ESC2019: Ilanit confirmada na Grande Final do Festival Eurovisão 2019


Ilanit, representante de Israel na sua primeira participação no Festival Eurovisão em 1973, é uma das artistas confirmadas na abertura da Grande Final deste ano.

Depois de confirmada a participação de Netta Barzilai (2018), Dana International (1998/2011) e Nadav Guedj (2015), a organização do Festival Eurovisão 2019 revelou que a cantora Ilanit, responsável pela estreia de Israel no concurso em 1973, também marcará presença na abertura da Grande Final com um excerto de "Ey Sham", canção que defendeu há 46 anos.

Com uma carreira com mais de 40 anos, Ilanit gravou mais de 600 canções e lançou 30 álbuns, sendo um dos maiores nomes da música de Israel. Em 1973, a cantora defendeu "Ey Sham" no concurso, tendo terminado em 4.º lugar com 97 pontos. Durante vários anos existiu o rumor de que a cantora havia subido ao palco com um colete à prova de balas com receio de um atentado terrorista, depois do episódio ocorrido em Munique nos Jogos Olímpicos de Verão do ano anterior: contudo, a cantora desmentiu que tal tenha acontecido. Ilanit regressou ao concurso em 1977 em defesa de "Ahava Hi Shir Lishnayim", terminando em 11.º lugar com 49 pontos.




Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix /Imagem/Vídeo: Eurovision

2 comentários:

  1. Anónimo12:09

    Israel tem trazido á Eurovisão canções, que na sua maioria não são de grande qualidade musical, o que não acontece com as duas canções desta cantora a Ilanit, são ambas as canções muito boas, especialmente a de 1977, que tinha e tem a melhor canção desse ano. Já acho o seu 11º lugar muito injusto, devia ter vencido a Eurovisão. A canção de 1973 também é boa e concordo com o seu 4º lugar que obteve. Por curiosidade, as canções israelitas da Eurovisão dos anos 70, são todas fracas menos as duas canções desta cantora. Só nos anos 70, a Israel venceu duas vezes, em 1978 e 1979, que são vitórias muito injustas pois as canções não valem nada, sobretudo a de 1979 que era a pior canção a concurso. Esta cantora, a Ilanit, merecia ter vencido a Eurovisão, pois as suas duas canções eurovisivas são as melhores canções israelitas dos anos 70. Israel devia ter vencido com esta cantora e não em 1978 e 1979.

    ResponderEliminar
  2. Atenção! Vale lembrar (tendo em conta o teor da notícia) que esta cantora foi também escolhida para representar Israel 1984, no entanto tal participação não se verificou porque Israel não participou nesse ano por essa edição desse ano coincidiu com o Yom HaZikaron, o Dia da Lembrança dos Soldados Mortos de Israel.

    ResponderEliminar