ESC2019: Jan Feddersen aponta 44 países participantes no Festival Eurovisão 2019


O comentador alemão Jan Feddersen prevê que o Festival Eurovisão 2019 conte com a participação de 44 países, o maior número de sempre. Segundo o comentador, Cazaquistão e Kosovo farão a sua estreia em Telavive.


39 países provisoriamente confirmados, 1 desistência, 7 países oficialmente de fora e 3 incógnitas: este é o balanço atual da lista de participantes do Festival Eurovisão 2019. Contudo, apesar da maioria dos fãs apontar para um total de 42 países participantes em Telavive, o comentador da emissora NRD, Jan Feddersen, afirmou, publicamente, que prevê que a edição do próximo ano conte com... 44 países.

A confirmar-se, este será o maior número de países participantes da história do certame, sendo que acontecerá devido às (supostas) estreias do Cazaquistão e do Kosovo, avança o comentador, bem como a manutenção das participações da Rússia, Moldávia e São Marino, países que ainda não confirmaram publicamente a sua presença em Telavive.

Estreante no Festival Eurovisão Júnior em 2018, o Cazaquistão apenas poderá participar no Festival Eurovisão se for convidado pela EBU/UER e pela emissora anfitriã, tal como acontece com a Austrália, tendo em conta que a emissora do país é Membro Associado da instituição. Por outro lado, uma possível estreia do Kosovo poderá ser decidida em dezembro aquando do plenário da EBU/UER, onde será submetida a votação um acordo para estreitar os laços com a RTK. Contudo, a entrada do país poderá provocar a retirada de outros países que não reconhecem a sua independência.

Até ao momento, a EBU/UER não se pronunciou sobre as declarações de Jan Feddersen, sendo espectável que a lista oficial de participantes seja revelada no próximo mês de novembro. De realçar que todos os países participantes tiveram que apresentar a sua inscrição até 15 de setembro, tendo terminado a 10 de outubro o período em que poderia retirar a inscrição sem qualquer penalização financeira.

 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovision-Spain /Imagem: Google

6 comentários:

  1. Anónimo15:02

    Penso que o Cazaquistão vai participar mas o Kosovo duvido muito. Iria fazer a Servia desistir e secalhar a Russia tambem. E a EBU nao se quer meter nisso ate a S3rvia aceitar a independência do Kosovo

    ResponderEliminar
  2. Anónimo16:36

    Kosovo não acredite que se estreie este ano, Israel não reconhece Kosovo como nação independente e prrdumo que ao entrar Kosovo a Sérvia poderia não participar como forma de protesto

    ResponderEliminar
  3. Anónimo21:23

    "secalhar" + "a S3rvia" + "não acredite que se estreie este ano" + "prrdumo"

    minha nossa...

    ResponderEliminar
  4. Será que a Patagónia também vai lá estar?

    ResponderEliminar
  5. Anónimo13:59

    21:23 - "minha nossa", com "m" minúsculo, no início da linha...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo14:44

    12.31 - Realmente não se percebe como aceitam países de segunda categoria. Deve ser só para países do primeiro mundo, onde reine o bem-estar e não haja corrupção.

    ResponderEliminar