Kate Miller-Heidke: "Tulia e Conan Osiris tinham duas das maiores canções do concurso"


A cantora australiana Kate Miller-Heidke lamentou o afastamento de Portugal e da Polónia na primeira semifinal do Festival Eurovisão 2019: "As vossas atuações estavam cheias de classe e personalidade".


Através das redes sociais, a cantora autraliana Kate Miller-Heidke reagiu aos resultados da primeira semifinal. Agradecendo a todos os que a apoiaram e a felicitar os restantes nove finalistas, a cantora lamentou o afastamento de Polónia e Portugal na semifinal: "Também foi agridoce porque dois dos meus favoritos não passaram. Tulia e Conan Osiris tinham duas das maiores canções do concurso e as atuações estavam cheias de classe e personalidade" escreveu, desejando "vê-los a atuar na Austrália um dia".





Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

7 comentários:

  1. Enfim. Já está. Temos que ultrapassar. Temos que melhorar. E não é com "abaixos-assinados" que resolvemos a coisa.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo12:49

    Como português, tenho muito orgulho no trabalho realizado pelo Conan e pelo João. Mesmo não passando à final, estão de parabéns. Agora é tempo de pensar e refletir sobre o nosso futuro na eurovisão.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo12:57

    Faz sentido. Ela é cantora de pop, ópera e música tradicional. Daí ter gostado destas 2, que eram as mais étnicas da semi

    ResponderEliminar
  4. Anónimo13:22

    Conan volta em 202, por favor RTP.

    ResponderEliminar
  5. Eu só não consegui perceber porque razão a nossa canção parecia tão mais impactante no Festival da Canção
    Na Eurovisão parecia muito menos apelativa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:16

      Eu diria que as luzes, leds e planos de câmara foram bem piores
      Se vires as duas interpretações ladoa lado vais perceber

      Eliminar
  6. Anónimo17:35

    O Conan so gosta em Portugal

    ResponderEliminar