25 de junho de 2019

ESC2019: Participação de Miki em Telavive foi a mais cara da história da RTVE


A RTVE gastou mais de meio milhão de euros com a participação de Miki no Festival Eurovisão 2019, tornando-se a participação mais cara da história da RTVE.

Motivada pela Lei da Transparência da Administração Pública, a RTVE, emissora estatal espanhola RTVE, revelou, esta tarde, os custos da participação no Festival Eurovisão 2019. No total, a participação de Miki e "La Venda" em Telavive tiveram um custo de 508 862 euros, tornando-se a participação mais cara da história da RTVE no concurso internacional.
Os custos de transmissão do evento foram responsáveis por mais de metade do montante gasto (283 125 euros) ao qual se soma também o aluguer da cabine de comentários (23 601 euros). O pagamento aos diversos artistas envolvidos no processo (cantor, bailarinos, coreógrafos e compositor, entre outros) custou 70 mil euros, tendo sido pagos 7 361 euros à Segurança Social. Por outro lado, o vestuário e os efeitos de palco tiveram um custo de 10 400 euros, com a estrutura usada em palco a ter custado 40 300 euros. 

Por fim, os vídeos promocionais custaram 6 mil euros, tendo a RTVE gasto cerca de 14 mil euros com o transporte da comitiva em Telavive. O alojamento e a alimentação da delegação teve ascendeu aos 35 352 euros durante a semana eurovisiva. No final, os 508 862 euros gastos pela RTVE em Telavve superou a marca recorde alcançada por Edurne em Viena: 493 mil euros.

Estreante em 1961, Espanha conta com 59 participações no Festival Eurovisão, tendo ganho as edições de 1968 e 1969. Contudo, nos últimos 10 anos, o país apenas conquistou duas presenças no top10, contando com 7 participações abaixo da 20.ª posição. Em Telavive, Miki e "La Venda" representaram Espanha, terminando em 22.º lugar com 54 pontos, tendo sido a canção mais votada pelo público português.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: LaVanguardia/Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

8 comentários:

  1. Anónimo18:15

    A rtp não terá gasto muito .. tendo em conta que só tivemos uma mísera escada no palco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:12

      Ficaria muito surpreso se o Conan ou o João receberam algum dinheiro por participar

      Eliminar
  2. Anónimo18:45

    23 mil pela cabine de comentários? :/

    ResponderEliminar
  3. Ainda bem que não tiveram que me pedir nada. Agora é que é caso para dizer que foi muita parra para tão pouca uva. Se a RTP tivesse investido com tanto descaramento assim, os responsáveis iriam ser massacrados com todo o tipo de impropérios, porque eu tenho a certeza que com a obra-prima que lá esteve presente o resultado não teria sido melhor.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo20:10

    A maior parte do dinheiro da participação vai para a EBU e para o país anfitrião. Não sei como a RTP conseguiu ter prejuízo o ano passado, com os preços elevados praticados

    ResponderEliminar
  5. Anónimo20:23

    Para aquele resultado... ainda estou para entender para que era aquele boneco gigante no palco...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo21:11

    Nao tivessem gasto na estrutura e ni boneco e tivessem feito uns leds melhores nao era nada disto

    ResponderEliminar
  7. Fogo gastaram meio milhão, repito MEIO MILHÃO numa musica tão fraca?? Nem que tivessem feito o pino com uma musica destas nunca passariam da 2a metade da tabela.

    ResponderEliminar