[VÍDEO] ESC2019: Revelados excertos dos ensaios 'stand-in' do Festival Eurovisão 2019


O palco do Festival Eurovisão 2019 já está pronto e os ensaios stand-in já começaram em Telavive. Aceda a alguns vídeos disponibilizados nas redes sociais.


A poucos dias do início dos ensaios individuais do Festival Eurovisão 2019, o palco eurovisivo do Pavillion 2 do Expo Tel Aviv já recebeu os primeiros ensaios técnicos e stand-in da edição. O anúncio foi feito através das redes sociais, com a revelação de algumas imagens de adereços no palco e de alguns vídeos com excertos das atuações.






Os ensaios stand-in decorrem, anualmente, nas semanas antes do início dos ensaios individuais das comitivas a concurso no Festival Eurovisão. Um conjunto de cantores e bailarinos são os responsáveis por estes ensaios, onde são recriadas as atuações do concurso com as indicações enviadas por cada comitiva. Os ensaios são gravados e enviados para as respetivas delegações, podendo haver mudanças nas atuações antes dos ensaios individuais. Recorde, de seguida, alguns dos ensaios stand-in do ano passado:





 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem/Vídeo: FB/Instagram/Twitter

19 comentários:

  1. Só tenho a dizer que o stage dos stand-in da Grécia o ano passado era bem melhor que o original!

    ResponderEliminar
  2. Tanta saudade que vai haver do palco de Portugal...

    ResponderEliminar
  3. O staging de Chipre não me impressionou nada. É certo que é filmado de longe e ao perto pode ter outro impacto, mas os leds usados não são nada bonitos.

    ResponderEliminar
  4. Luis Andre Santos00:10

    adoro o Francisco Rebelo de Andrade ... os "caminhos singelos" deviam ter ido à eurovisão, embora também adore o "foi magia" e a Sofia Vitória ... que saudades da OT2 ...

    ResponderEliminar
  5. Se mostrassem o stand in de Portugal é que era de Rei. Só para termos um cheirinho do que aí vem. Se há esperança ou não em passar a semifinal.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo00:24

    parece tudo piquenito. Uma sala apertada? ou é só a minha impressão...aquilo é quase só palco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também fiquei com essa impressão. Talvez em televisão pareça maior.

      Eliminar
  7. Anónimo01:23

    Gostei ! Efeitos de palco e leds !! Ao menos não se armaram em pobrezinhos como a rtp !! Sem duvida que a nossa organização foi muito inferior a de Israel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Outro que confunde organização com gosto pessoal.

      Eliminar
    2. Anónimo05:26

      Sinceramente até a Portimão Arena e o palco do FDC pareciam maiores que isto LOL

      Eliminar
    3. Anónimo08:00

      So pode estar a gozar. A organização não se resume só ao número de leds ou de luzes nem ao quanto as pessoas que só querem saber do show vão gostar de ver umas imagens atrás dos artistas. A parte logística também faz parte da organização, sendo que o país anfitrião até parece estar mais envolvido nesta parte do que na realização do show propriamente dito. Acho que nem vale a pena comparar a organização de Lisboa com a de Israel. Mas já que parece só se se importam com palco, posso dizer que para quem tinha prometido tanto com o palco, não está nada de espectacular. Pequeno, a iluminação não parece ser nada de especial, os triângulos para já não estão ali a fazer nada e supostamente iam mexer-se e dar voltas e fazer não sei mais o quê. Podemos estar a avaliar por vídeos amadores e no show pode parecer muito melhor mas para quem dizia que ia ser o palco mais inovador de sempre, não estou a ver nada de novo a não ser os leds mexerem que só é algo de novo na Eurovisão. As pessoas a ver não se importam se os leds são de última tecnologia ou as luzes as melhores do mercado se não se notar o efeito. Vamos ultrapassar o rancor de o palco não ter tido leds por opção aprovada pela EBU e não por serem pobrezinhos (ou senão se a RTP não teve dinheiro para os leds porque é que os põe no Festival da Canção e noutros programas e não os poupou para o ESC?).

      Eliminar
    4. Anónimo09:59

      Pobrezinhos?? A parede de luzes por de trás do palco era BASTANTE MAIS CARO que encher de luzes...

      O que queria dizer era que a RTP pensou fora da caixa e fez um palco que não agradou todas as basic bimbos como voces

      Eliminar
    5. Só podes estar a gozar.

      Eliminar
    6. Anónimo11:36

      Discordo em absoluto! Aquilo que a RTP e a EBU, fizeram no ano passado foi propor uma forma diferente de fazer staging, sem recursos aos leds, que muitas vezes acabam por "engolir" os artistas. A componente humana foi muita mais realçada, além dos leds tornarem tudo muito mais escuro...sem brilho, e serem uma muleta artificial aos artistas. É verdade que o palco, por ventura não foi o melhor de sempre, mas organizamos um espectáculo incrível, com grandes stagings cinéticos de grande criatividade e "luz" (exemplo: Eleni Foreira, Netta, Doredos, Saara Alto, Jessica Mauboy, além de muitos outros casos).

      Eliminar
    7. Anónimo13:50

      E para quem esteve lá no Altice Arena como eu e vi como em poucos segundos se consegue transformar um palco de actuação em actuação, chego à conclusão que um e ran de leds é sem dúvida um recurso facilista e sem imaginação. A organização do ano passado ainda vai trazer muitas saudades!

      Eliminar
  8. Anónimo01:39

    portugal se vem com um staging igual ao FdC bem pode esquecer final..

    ResponderEliminar
  9. Anónimo07:36

    Nao aprenderam nada. Vao voktar os LEDS horriveis de 2017. Sera que nao percebem que nem todas precisam deles? A Macedonia por exemplo bastam luzes e tudo escuro e estou mesmo a ver a porem um fundo terrivel. E mesmo as que usam LEDS, devia ser como em 2016 que eram coisas luminosas e simples nao como em 2017 a Suiça ou a Romenia por exemplo

    ResponderEliminar
  10. Anónimo13:51

    A grande maioria destas performances é bem melhor que a fis cantores originais.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo13:52

    Escportugal, sabem se há uma data prevista para a chegada da delegação portuguesa a Telaviv?

    ResponderEliminar