ESC2019: BILAL HASSANI E "ROI" REPRESENTAM FRANÇA NO FESTIVAL EUROVISÃO


BILAL HASSANI E "ROI" SÃO OS REPRESENTANTES DE FRANÇA NO FESTIVAL EUROVISÃO 2019 EM TELAVIVE.

França já tem representantes para o Festival Eurovisão 2019. Bilal Hassani e "Roi" confirmaram o favoritismo e venceram o Destination Eurovision 2019 com 200 pontos, fruto da vitória no televoto (150 pontos) e do sexto lugar no júri internacional (50 pontos). Seemone e "Tous Les Deux", favoritas do comité de jurados, ficaram em 2.º lugar, seguindo-se as canções defendidas por Chimène Badi e Emmanel Moire.



Aceda, de seguida, à classificação final:

1.º Bilal Hassani - "Roi" - 200 pontos (50J+150T)
2.º Seemone - "Tous les Deux" - 156 pontos (94J+62T)
3.º Chimène Badi - "Là-haut" - 119 pontos (56J+63T)
4.º Emmanuel Moire - "La Promesse" - 115 pontos (64J+51T)
5.º Silvàn Areg - "Allez leur dire" - 102 pontos (76J+26T)
6.º The Divaz - "La Voix d'Aretha" - 92 pontos (44J+48T)
7.º Aysat - "Comme une grande" - 38 pontos (26J+12T)
8.º Doutson - "Sois un bon fils" - 18 pontos (10J+8T)

França competiu por 61 ocasiões no certame europeu, tendo falhado apenas as edições de 1974 e 1982, sendo um dos países com mais sucesso na competição, com cinco vitórias no histórico (a última remonta a 1977). Em Lisboa, o país foi representado pelo duo Madame Monsieur e "Mercy": apesar de serem apontados como um dos favoritos à vitória, França não foi além do 13.º lugar com 173 pontos, 5 oriundos do júri português.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: France2/ Imagem: Google / Vídeo: Eurovision.tv

57 comentários:

  1. Anónimo22:53

    O staging na final foi péssimo, até pensei que não se safava.
    Não era a minha escolha, mas já estava à espera.
    Boa sorte França

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:09

      O Bilal é um youtuber muito popular na frança, é normal ele ter ganho o voto do público

      Eliminar
  2. Anónimo22:54

    horrivel, bottom 5 para a França

    ResponderEliminar
  3. Anónimo22:58

    Muito boa música!!! Está na luta pela vitória

    ResponderEliminar
  4. Últimos lugares na Grande Final reservados para a França. Eles devem achar que vai ser outra Conchita e lhes vai trazer a vitória 😂

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:05

      Eu acho é que vai ser outra Saara Aalto... cof cof

      Eliminar
  5. Anónimo22:59

    Seemone a única com potencial para Top5...

    ResponderEliminar
  6. Como é óbvio a França deu um tiro no pé!!! Não esperem um grande resultado porque não o vão ter... Se o ano passado foi o flop q foi este ano nem quero imaginar!!! Mas boa sorte França. Claramente não vão ter o meu voto este ano...

    ResponderEliminar
  7. Ridículo. Seemone teria o meu voto no ESC. Mas há que ver o lado positivo: sempre poupo uns trocos assim.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo23:09

    A TF1 afastou-se da possibilidade de ter do seu público (especialmente de um certo grupo we all know who!!) qualquer possibilidade para controvérsia e barulho. Então deu de "mão beijada" a vitória ao "queen-kid" (num disfarce metaforicamente chamado 200 pontos), em vez de dar essa possibilidade à musica. Agora o que é isto diz do gosto musical do televoto, tal como acontece em 90% dos casos na Eurovisão? Para bom entendedor ... Seria necessário alguém ir recordando a este miúdo, que ele não é a Conchita Wurst e que existem uns países a concurso com a mentalidade "russa" (caso ele não se tenha dado conta durante o juri de hoje), de modo a que ele mantenha manter os pés assentes na terra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:28

      Concordo a 100%, todos sabemos porque ganhou. E acho que nao tem a haver com paises como a Russia que isto nao vai ficar bem mas sim porque simplesmente nao e nada comparado a conchita

      Eliminar
    2. Anónimo23:31

      A conchita ganhou porque tinha uma grande muisca e uma grande voz e que foi muito bem apresentada, para alem das pessoas terem achado piada a uma figura femenina (aparentemente) com barba. Ora este ate tem uma boa melodia mas a cantar é zero, nao tem uma boa apresentaçao e tambem nao tem uma barba

      Eliminar
    3. Anónimo10:06

      Nem é a TF1... É a France 2...

      Eliminar
  9. Anónimo23:12

    Ui! Nem consegui ouvir até ao fim. Péssima música e péssimo intérprete. Bottom 5 para a França este ano.

    ResponderEliminar
  10. Anónimo23:14

    Parabéns França... Acho que pior escolha era impossível... 0 points!!!

    ResponderEliminar
  11. Anónimo23:16

    Olha o Carlos Costa!

    ResponderEliminar
  12. Anónimo23:17

    Enfim. Apresentacao pessima, mais uma drag queen muito fraca esta. Viu se bem que na França so vota a comunidade LGBT e votou em força. Isto estava tudo feito. Meteram a Chimene a atuar em primeiro para nao ter hipoteses e meteram o Bilal no fim. Enfim. Ja agora, os dois trocaram a cor da apresentacao um com o outro. Porque sera?

    ResponderEliminar
  13. Anónimo23:18

    Tendo em conta o leque de opções que chegaram à final, foi uma boa escolha. Boa música, o miúdo tem carisma, apenas tem de ganhar confiança e não stressar tanto em palco porque os nervos afetam-lhe claramente a voz apesar da evolução que já teve em relação à semi final. Tenho pena da Seemone, apesar de não ser tão fã da sua canção como muita gente, os nervos atraiçoaram-na e acabou por não dar o melhor de si e ninguém merece uma derrota no último minuto (se bem que ela é um amor de menina e não se mostrou nada afetada). Por outro lado, apesar de ter pena da Seemone como já referi, foi incrível ver a volta que os franceses conseguiram dar à votação do júri internacional. Sei que muitos não concordam mas para mim não faz sentido nenhum um grupo de estrangeiros decidir o representante de uma nação numa competição internacional (pelo menos o presunçoso sueco não votou na final).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mandy23:34

      Pelo menos este grupo de estrangeiros estava com a razão.

      Eliminar
    2. Anónimo23:59

      No que toca a música, não há nenhuma razão objetiva mas sim gostos. E é preferível guiar-se pelos gostos do povo que se vai fazer representar pela música escolhida do que pela opiniao de meia dúzia de pessoas que muito provavelmente nem vai votar na Eurovisão. É melhor levar o que queremos e não nos queixar se o resultado não for o melhor do que flopar com algo escolhido por estrangeiros (o que já aconteceu com a Suécia que tem um processo semelhante) e ficar sem saber o que teria acontecido se o nosso favorito ganhasse. Com isto, antes que insinuem algo, não digo que a Seemone seria um flop, nunca o saberemos.

      Eliminar
  14. Anónimo23:22

    Ao contrário do que dizem, penso que tem potencial para impacto de top10

    ResponderEliminar
  15. Mandy23:23

    Eu estou indignada com o resultado!
    1. Bilal Hassani não teve uma boa atuação na final: desafinou, falhou miseravelmente nas notas altas, que nem eram muitas;
    2. O júri provou que Roi não tinha todo este hype;
    3. Infelizmente, o menino tem um fandom que garantiu aquele resultado astronômico no televoto.

    Só que ninguém contou ao fandom que não poderá votar no seu ídolo em Maio.

    A França perdeu a oportunidade de levar uma das três apresentações prontas à Telaviv.

    ResponderEliminar
  16. É prematuro dizer isto, mas parece-me que este ano as músicas estão muito aquém das de 2018. O Salvador desafiou a qualidade e isso refletiu-se. A vitória da 'galinha' mostrou que a excentricidade está de volta. Enfim....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:25

      Get over Saint Salvador... Nós só ganhamos porque ele era tão bizarro como a Conchita e os Lordi...

      Eliminar
    2. Anónimo12:17

      Apoiado! O Salvador já é história.

      Eliminar
  17. Acho a música muito fraca e banal e a atuação da final ainda conseguiu ser pior que nas meias-finais.Não prevejo um bom resultado para a França em Maio.

    Eu pergunto é para que querem a votação de um júri quando o voto do público triplica a pontuação dada antes.Não deveria ser 50% /50% ?Alguém que perceba de Matemática que me explique LOL.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E era 50/50%. O voto do público para o Bilal triplicou o voto do júri simplesmente pelo facto de ter reunido muito mais apoio por parte do público do que por parte do júri

      Eliminar
    2. Bem...faz sentido.Mas se o facto de ter tido o consenso do público se manifestar proporcionalmente aos votos que obtém, isso só dá razão a quem acha que o rapaz ganhou pela sua quantidade de fãs.Acho o método do FdC mais justo:quem tem mais votos fica com 12 pontos,o 2º com 10 e assim sucessivamente.

      Eliminar
    3. Anónimo07:33

      Era 50/50 a quantidade de votos a distribuir entre o público e o júri (420/420) mas a distribuição é desigual entre os dois. O júri é obrigado a distribuir os pontos por 6 canções enquanto o público pode em teoria atribuir todos os pontos a uma só canção. Com o júri, o máximo de pontos que uma canção podia ter era 120. Com o público poderia ter até no máximo (em teoria) 420 pontos.

      Eliminar
    4. Ora lá está,então não é bem 50% / 50% como eu achava ;)

      Eliminar
  18. Anónimo23:33

    As pessoas podiam-se informar um pouco melhor antes de falar e dar hate. Mesmo não sendo o meu preferido, o Bilal venceu justamente (digamos que por causa da fan base mas não deixa de ser justamente). O Bilal não é uma drag queen nem uma Conchita 2.0. Não é uma ela, mas sim um ele mesmo quando está em palco. É simplesmente um miúdo de 18/19 anos que veste como quer e se identifica, e usa perucas (então agora não está na moda andar com perucas do ebay?) e maquilhagem quando quer. Se virmos ele aparece muitas vezes sem peruca e maquilhagem e não deixa de ser o Bilal (inclusive no seu vídeo de apresentação). Se o queiram comparar a alguém não o comparem à Conchita porque não tem nada a ver, um é uma pessoa e outra uma personagem. Ninguém trata o James Charles por ela nem diz que é uma Conchita pois não? Com o Bilal é o mesmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:42

      Obrigado pela tua opinião, àgua na fervura é sempre bom, mas infelizmente vai haver muito backlash contra o Bilal. Há muitas pessoas mal formadas no mundo, ser homofóbico e racista está infelizmente a ficar na moda e o Bilal é queer e marroquino...

      Eliminar
    2. Anónimo00:04

      Mas alguem aqui foi homofobico? Enfim so porque nao se gosta e homofobico. Sendo assim vices sao heterofobicos lol

      Eliminar
    3. Anónimo00:14

      Ninguém disse isso 00.04. Pode-se dar a sua opinião sem insultar e fazer comparações ridículas, o que não está a acontecer em muitos dos comentários, não aconteceu com a vitória da Netta, do Salvador e muitos outros. Infelizmente, a sociedade de hoje em dia preocupa-se mais em deitar abaixo e denegrir os outros do que em fazer análises construtivas. E em nenhum dos comentários acima havia críticas destrutivas a algum heterossexual para serem "heterofobicos".

      Eliminar
    4. Anónimo00:18

      Sou gay,gosto da Conchita, adorei a vitória dela e não tenho nada contra o Bilal, mas acho que não era a melhor canção nem ele o melhor intérprete para a França levar a Israel.Portanto não generalizem.

      Eliminar
    5. Anónimo00:32

      @00:04 A homofobia não está em não gostar da música pela música ser banal ou achar que o Bilal não têm voz para aquilo, isso é criticar a música pelos seus defeitos musicais e o cantor pelas suas falhas. Ser homofóbico é não gostar da música porque o cantor têm um look feminino ou por ele ser gay, como muita gente abestada vai dizer noutros foruns e págnias (já que por aqui a discusão está a ser muito civilizada).
      Um exemplo, estive a acompanhar a Destination Eurovision num streaming do youtube e alguém disse quando a Aysat apareceu "ela é muito preta para a eurovisão", isso é ser racista, dizer que ela cantou mal ou que não se percebia o que ela dizia não é ser racista, há uma grande diferença entre uma coisa e outra

      Eliminar
  19. Anónimo23:40

    Meh França...1º Deixaram musicas melhores nas semifinais(sim algumas da semi 1 um bocado mal cantadas mas haveria tempo de melhorar) e agora que resultado pensam que vão conseguir com este rapaz que ainda canta pior pelos vistos?
    Não era fã da Seemone mas sinceramente ela teria sido uma escolha muito mais acertada para um bom lugar na classificação em Maio.
    Boa Sorte que vão precisar de muita...então com o júri :P

    ResponderEliminar
  20. Anónimo09:53

    Nesta caixa de comentários encontramos um público de fanáticos portugueses que serão maioritariamente GAYS e que simplesmente vem aqui fazer apreciações não artísticas. Simplesmente criticam pelo rapaz ser diferente. Gays com preconceito é do pior que há realmente. Mas ainda bem que existem Bilal’s, Carlos Costas, Conchitas para esfregar sucesso na cara desta gente. Força França! Força Bilal! Força LGBTI

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo11:54

      Carlos Costa?! Sucesso?! Não entendi.

      Eliminar
    2. Anónimo13:55

      Certamente mais sucesso do que qualquer um de nós que estamos nesta caixa de comentários a comentar um certame que visa celebrar a união entre os povos. Mas que mais parece uma caixa de ódio.

      Eliminar
    3. Anónimo14:36

      Espera até o Festival da Canção começar, isso é que vai ser ódio...
      Recomendo tirar umas férias dos comentários nessa altura (eu vou tirar)

      Eliminar
    4. Anónimo15:52

      O senhor está a desviar a conversa... Enfim... Passar bem.

      Eliminar
    5. Anónimo20:03

      O festival vai ser mais do mesmo. Com a sorte que temos uma boa opção: Conan Osiris.
      Temos duas chances: ser óbvios mas bons... e dar a vitória ao Conan... ou sermos confusos e levarmos uma representação de caca que pode comprometer o lugar na final.

      Eliminar
  21. Anónimo09:53

    Nesta caixa de comentários encontramos um público de fanáticos portugueses que serão maioritariamente GAYS e que simplesmente vem aqui fazer apreciações não artísticas. Simplesmente criticam pelo rapaz ser diferente. Gays com preconceito é do pior que há realmente. Mas ainda bem que existem Bilal’s, Carlos Costas, Conchitas para esfregar sucesso na cara desta gente. Força França! Força Bilal! Força LGBTI

    ResponderEliminar
  22. Anónimo12:25

    Acho que isto de votar no que é diferente só por sê-lo quando a qualidade é pouca vai dar mal

    ResponderEliminar
  23. Golpada! Por fim a rainha antonieta foi coroada, mas após uma derrota em larga escala infligida pelo grande júri internacional, nota máxima, fica o presságio de que em Telaviv vai ocorrer uma degolada que não vai permitir que as bichas modernas se ponham no final a cantar todas em coro: merci, merci, merci...Pela primeira vez comecei a desenhar um top 42, com 3 posições já definidas: 42ª - França; 41ª - Espanha...1ª - (surpresa?) São Marino.Porquê São Marino, se eu ainda nem conheço a canção e apenas é ponto assente que é um pobre homem das cavernas, que não se deixa render, quem vai ter o privilégio de a interpretar? Porque sonhar não é proibido e Israel quer lá gente muito sonhadora este ano, independentemente do valor musical e poético que queiram apresentar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo14:04

      Quanta falta de respeito num só comentário. A sério que o ESC Portugal aprovou isto?

      Eliminar
    2. Anónimo16:22

      Tanta falta de respeito num só comentário.

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    5. Anónimo12:35

      Anónimos que tentaram chamar a atenção a este senhor, não percam o vosso tempo. Uma vez também tive uma troca de comentários (não se pode considerar debate ou conversa tal é a falta de argumentos da sua parte) e acabei por deixar de lhe responder porque o senhor só sabia dizer que insultar e falar mal é a sua forma de ser e tentar fazer piadas sem a ter. Entretanto outra pessoa continuou a conversa mas a redundância continuou por isso não sei como acabou nem me interessa.

      Eliminar
    6. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    7. Anónimo15:57

      Um discurso tão bonito para desviar a atenção do assunto em causa. De facto, concordo consigo apenas no facto que o ESC Portugal é um projeto excelente e toda a sua Equipa está de parabéns pelo trabalho desenvolvido e o reconhecimento merecido que têm vindo a ter. Por isso mesmo, é que os comentários deveriam estar ao nível dos artigos e isso não acontece quando se insulta os artistas e fãs do envento em questão. Um dos (muitos) pontos fortes do ESC Portugal é as pessoas poderem partilhas as suas opiniões e análises assertivas sem necessitarem de ter uma conta porque nem toda a gente quer ter 1001 contas para sites diferentes ou usar a sua conta Google para tal. Comentários civilizados a partilhar uma opinião de um assunto em anonimato são mais enriquecidores do que comentários escritos sobre um nome fictício a tratar as pessoas por bichas modernas, homem das cavernas, figura franzina ridícula para citar alguns. Se o senhor não admite que o chamem à atenção, tudo bem, continue com essa atitude que o problema é exclusivamente seu apesar de ser triste ver comentários insultuosos e de hate num site excelente relacionado com um evento que tem como princípio a União. Mas eu também não aceito que diga que estou a dizer alguma mentira para ficar por cima quando tenho a certeza do que estou a afirmar (posso dizer que foi num artigo relacionado com o Destination Eurovision). Com isto, o assunto termina aqui porque o senhor já não está a acrescentar nada ao assunto debatido e não quero conspurcar mais os comentários a alimentar cenas tristes. (anónimo das 12.35 já que é tão importante uma identificação para si)

      Eliminar
  24. Anónimo14:09

    Sinceramente a final Francesa foi muito fraca, em particular no que toca de voz.
    O Emmanuel deu umas desafinações, que a France 2 questão de mostrar uma e outravez nos recaps.
    A Seemone estava sem voz, não sei se esteve doente, mas só se ela conseguisse ter a força vocal da Adele é que teria sorte (no fundo aquilo parecia o "O jardim" em francês).
    Bilal também com uma prestação vocal tremida, uma mise en scene pior que a apresentada na semifinal, porém uma roupa muito mais bonita.
    Silvan tinha uma apresentação muito boa que funcionou com os júris, mas uma música talvez demasiado francesa (a "Lisboa Jerusalém" deste ano).
    Aysat e Doutson, com problemas vocais na final, a primeira já com a desvantagem de na semifinal ter tido uma péssima prestação.
    Chimene e Divaz foram as melhores em termos vocais no geral.
    A música da Divaz era divertidíssima, nunca daria a vitória a França, mas certamente ficaria a meio da tabela.
    Chimene era, pra mim, a melhor opção, em termos visuais, vocais e musicais, mas também não a via como a canção vencedora da esc2019.
    Porém a presença de membros da comunidade lgbtq+ é sempre bom. Lembro-me de quando era jovem e de as Tattu participarem, na altura haver representação numa coisa que gostava foi muito importante para mim e certamente o vai ser para os jovens que vivem em países que oprimem e perseguem quem não é cis ou heterosexual.

    ResponderEliminar
  25. Anónimo23:32

    Ganhou o desafinado! Ume melodia medíocre. Um deslumbrado que me põe com pele de galinha.

    No registo LGBT "La Promesse" era superior a léguas, com muita qualidade!

    No registo musical e vocal As Divaz (pela potência) e Seemone (pela emoção) tinham cordas vocais para cantar as notas, embora vocalmente só as Divaz arrasaram (inclusive deram nas vistas com as fatiotas espectaculares).

    A canção que ganhou foi composta pelos (injustos) vencedores de 2018. Espero que este ano a cançoneta fique bem mais abaixo na Eurovisão, se não for a última, porque Marrocos não participa.

    A França tinha canções melhores em 2019, tal como no ano passado. Mas havia lá uma que lembrava o estilo de uma outra que representou a França no passado e que ficou mal em Helsínquia.

    Foi tudo um pouco estranho. "Là-Haut" era bem mais bonita do que a vencedora, mais bem cantada, embora não se candidatasse à vitória no certame eurovisivo. Mas era mais agradável aos ouvidos e estava muito bem encenada.

    Para o meu gosto a canção de Espanha continua no primeiríssimo lugar hoje!

    ResponderEliminar
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar