[VÍDEO] ESC2019: Conheça as 24 canções na corrida para representar Itália na Eurovisão


A 69.ª edição do Festivali di Sanremo começou, esta noite, com os 24 participantes a subirem ao palco do Teatro Ariston, em Sanremo. Reveja as atuações.


Festivali di Sanremo 2019, formato utilizado como final nacional de Itália para o Festival Eurovisão 2019 pelo quinto ano consecutivo, estreou esta noite. Sediado no Teatro Ariston, em Sanremo, o certame contou com apresentação de Claudio Baglioni, juntamente com Claudio Bisio e Virginia Raffaele, apresentando diferenças comparativamente com as últimas edições. A principal mudança diz respeito à eliminação da categoria Nuove Proposte, contando apenas com a principal categoria do certame, Campioni.

Esta noite, os 24 participantes subiram ao palco do Teatro Ariston, sendo que a votação estará a cargo do televoto (40%), sala de imprensa (30%) e júri demoscópico (30%). Apesar de não existirem eliminações na edição deste ano, a votação das diversas galas contará para a votação final do formato.

Aceda, de seguida, às atuações da 1.ª gala do Festival di Sanremo 2019:


Estreante em 1956, a Itália conta com 44 participações no Festival Eurovisão, tendo estado fora do certame entre 1998 e 2010, apesar de ter triunfado em 1964 e 1990. Ermal Meta e Fabrizio Moro venceram o Festival de Sanremo de 2018 com "Non Mi Avete Fatto Niente", adquirindo o direito de representar Itália em Lisboa, onde terminaram no 5.º lugar com 308 pontos. A candidatura italiana foi a segunda mais votada pelo público português (10 pontos), tendo sido a sétima mais pontuada pelo painel de jurados (4 pontos).


 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: RAI /Imagem: Google / Vídeo: Youtube

7 comentários:

  1. Anónimo00:21

    Sou fã do festival de Sanremo, da elegância,da música,da orquestra, do respeito pelos artistas, sem necessidade de leds, palco muito inspirado no ESC 2018, jogo de luzes muito bem conseguido... ponto menos positivo a sua duração...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:43

      A rai este ano mostra como orquestra ao vivo e música moderna e contêmporânea podem coexistir, quem me dera que a Italia ganha-se, só para termos isto na eurovisão, fica mesmo lindo

      Eliminar
    2. Anónimo09:32

      Se a Itália ganhasse, em todo o caso nunca iriamos ter orquestra ao vivo porque é requisito da própria Eurovisão, EBU.

      Eliminar
  2. Irama com "La ragazza con il cuore di latta" é simplesmente BRUTAL!!! Q canção!!!

    ResponderEliminar
  3. No geral gotei bastante da seleção deste ano. Gosto bastante do Irama, dos Il Volo (apesar de achar a de 2015 muito superior a esta) e ainda Loredana Berté. Ficaria feliz com qualquer um destes três a ganhar.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo15:32

    Não me levem a mal, mas não estou a ver nenhuma música que possa fazer sucesso na eurovisão este ano em Sanreno.
    Não estou a dizer que as músicas são más, mas parecem apoiar-se na letra mais do que na melodia, para quem não percebe italiano (como eu) acaba por não cativar.
    De todas a que pode funcionar é o Irama, consegue ser muito expressivo vocal e fisicamente (apesar que a expressividade vocal e física não ajudou a Cláudia o ano passado) e os Il Volo, mais por já serem conhecidos e a ópera fica sempre bem (mas Grande Amore era muito melhor que esta).

    ResponderEliminar
  5. Por esta primeira gala fico com Nek, Irama, Il Volo e Loredana Berté.

    ResponderEliminar