[ÁUDIO] Grécia: Yianna Terzi lança versão em inglês de "Oniro Mou"


A cantora grega Yianna Terzi lançou, recentemente, a versão em inglês de "Oniro Mou", tema que defendeu no Festival Eurovisão 2018 em Lisboa.


Depois de ter apresentado um excerto de "Oniro Mou" interpretado em inglês com o duo Stereo Soul, em meados de abril, como pode recordar AQUI, a cantora grega Yianna Terzi revelou "Eternity", versão em inglês do tema que defendeu no Festival Eurovisão 2018.

Aceda AQUI à nova versão da canção "Oniro Mou".

Yianna Terzi representou a Grécia na primeira semifinal do Festival Eurovisão 2018 com "Oniro Mou", terminando em 14.º lugar com 81 pontos, sendo a segunda vez na história que o país falhou o apuramento para a Grande Final do certame.



 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: InfeGreece /Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

8 comentários:

  1. Eu gosto mais da versão grega.Foi pena estava a espera de muito mais eu achei uma das melhores deste ano mas pronto...há sempre injustiças e nem todos podem passar e este ano foi muito boas canções tipo Suíça também injusto.

    ResponderEliminar
  2. nem um artigo sobre as criticas dos gregos à organização portuguesa??

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo13:24

      bla bla bla. Alguém que explique aos gregos que não podem passar sempre à final. Desta vez ficaram pelo caminho. Deal with it. Já muitos ficaram pelas semifinais anos a fio.

      Eliminar
    2. Anónimo13:27

      Críticas enraízadas no não-saber perder não são críticas! Next?

      Eliminar
    3. bla bla bla
      há uma enorme diferença entre ser patriota e ser patrioteiro.
      Acaso sabem do erro técnico que houve durante um dos ensaios? Com o fogo de artificio a surgir fora de tempo? Pois

      Eliminar
    4. Anónimo23:39

      Foi no ensaio... Nao nao atuacao ao vivo ou do juri...

      Eliminar
    5. http://www.escportugal.pt/2018/05/esc2018-ebuuer-rejeitou-o-pedido-da.html

      Eliminar
  3. Anónimo21:18

    Amo as 2 versões e a Grécia, se tivesse ganho, estaria a organizar um ESC muito bom em Atenas: lá pelo menos há mais segurança que em Jerusalém. Não deve ganhar o ESC a melhor canção, deve-se ter também em atenção o país que concorre. Que lindo seria se participasse o Kosovo e ganhasse... o certame ia decorrer onde? Numa tenda de campismo? Poupem-me!

    ResponderEliminar