ESC2019: Kate Miller-Heidke responde ao pedido de boicote de Roger Waters


Depois de ter sido abordada por Roger Waters, a cantora australiana Kate Miller-Heidke garantiu que não irá boicotar o Festival Eurovisão 2019: "Simplesmente não consigo entender como isto iria ajudar na solução do problema".


Depois de uma carta aberta a todos os participantes do Festival Eurovisão 2019, onde destacou o português Conan Osíris, Roger Waters, fundador do grupo Pink Floyd, continua a apelar ao boicote do certame internacional que terá lugar em Telavive a 14, 16 e 18 de maio deste ano. Recorrendo a um vídeo da cantora australiana, o cantor lançou um vídeo na sua conta oficial do Vimeo para apelar que Kate Miller-Heidke: "Se fores a Telavive, serás utilizada pelo governo israelita para branquear a ocupação (...) Se te preocupas com os refugiados e com os direitos humanos, serias a única a levantar-te e a dizer que adorarias cantar para eles, mas apenas quando todos tiverem os mesmos direitos humanos perante a lei".

Após o contacto de vários orgãos de comunicação social, a cantora Kate Miller-Heidke reagiu ao pedido através de um comunicado. "Eu respeito completamente a sua opinião" começa por frisar a cantar, garantindo que não lhe agrada "a ideia de bloquear completamente um povo inteiro e um país inteiro da música, cultura e aprendizagem", garantindo que "não consigo ver como o boicote iria ajudar na solução deste problema". Por fim, a australiana afirmou que utilizará as duas semanas em Telavive "para aprender (...) e conhecer palestinianos e pessoas de todos os cantos, aprofundando a minha aprendizagem e compreensão".


Com quatro participações no curriculum, a Austrália é o único país, juntamente com a Ucrânia que nunca falhou o apuramento para a Final do Festival Eurovisão, tendo como melhor resultado o 2.º lugar alcançado por Dami Im e Sound of Silence, em Estocolmo, sendo a candidatura mais votada pelo júri. Em Lisboa, Jessica Mauboy representou o país com We Got Love, terminando em 20.º lugar com 99 pontos, nenhum deles oriundo de Portugal.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: 10daily / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

5 comentários:

  1. Muito bem dito. Por outras palavras eu já disse o mesmo.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo21:40

    O Waters já apelou também à Loreen ou os outros artistas que vão cantar na eurovillage?

    ResponderEliminar
  3. Anónimo00:37

    Coitado do Waters... Devia preocupar-se mais com os assuntos do país dele, e menos com os da Europa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo02:19

      Israel nem a Palestina são países europeus

      Eliminar
    2. Anónimo02:08

      Quando digo Europa é relativamente a necessidade de ele enquanto ingles se querer sobrepor a agenda política europeia neste assunto. Ele que va brincar ao brexit e deixe cada país pensar por si.

      Eliminar