JESC2019: Giorgi Rostiashvili é o representante da Geórgia no Festival Eurovisão Júnior 2019


Giorgi Rostiashvili é o primeiro intérprete escolhido para o Festival Eurovisão Júnior 2019, adquirindo o direito a representar a Geórgia com a vitória no Ranina.


A emissora estatal da Geórgia escolheu, esta tarde, o seu representante no Festival Eurovisão Júnior 2019. Três candidatos (Ana Berishvili, Giorgi Rostiashvili e Anastasia Garsevanashvili) disputaram a Final do Ranina, final nacional do país pelo segundo ano consecutivo, sendo que Giorgi Rostiashvili foi o vencedor da gala. Ana Berishvili, segunda classificada, será a porta-voz do país na Polónia, sendo que a comitiva também contará com Anastasia Garsevanashvili, terceira classificada.



Albânia, Austrália, França, Geórgia, Holanda, Irlanda, País de Gales, Polónia, Portugal e Rússia são os dez países confirmados no Festival Eurovisão Júnior 2019. O Cazaquistão, que terá de ser convidado para participar, também manifestou o desejo de competir pelo segundo ano consecutivo, sendo espectável também a participação da Arménia, Bielorrússia, Itália e Malta, países que participaram na reunião do Grupo de Referência.

Estreante em 2007, a Geórgia é o país com melhores resultados no Festival Eurovisão Júnior. Sendo o único país com três vitórias no certame (2008, 2011 e 2016), o país conquistou também o segundo lugar na edição de 2012 e 2017. Em Minsk, Tamar Edilashvili representou a Geórgia com "Your Voice" terminando em 8.º lugar com 144 pontos, recebendo 2 pontos do júri português.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: GPB /Imagem/Vídeo: JuniorEurovision

5 comentários:

  1. Respostas
    1. Anónimo21:41

      Ainda nao escolheram cançao nenhuma. E so o interprete

      Eliminar
    2. Mas eu também não disse que era esta a canção. Vim aqui só para ver as qualidades do artista e deparei com esta coisa.

      Eliminar
  2. Anónimo07:00

    E nós?

    ResponderEliminar
  3. Anónimo07:04

    Espero que este ano em Portugal seja melhor, pelo menos a escolha. Fazerem aquilo no programa da manhã não deu,com nada

    ResponderEliminar