Israel: Shalva Band abandonam o 'HaKokhav HaBa' devido ao shabat


Os Shalva Band, um dos finalistas do HaKokhav HaBa L'Eurovizion 2019, anunciou oficialmente a sua retirada do evento devido aos ensaios gerais existentes ao sábado durante o Festival Eurovisão 2019.

Depois de ter sido avançada a possibilidade de retirada do grupo, os Shalva Band anunciaram, oficialmente, a sua retirada do HaKokhav HaBa L'Eurovizion 2019 e da corrida para representar Israel no Festival Eurovisão 2019. O grupo gravou uma entrevista durante o dia de hoje, sendo que a mesma será transmitida na próxima quinta-feira.

Conforme havia sido avançado, o grupo abandonou a corrida pelo Festival Eurovisão 2019 devido ao shabat, lei religiosa que não permite trabalho do pôr-do-sol de sexta-feira até ao pôr-do-sol de sábado, o que seria violado caso o grupo representasse o país em Telavive, devido à existência de ensaios gerais durante este período. O grupo garante que conhecia as regras desde o início, mas nunca acreditaram que chegariam tão longe na competição. Além disso, os Shalva Band garantem que os produtores israelitas contactaram a EBU/UER sobre a eventualidade de mudar os ensaios gerais para permitir a sua participação, algo que não foi aceite.

O grupo, formado por oito membros da organização sem fins lucrativos Shalva para crianças com necessidades especiais, foi o primeiro finalista do HaKokhav HaBa L'Eurovizion 2019, sendo espectável uma mudança no calendário do evento com a sua retirada.


Estreante em 1973, Israel participou em 41 ocasiões na Eurovisão, totalizando quatro vitórias: 1978, 1979, 1998 e 2018. Em Lisboa, o país foi representado por Netta Barzilai e "Toy", tema vencedor da competição com 529 pontos, 2 deles oriundos de Portugal.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix /Imagem: Google / Vídeo: eurovision.tv

Sem comentários