[VÍDEO] Como seria a votação dos últimos anos com o novo sistema de revelação dos votos?


A EBU/UER revelou, esta manhã, um novo sistema de revelação dos votos para o Festival Eurovisão 2019. Veja o que mudaria no anúncio dos votos dos últimos anos.

De modo a aumentar o suspense na votação do Festival Eurovisão, a EBU/UER anunciou, esta manhã, algumas mudanças no sistema para 2019: ao contrário dos últimos anos, a votação do público será revelada consoante a classificação na votação do júri. Veja, de seguida, as simulações das votações de 2016, 2017 e 2018 com o novo sistema:






Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPortugal/Imagem: Eurovision.tv / Vídeo: Youtube

7 comentários:

  1. Anónimo18:30

    Só posso ser burro, não percebi nada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:06

      Muito simples.. O que ficar em último na pontuação do júri, será o primeiro a receber a pontuação do televoto.... O penúltimo do júri o segundo a receber a pontuação, o antepenúltimo seria o terceiro e assim sucessivamente até o primeiro da votação do júri que seria o último a ver anunciada a votação do televoto ..

      Eliminar
  2. Anónimo19:59

    Serei o único a achar que vai perder um pouco de emoção? Só altera mesmo o facto de só sabermos o vencedor na última votação... mas aquele suspense de não querer ouvir o nome do seu país favorito, sinónimo de ter uma pontuação mais alta, vai perder-se... é só esperar a vez do país...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:35

      Além do mais perde-se a noção do raking do televoto,o bloco de pontos torna-se um número ainda mais abstrato... não se sabendo se foi um dos favoritos do público ou o contrário.

      Eliminar
    2. eu acho que eles vão mostar o scoreboard do televoto dp de anunciarem o vencedor

      Eliminar
  3. Aprovo totalmente este novo sistema de revelação dos votos porque vai criar muito mais suspense e nervos até ao fim, e até pode dar-se o caso do país que está no primeiro lugar receber poucos pontos do televoto e do país que está no último lugar receber muitos e baralhar completamente a classificação final. Por exemplo no ano passado a Ucrânia estava no último lugar porque só tinha recebido 11 pontos dos Júris mas com o televoto recebeu 119 pontos e na classificação final ficou no 17 lugar entre 26 países, enquanto que a Áustria estava no primeiro lugar com 271 pontos dados pelos Júris mas o televoto apenas lhe atribuiu 71, portanto este novo sistema de revelação dos votos é mesmo muito bom.

    ResponderEliminar
  4. O maior suspense na revelação do televoto era mesmo ansiarmos por não ouvir a nossa música favorita ser chamada. Assim que anunciarem, ficamos logo a saber das suas reais possibilidades. Ex:tudo o que seja abaixo de 150 pontos quer dizer que já foi.

    ResponderEliminar