Para assinalar o Dia Mundial da Voz, comemorado amanhã, Tânia Ribas de Oliveira e José Pedro Vasconcelos recordaram algumas das vozes que marcaram a história do Festival da Canção. No entanto, a transmissão ficou marcada por gaffes e falhas de informação.

Margarida Mercês de Melo e Eládio Clímaco, apresentadores de várias edições do Festival da Canção, deram mote à segunda parte do programa de hoje do Agora Nós, totalmente dedicado ao Dia Mundial da Voz, comemorado amanhã. Vozes que marcaram o Festival da Canção estiveram em destaque no programa apresentado por Tânia Ribas de Oliveira e José Pedro Vasconcelos, tendo estado presentes em estúdio António Calvário (ESC1964), Adelaide Ferreira (ESC1985 - FC1984/2015) e Anabela (ESC1993). Carlos Mendes (ESC1968/1972) esteve em destaque posteriormente, falando sobre a sua tournée de comemoração dos 50 anos de carreira.

Contudo, a transmissão ficou marcada por algumas gaffes e falhas de informação, tendo alguns fãs mostrado a sua indignação nas redes sociais. Depois da atuação de Adelaide Ferreira, a apresentadora do programa questionou os convidados sobre as eventuais datas do Festival da Canção 2016, tendo António Calvário respondido que este ano o evento não será realizado, enquanto que Adelaide Ferreira completou, dando a notícia que "este ano não há nem vamos transmitir [a Eurovisão]". O primeiro representante português no evento europeu aproveitou a ocasião e discordou com a retirada da RTP: "Eu acho que devíamos continuar sempre a participação. É importante a participação de Portugal no Festival da Eurovisão", tendo sido agraciado com uma salva de palmas do público.


Minutos depois, aquando da conversa com Anabela, no ecrã dos televisores apareceu "Anabela ficou em 10.º lugar e foi a primeira mulher a representar Portugal no Festival Eurovisão da Canção", uma grave gaffe que tem sido muito comentada nas redes sociais pelos eurofãs nacionais. Além disso, muitos mostraram o seu descontentamento com a produção do programa, visto que apenas foram recordadas as participações mais antigas do nosso país (a mais recente foi 1996).

Aceda AQUI à emissão do programa.

Recorde, de seguida, os momentos musicais do programa:

David Antunes e Vanessa Dias - Medley Festival da Canção - Agora Nós

16 comentário(s):

  1. E eis que o síndrome da eurovisão chegou ao Agora Nós :)

    ResponderEliminar
  2. Anónimo18:02

    Uma vergonha

    ResponderEliminar
  3. Pedro Carvalho18:06

    Que produção é esta que não prepara minimamente os apresentadores para um tema - festival da canção - que supostamente deveria ser preparado e planeado?? falar do FC e não saber que este ano não há, seria uma anedota se não fosse grave

    ResponderEliminar
  4. Anónimo18:07

    A RTP perdeu, mais uma vez, uma excelente oportunidade. A TVI que fala do FC montes de vezes (bem mais vezes que a RTP) nunca cometeu gafes destas

    ResponderEliminar
  5. Isto e so mais um sintoma de muito do que e "Made in Portugal"...Aparentemente muito bonito e animado,mas na verdade feito a trouxomouxo,em cima do joelho,sem um minimo de preparaçao e com acabamentos assim-assim,E por isso que 1 hora de trabalho portugues vale 1 fracçao de 1 hora de trabalho sueco.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo18:19

    Em relação à Anabela, obviamente que não disseram que foi a primeira mulher a representar Portugal, não é?! Ainda para mais quando estava lá a Adelaide Ferreira! O que disseram é que foi a mulher mais nova, com 16 anos, a representar Portugal! E isto é uma "tempestade num copo de água"... não era uma emissão histórica, nem um especial sobre o ESC, mas visava apenas recordar. Se não se fala, é porque não se fala; se se fala, é porque se devia falar melhor. Opa, oh tugas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:36

      Obviamente disseram mesmo que foi a 1ª mulher a representar portugal na eurovisão

      Eliminar
    2. Rui Ramos18:58

      Anonimo das 18.19: Disseram e escreveram numa legenda. EU VI

      A RTP faz tudo em cima do joelho, ve-se todos os anos no FC e viu-se aqui.

      Eliminar
  7. Anónimo19:11

    A RTP já bloqueou o video. LOLLOLOLOLOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:24

      Porque tudo foi uma vergonha, deveriam fazer outro programa dedicado a eurovisão.

      Eliminar
  8. Ricardo Alves19:26

    No Dia da Voz, a RTP perdeu uma excelente oportunidade para estar calada.
    Os excelentes artistas que foram ao programa não mereciam esta desorganização e esta impreparação.

    ResponderEliminar
  9. Anónimo19:36

    E depois disto ainda estão mesmo à espera que em 2017 vem aí aquela promessa do "retorno em grande"??? Eu já não preciso de ver mais nada...

    ResponderEliminar
  10. Um bocado a parte do assunto deste post,mas relacionado com o FC e ESC: Leonor Andrade anda a espera de que ,para lançar o 1º CD? Parece-me que temos mais um destino similar aos de Sofia Vitoria(2004) e Vania Fernandes(2008)...CD para ficar arquivado na sala dos passos perdidos.E pena.

    ResponderEliminar
  11. Se as gaffes viessem da Sic/Tvi até se podia da um desconto mas sendo a priopria RTP ai NEM PENSAR VERGONHA.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neste tipo de programas os apresentadores ao fim de algum tempo parecem entrar numa rotina,O QUE E MAU.Basta falar dos numeros de telefone que dao euros,depois uma televenda,depois uma entrevista com perguntas feitas de ocasiao,meia duzia de larachas e esta a andar...mas nao anda nem deixa andar!

      Eliminar
  12. Anónimo00:43

    A RTP bateu no fundo e caiu no ridículo!

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top