde decorreu o espetáculo 'Os Lados do Mar', em setembro de 2015, que assinalou os 50 anos de carreira do artista.

De entre as 30 obras expostas, que abordam alguns temas da sociedade contemporânea, como é caso a crise de refugiados, destaca-se uma peça giratória, colocada numa divisão especial, cujo título deu o nome à exposição. De realçar ainda que, no espaço destinado à exposição, é possível ouvir alguns dos temas compostos por José Luis Tinoco.

O ESCPORTUGAL visitou a exposição e traz até si algumas imagens da mesma:



José Luis Tinoco inscreveu o seu nome na história do Festival RTP da Canção e do Eurovision Song Contest em 1975 com a composição de Madrugada, tema que, interpretado por Duarte Mendes, representou Portugal em Estocolmo. Contudo, o arquiteto e pintor, é também o compositor de 'Um homem na cidade' e 'No teu poema', temas interpretados por Carlos do Carmo.



Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte/Imagem: ESCPortugal / Vídeo: Youtube

1 comentário(s):

  1. Ricardo Alves09:25

    O escportugal e super variado. dá gosto de ler

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top