ESC2020: Teto do MECC ditou o afastamento da candidatura de Maastricht


A baixa altura e capacidade de carga do teto do MECC ditou o afastamento da candidatura de Maastricht para receber o Festival Eurovisão 2020.

Depois da revelação de Roterdão como cidade anfitriã do Festival Eurovisão 2020, a emissora holandesa NPO disponibilizou a candidatura de Maastricht para albergar o evento internacional. Com a cidade a prometer um investimento de 6 milhões de euros, ao qual se juntaria um investimento de 6,5 milhões da província e o recurso a 5,2 milhões de euros em material para a preparação do evento, a candidatura teve um custo de 300 mil euros para a cidade.
A candidatura apontava o City Meadow, em Sphinxhwartier, como o local da Eurovision Village, enquanto o Euroclub teria lugar no Muziekgieterij, depois da proposta inicial apresentar o City Meadow como local escolhido. Por sua vez, a Cerimónia de Abertura teria lugar no Provinciehuus, local que recebeu a assinatura do Tratado de Maastricht em 1992, com a passadeira vermelha a ficar localizada em pontões no rio Maas.

No entanto, o relatório da NPO apresentou o teto do MECC como o principal entrave à escolha da cidade para receber o Festival Eurovisão de 2020. A estrutura do Maastricht Exhibition & Conference Centre não tinha a capacidade necessária para suportar o equipamento do evento, sendo a situação agravada pela baixa altura do teto do recinto.




Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: NPO / Imagem: Google / Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários