ESC2020: França aposta em seleção interna para o Festival Eurovisão 2020


As baixas audiências do Destination Eurovision ditaram o fim da final nacional francesa. O representante de França no Festival Eurovisão 2020 será escolhido internamente.

Alexandra Reede-Amiel, diretora de Entretenimento da emissora France2, confirmou, esta tarde, que o Destination Eurovision não será utilizado como final nacional para o Festival Eurovisão de 2020, com o país a voltar a apostar numa seleção interna. "Queremos mais controlo sobre o processo, com uma seleção interna" frisou, relembrando que também Espanha e Reino Unido revelaram o fim das finais nacionais e a escolha interna dos seus candidatos para 2020, "Vamos mobilizar as nossas forças de maneira diferente".

As baixas audiências do programa e os resultados aquém do desejado também estiveram na génese da decisão, "Ao mudar, esperamos chegar ao pódio em 2020" afirmou Alexandra Reede-Amiel, frisando que o objetivo é alcançar o melhor resultado desde 1991. Além disso, Alexandra confirmou que a emissora já está a receber propostas, "Pedimos a autores e compositores franceses que nos apresentem canções, bem como a compositores estrangeiros". O candidato escolhido será apresentado num programa especial, em data a anunciar.



França competiu por 62 ocasiões no certame europeu, tendo falhado apenas as edições de 1974 e 1982, sendo um dos países com mais sucesso na competição, com cinco vitórias no histórico (a última remonta a 1977). Vencedor do Destination Eurovision 2019, Bilal Hassani representou França no Festival Eurovisão de 2019 com "Roi". Em Telavive, a candidatura não foi além do 16.º lugar com 105 pontos, 2 deles oriundos do televoto português.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix/Imagem/Vídeo:Eurovisiontv

5 comentários:

  1. Anónimo19:40

    Que decepção...
    Tenho acompanhado as duas edições do Destination Eurovision e tirando os problemas de audio da primeira semifinal, acho que a edição deste ano foi muito boa e algumas das músicas fazem parte da minha lista de spotify

    ResponderEliminar
  2. Anónimo13:15

    Boa decisão. De facto, duas edições muito fracas de onde saíram dois temas, um suficiente e outro mau mesmo.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo13:35

    O Problema e que ninguem via, so oa fas franceses e entao claro.. Como a maior parte pertence a comunidade LGBT votou tudo no Bilal. Nao pensem que isto e um comentario homofobico mas os membros da comunidade LGBT sempre que aparece alguem da comunidade votam nele independemente de haver cançoes melhores ou nao. Para mim Roi era bom mas havia melhor e com as alteracoes feitas ate a final ddo ESC ficou simplesmente piroso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:18

      Sim mas havia muitas outras opções LGBT na final francesa...

      Eliminar
    2. Anónimo18:05

      Acho que Roi ganhou por ser escrita pelos Madame Monsieur e pelo Bilal ser um youtuber popular no país, como se viu se o televoto não tivesse tanto peso na decisão final a canção vencedora seria outra

      Eliminar