Espanha: Escolha de Andrés Gil para a Presidência da RTVE envolta em polémica


Os trabalhadores da RTVE estão em protesto há doze semanas consecutivas, sendo que a escolha de Andrés Gil para a Presidência aumentou a revolta nas redes sociais.


Depois da tomada de posse de Pedro Sanchez, novo chefe de governo espanhol, José Antonio Sánchez, presidente da RTVE, anunciou a saída da presidência do organismo público, após semanas de protesto dos trabalhadores  da estação. No entanto, o "Black Friday", nome que tem sido associado ao protesto por parte dos trabalhadores que usam roupas pretas no trabalho, continua, tendo aumentado desde o anúncio de Andrés Gil, atual editor-chefe de política no eldiario.es, para a presidência da RTVE.



O staff, que acusa a antiga direção de manipulação e de censura a alguns departamentos noticiosos, garante que o controlo da RTVE está politizado, apelando que a RTVE se torne "uma emissora nacional apolítica, imparcial, independente e plural". Alguns dos rostos da emissora garantem mesmo que a presidência seja entregue a um trabalhadores da RTVE e não "a alguém escolhido de fora e com conotações políticas".


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: OGAESpain /Imagem: GOOGLE / Vídeo: Eurovision.tv

1 comentário:

  1. Anónimo17:00

    O nome apresentado está intimamente ligado ao Podemos, o que não é nada abonatório, na minha opinião.
    Vão passar da manipulação de direita para a de extrema esquerda. Se continuam os protestos por esta decisão louvo a coerência dos jornalistas

    ResponderEliminar