ESC2018: Saiba quais são os 10 países qualificados da 1.ª Semifinal


Já são conhecidos os 10 primeiros países finalistas do Festival Eurovisão da Canção 2018. Fique a saber quais são os países que irão voltar a pisar o palco do Altice Arena no próxima sábado.


Países finalistas da 1.ª Semifinal por ordem de revelação:

1 - Áustria
2 - Estónia
3 - Chipre
4 - Lituânia
5 - Israel
6 - República Checa
7 - Bulgária
8 - Albânia
9 - Finlândia
10 - Irlanda

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

74 comentários:

  1. Anónimo22:12

    A Grécia não passou :(
    Nem a Suíça :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:21

      Era provavelmente a melhor semi final de sempre em qualidade nas músicas... Dito por muita gente.. Iam ficar boas músicas de fora.

      Eliminar
    2. Anónimo23:08

      Não tenho pena nenhuma que a Grécia não tenha passado, mas gostava que tivesse passado a Suiça, muitíssimo bem a Suiça, e o Azerbeijão, também gostei muito do Azerbeijão, acho que terem sido os primeiros prejudicou-os e adorei a Lituania, estava lindo, lindo, logo aquele inicio ,ui.

      Eliminar
  2. Anónimo22:13

    E a suiça e a Grécia??? Que injustiça

    ResponderEliminar
  3. Anónimo22:14

    Maiores injustiças: Bélgica e Grécia.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo22:15

    República Checa em vez da Grécia??? é estranho...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:41

      Nao nao é!! Acho que é mais Albânia em vez da Grécia

      Eliminar
  5. Votei na Irlanda ainda bem que ficou

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:54

      muito bem gostei da irlanda e não esperava que passasse, fiquei contente

      Eliminar
    2. E votou bem. Eu tinha um pressentimento
      de que a Irlanda passaria e por isso votei na
      Bielorrússia para tentar ajudar o rapazinho a passar.
      Mas infelizmente não deu.

      Eliminar
  6. Enorme injustiça eu tirava a Irlanda e metia a Grécia, assim vale a pena até cá existe disto vergonha eurovisão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:35

      "até cá existe disto vergonha"?! Mas terá sido por culpa de Portugal ("cá") que a Grécia não passou?! Ou talvez porque uma canção com potencial e força foi prejudicada, entre outras coisas, pela ausência do coro em palco, por umas luzinhas que nada tinham a ver com a intenção da letra, pela mão meia borrada de azul...?

      Eliminar
    2. Anónimo23:46

      Deste no ponto anonimo das 22:35 a cancao grega era a minha favorita mas o staging esteve horrivel, as luzes nao quadravam e o coro fora do palco, houve muitas coisas q melhorar e é uma grande pena sendo uma das melhores cancoes enviadas pela Grecia

      Eliminar
    3. Anónimo00:30

      A IRLANDA foi fantastica. Nao ha palavras para descrever aquela actuaçao. A voz do Ryan é belissima, o staging está muito bem organizado...enfim.

      Eliminar
  7. Anónimo22:17

    Nem posso acreditar que a Irlanda passou.
    Que nojo de música .
    Obrigado LGBT community 😡🤬

    Suíça e Bélgica fora? Grécia fora?
    Por favor ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo02:45

      Grecia, Belgica, Suiça de fora sim. Musicas mediocres com atuaçoes mediocres. Nota-se a falta que os LEDS fazem a esses países. Temos Pena. Irlanda arrasou e bem.

      Eliminar
    2. Anónimo14:30

      Se a Irlanda nao fizesse uma apresentacao LGBT ja diziam que era injusto...

      Eliminar
    3. Realmente a Irlanda ter passado não estava nada à espera. Acho que foi o voto em gay em força...lamentável se foi por essa razão.
      Muita pena pela Bélgica, Arménia e sobretudo pela Grécia...
      A passagem de Israel e da Chipre prova que o circo ainda tem muitos fans no ESC.
      Mas com uma semi desta qualidade algumas boas canções teriam de ficar de fora, nunca pensei que Albânia, Irlanda ou Lituânia passassem, sem por em causa a sua qialidade

      Eliminar
    4. Anónimo21:09

      eu não sou gay, para dizer a verdade, até me chateia um bocado esta associação de um festival/concurso de canções, a opções sexuais, coisa mais descabida, e, no entanto achei que a música da Irlanda foi muito bem cantada, e, principalmente, beneficiou de uma excelente apresentação em palco, aquilo funcionou tudo bem. Acho que a passagem foi muito justa.

      Eliminar
  8. Grécia, Croácia e Suíça?!? Não... Áustria, Albânia e Irlanda. Que facada no coração.

    ResponderEliminar
  9. Anónimo22:20

    Vocês achavam mesmo que a Grécia ia passar para a final? A música grega era a mais fraquinha desta semi-final :x

    ResponderEliminar
  10. Anónimo22:22

    Um otimo trabalho! Sunstituiram bem os LEDS e fizeram um trabalho espetacular! So uma coisa: anunciaram os semifinalistas muito rapido numa semifinal que tinha tudo para ter muito suspance. De resto tudo Ok. Na transmissao da RTP os comentadires falam muito por cima das apresentadoras e entao nao da para ouvir mas tambem ha que perceber que muita gente nao percebe ingles e por isso e necessario comentar!
    Quanto aos semifinalistas achei justo ate! A Belgica e o Azerbaijao que eu gostava muito sinceramente ao vivo eram um fail! A Grecia apesar de favorita nao se conseguiu destacar..

    ResponderEliminar
  11. Anónimo22:23

    Melhor semi final de sempre em canções... Realidade aumentada fantástica.. Palco fantástico.. Arena fantástica... Apresentadoras fantásticas... A final promete.. Portugal no seu melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:15

      A Catarina Furtado enganou-se (antes de introduzir o momento com Mr & Mrs Pereira)... criou-se um momento muito desconfortável. Temi o pior... O que vale é que a Daniela e a Sílvia saltaram logo e ajudaram a disfarçar.
      Para falar com sinceridade, achei que o guião fraquinho. A piadas foram muito forçadas... e o sketch com o Herman não teve a graça que eu esperava.

      Eliminar
    2. Anónimo00:29

      Realidade aumentada fantastica? quanto a si nao sei, mas desiludiu-me bastante. Estava a espera de outra coisa, mais grandiosa, a RA no Azerbeijao nao funcionou, ficou torta. Enfim...

      Eliminar
    3. Anónimo07:44

      23:15 - Inteiramente de acordo. A piada (?) dos boletins de voto foi ridícula, o "sketch" de Herman José faz prever o pior para sábado (caso ele surja de novo), os pseudo-trocadilhos de Filomena Cautela com o nome da cantora inglesa foram... "ao lado". Numa produção com tanta gente não terá havido quem notasse a pobreza do guião? Quando não se sabem criar graças "engraçadas", o melhor é optar pela sobriedade.

      Eliminar
    4. De facto as apresentadoras foram ods elos mais fracos da noite. Fraquinhas...e às vezes a qualidade do inglês deixou a desejar...
      As piadas eram do mais infantil e previsível possível. O sketch do Herman foi sofrível mas acho que não atinge os objectivos e mesmo na Enciclopédia, esqueceram-se do piano do Dima em 2005. Enfim quando não sabem mais é o que dá...mas se calhar também não temos cá muito melhor, mebora essa gente se ache o que há de melhor no mundo

      Eliminar
  12. Anónimo22:24

    Como é que a albania e a Lituânia passaram. Sao horríveis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Opiniões. Eu votei em ambas.

      Eliminar
    2. Anónimo00:23

      A Lituânia foi fantástica, a minha preferida desta semi. A Albânia também esteve muito bem.

      Eliminar
    3. Porque são belissimas canções estiveram irrepreensíveis em palco. Ambas candidatas aos primeiros lugares. Albânia é fortíssima, uma das grandes favoritas a vencer este ano. É a minha preferida.

      Eliminar
  13. Sim, sinto alguma tristeza pela Suiça, em especial. Brutal interpretação.
    E a Bélgica... que chegou a estar no cimo das apostas?

    ResponderEliminar
  14. Contente pelo apuramento da Albânia, que atingiu o estatuto de forte candidata à vitória.
    Lamento a Grécia não ter passado.
    De qualquer modo todos os que passaram justificaram o apuramento.

    ResponderEliminar
  15. Anónimo22:34

    surpreso pela interpretacao da Suica que merecia o passe, desiludido com a Belgica e a Grecia que tiveram escenarios pouco trabalhados e por isso nao passaram, mesmo pode se dizer da Bulgaria

    ResponderEliminar
  16. Miguel Lopes22:42

    Fantastic show. Amazing stage. But please ESC Portugal Catarina Furtado making jokes no. Terrible the idea of the ballot papers joke. Please don´t d that on the final.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:28

      Porque escreves em ingles?

      Eliminar
  17. Anónimo22:43

    Aposto que os 12 pts da Suíça foram para a Albânia: estarei enganado?

    ResponderEliminar
  18. A Grécia tinha uma canção belíssima mas a performance/interpretação foram péssimos.A canção da Irlanda poderia não ser por aí além,mas conseguiu passar e muito bem a mensagen.Sejamos sensatos.

    ResponderEliminar
  19. Anónimo22:57

    Alguém me explica como é q e possível a Grécia e a Suíça não terem passado?! Principalmente a Suíça q teve das melhores performances da noite. A Finlândia e Irlanda com passaportes duvidosos (não achei q tivessem mostrado nada de novo), já a Albânia até percebo. A eliminação da Bélgica também não me chocou em nada (actuação muito insonça).

    ResponderEliminar
  20. Anónimo22:59

    Passou o que tinha votado (votei na Bulgária)! Mas tenho pena da Grécia, merecia passar. Achei que a canção da Grécia tinha uma sonoridade bastante interessante e uma letra incrível (vi a tradução).

    ResponderEliminar
  21. Afinal, a tão apregoada grande 1ª semifinal não se verificou.Canções da treta, algumas que até tiveram a benesse de passarem à final, só para a empobrecerem. Chipre, por exemplo, foi o vestido que passou, ela até nem é grande lasca, assim como a cantiguinha dela que não é boa de todo. Albânia, outro caso, voz irritante, das piores cantigas da noite. Para ajudar a compor o ramalhete não faltaram as frangas a depenicarem o palco a caminho da final. Por fim, temos também na final aquele esquisitíssimo da Rep. Checa com uma representação que até aleija.Salvam-se a Irlanda, sempre a apoiei, a Estónia, a Lituânia e a Áustria.Tive muita pena que o ucraniano da Bielorrúsia não tivesse passado, com uma das melhores apresentações deste serão assim, assim.

    ResponderEliminar
  22. E eu tive pena que a Arménia não passasse...

    ResponderEliminar
  23. Ricardo Lopes23:14

    Para mim tinha passado a Bielorússia (bela balada) e a Bélgica (canção moderna) e ficavam pelo caminho a Lituânia e Chipre ou Finlândia.

    ResponderEliminar
  24. Anónimo23:44

    1) Azerbaijão pela primeira vez de fora. Algum ano tinha que ser! Atuar em primeiro com uma música fraquinha e um inglês dela a desejar nos versos, ficou bem de fora uma música orelhuda.

    2) Islândia já se previa, ele estava visivelmente nervoso ao início e emocionou-se muito no fim. Merecia passar, mas não se destaca a própria melodia.

    3) Albânia, a revelação da noite. Muito bom mesmo. Com grande evolução desde a final nacional e poderá mesmo quem sabe vencer! Acho que seria uma agradável surpresa!

    4) Bélgica foi muito sem sal. Nem aqueceu nem arrefeceu. Fora merecido.

    5) Rep. Checa: não gosto e não foi nada de extraordinário face à pré-temporada. Devia ficar fora.

    6) Lituânia: 3 minutos de puro tédio. Como isto passou? Mas agora tudo tem que ser assim à Salvador Sobral? Parecia uma versão de Salvador mas no feminino.

    7) Israel: Sem comentários, a favorita das favoritas na final. Sempre irá animar na final.

    8) Belarrússia: completamente estragado. Na final nacional com aquele fato estava top. Mudaram tanto a versão para o ESC e depois aquela encenação toda. O que poderia ser muito bom, foi estragado. No fim, de fora porque assim trabalharam para tal. Lamentável.

    9) Estónia. Não trouxe nada de novo. Já a Moldávia em 2013 usou a cénica do vestido, e muito melhor aproveitado na altura. Não acho extraordinário, mas ok o apuramento.

    10) Bulgária. Podia bem ficar de fora, acredito que tanto bulgaro agora emigrado tenha salvo e os tenha qualificado. A prestação fica aquém de outras que ficaram pelo caminho.

    11) Macedónia com uma miscelânea na atuação. Podia passar, mas dado os resultados do país nos últimos anos e aquela mistura que nem é um tipo de canção nem é outra, com tira vestido, etc. é até provável tê-los deixado lá no fundo da tabela.

    12) Croácia. Imitação rasca de Arménia 2016. Mas ela não preenchia aquele palco. Atuação fraca e esquecível.

    13) Áustria. Muito bem conseguido e merecido. Duvidei dado que o país após Conchita tem tido até zero pontos em votações do público. Mas ainda bem que na final.

    14) Grécia. Favorita. Com aquilo que poderia ser uma atuação arrebatadora, dada a canção que trazia. No fim a montanha pariu um rato. A mensagem simplesmente não passou. Além de que aquele compasso instrumental foi muito mal conseguido. Como noutros anos algumas favoritas ficam de fora.

    15) Finlândia Saara Alto pode ser famosa, mas aquela canção ou não se encaixa nela ou simplesmente não tem vocal para ela. Ainda assim, a passagem é aceitável.

    16) Arménia. Tanto Qami que ficou esquecível.

    17) Suiça. Uma muito boa atuação, bem conseguida e merecia o apuramento. Talvez a injustiçada da noite.

    18) Irlanda. As primeiras previsões seriam os últimos lugares. Contudo ao contrário da Grécia, conseguiu e bem passar a mensagem e isso valeu e muito na votação. Simples e eficaz. O penúltimo a atuar ajudou.

    19) Chipre. Tem que haver sempre uma música destas. Ainda a atuar em último lugar, tinha apuramento garantido. é mais do mesmo que já se viu, Grécia 2005, Belarrússia 2013, Grécia 2012, para dar alguns exemplos. Irá sempre animar a final no meio de algumas músicas insosas e trazerá o Fuego ao palco.


    Em suma, o melhor da noite: Albânia. e o pior: Croácia, Lituânia e Bélgica ex-aequo.
    Semi final muito boa. Certamente os últimos apuramentos foram renhidos com pouca diferença de pontos.
    Boa produção, Espetáculo bem conseguido.
    Pela negativa, a abertura do festival, muito poupada a RTP. Sem interval acts de registo, muito fraco. Esperemos pela final a ver o que sai.


    Quinta à mais e haverá mais surpresas. Será que Rússia e Suécia ficam de fora?

    ResponderEliminar
  25. Anónimo23:44

    1) Azerbaijão pela primeira vez de fora. Algum ano tinha que ser! Atuar em primeiro com uma música fraquinha e um inglês dela a desejar nos versos, ficou bem de fora uma música orelhuda.

    2) Islândia já se previa, ele estava visivelmente nervoso ao início e emocionou-se muito no fim. Merecia passar, mas não se destaca a própria melodia.

    3) Albânia, a revelação da noite. Muito bom mesmo. Com grande evolução desde a final nacional e poderá mesmo quem sabe vencer! Acho que seria uma agradável surpresa!

    4) Bélgica foi muito sem sal. Nem aqueceu nem arrefeceu. Fora merecido.

    5) Rep. Checa: não gosto e não foi nada de extraordinário face à pré-temporada. Devia ficar fora.

    6) Lituânia: 3 minutos de puro tédio. Como isto passou? Mas agora tudo tem que ser assim à Salvador Sobral? Parecia uma versão de Salvador mas no feminino.

    7) Israel: Sem comentários, a favorita das favoritas na final. Sempre irá animar na final.

    8) Belarrússia: completamente estragado. Na final nacional com aquele fato estava top. Mudaram tanto a versão para o ESC e depois aquela encenação toda. O que poderia ser muito bom, foi estragado. No fim, de fora porque assim trabalharam para tal. Lamentável.

    9) Estónia. Não trouxe nada de novo. Já a Moldávia em 2013 usou a cénica do vestido, e muito melhor aproveitado na altura. Não acho extraordinário, mas ok o apuramento.

    10) Bulgária. Podia bem ficar de fora, acredito que tanto bulgaro agora emigrado tenha salvo e os tenha qualificado. A prestação fica aquém de outras que ficaram pelo caminho.

    11) Macedónia com uma miscelânea na atuação. Podia passar, mas dado os resultados do país nos últimos anos e aquela mistura que nem é um tipo de canção nem é outra, com tira vestido, etc. é até provável tê-los deixado lá no fundo da tabela.

    12) Croácia. Imitação rasca de Arménia 2016. Mas ela não preenchia aquele palco. Atuação fraca e esquecível.

    13) Áustria. Muito bem conseguido e merecido. Duvidei dado que o país após Conchita tem tido até zero pontos em votações do público. Mas ainda bem que na final.

    14) Grécia. Favorita. Com aquilo que poderia ser uma atuação arrebatadora, dada a canção que trazia. No fim a montanha pariu um rato. A mensagem simplesmente não passou. Além de que aquele compasso instrumental foi muito mal conseguido. Como noutros anos algumas favoritas ficam de fora.

    15) Finlândia Saara Alto pode ser famosa, mas aquela canção ou não se encaixa nela ou simplesmente não tem vocal para ela. Ainda assim, a passagem é aceitável.

    16) Arménia. Tanto Qami que ficou esquecível.

    17) Suiça. Uma muito boa atuação, bem conseguida e merecia o apuramento. Talvez a injustiçada da noite.

    18) Irlanda. As primeiras previsões seriam os últimos lugares. Contudo ao contrário da Grécia, conseguiu e bem passar a mensagem e isso valeu e muito na votação. Simples e eficaz. O penúltimo a atuar ajudou.

    19) Chipre. Tem que haver sempre uma música destas. Ainda a atuar em último lugar, tinha apuramento garantido. é mais do mesmo que já se viu, Grécia 2005, Belarrússia 2013, Grécia 2012, para dar alguns exemplos. Irá sempre animar a final no meio de algumas músicas insosas e trazerá o Fuego ao palco.


    Em suma, o melhor da noite: Albânia. e o pior: Croácia, Lituânia e Bélgica ex-aequo.
    Semi final muito boa. Certamente os últimos apuramentos foram renhidos com pouca diferença de pontos.
    Boa produção, Espetáculo bem conseguido.
    Pela negativa, a abertura do festival, muito poupada a RTP. Sem interval acts de registo, muito fraco. Esperemos pela final a ver o que sai.


    Quinta à mais e haverá mais surpresas. Será que Rússia e Suécia ficam de fora?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:56

      "12) Croácia. Imitação rasca de Arménia 2016. Mas ela não preenchia aquele palco. Atuação fraca e esquecível."

      Baboseira do dia!

      Eliminar
    2. Anónimo07:49

      Em 2016 a Áustria ficou em oitavo (na final) na votação do público.

      Eliminar
  26. Anónimo23:56

    Houve surpresas nesta Semifinal sem dúvidas, mas para mim a maior de todas foi a Lituânia, com uma canção tocante e que eu já gostava muito, mas hoje superou em muito as minhas expectativas. Neste preciso momento em que escrevo este comentário a Lituânia é o país mais apostado nas Casas de Apostas, provavelmente isto quererá dizer alguma coisa!

    ResponderEliminar
  27. Anónimo00:05

    Que foi aquilo do Alekseev?? Tanta encenação para nada. Ficou péssima a atuação e ele estava tão mas tão nervoso. Uma pena. O Rybak disse que tinha potencial para ganhar e sim, mas estragaram tudo com aquele teatro. Horrível encenação.

    ResponderEliminar
  28. Anónimo00:14

    Surpresa da noite: Albânia ter passado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Surpresa nada, já sabia que iam passar. A Irlanda também não foi surpresa. Se apenas Ryan tivesse no palco a Irlanda estaria na semifinal. Mas como tinham gays lá, foi para a final. Se Suíça ou Grécia tivessem gays no palco iam direto para a final. A EBU tem cota de gays e de negros,só pode, todos eles foram para a final.

      Eliminar
    2. Anónimo12:48

      11.27 - Como é que já sabia que a Albânia ia passar? Informação privilegiada? É que só no final é que anunciaram os finalistas... Quanto à Irlanda, uma breve informação: "gays" (no plural) não havia em palco - os bailarinos não são, de facto, "gays", tal como a cantora que representou Chipre também não costuma provocar incêndios na vida real, nem a da Finlândia costuma cantar de cabeça para baixo.

      Eliminar
    3. Anónimo16:05

      um dos Bailarinos é de facto gay.
      Foi o proprio a afirma-lo na conferencia de imprensa de um dos ensaios.
      (do primeiro ensaio salvo erro)

      Eliminar
  29. Anónimo00:15

    Irlanda na final? Eurofestival é dominado pela comunidade LGBT!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo09:39

      Só descobriu isso agora?!

      Eliminar
  30. Anónimo00:15

    No geral, não foi um mau espetáculo, mas nota-se a falta da componente visual de algumas atuações (sim, estou a falar do LED) Canções como a da Bélgica ou da Grécia teriam um impulso maior se tivessem LED. Esses países poderiam ter trazido os seus próprios LED's? Poderiam. Mas a RTP, como host broadcaster, deveria proporcionar todas as condições para que os países pudessem fazer os melhores stagings possíveis.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo02:08

      Não concordo nada.. Leds já cansa.. Foi fantástico.

      Eliminar
    2. Anónimo02:26

      Concordo totalmente. Achei o espectaculo bonito mas notou-se falta de variedade em termos de palco. Fica um pouco gasto estar sempre a ver os fogos, e os foguetes e jogo de luzes...desiludi-me com a realidade aumentada, foi usada apenas em pequenas partes e nem todos os países usaram. Ironia das ironias, queriam uma coisa mais simples/classica e acabámos por ter ainda mais fireworks do que víamos com LEDS...

      Eliminar
    3. Anónimo02:42

      Concordo. E isso acaba por prejudicar o espectaculo. Achei tudo muito repetido, as luzes, os fumos, os fogos....acabou sendo tudo muito previsivel. Low cost, lá está.

      Eliminar
    4. Anónimo16:07

      low cost???
      Temos zero noçao do preço dos LED's e do conjunto de luzes que está por trás das "costelas"
      certo?

      Eliminar
  31. Anónimo00:27

    Estamos lixados. Basicamente todas as baladas estao na 1ª. Lituania e Alemanha muito mais fortes...Cheira-me que a Peninsula Iberica vai parar ao bottom 5. Oxala me engane.

    ResponderEliminar
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  33. Anónimo00:30

    SUÍÇA, BÉLGICA e CROÁCIA tinham que ter passado no lugar de Irlanda, Albânia e Finlândia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:07

      Só a Suíça pela Albânia e nada mais

      Eliminar
  34. Ricardo00:36

    1) Azerbaijão: fraco, como já se previa.

    2) Islândia: o mesmo de cima.

    3) Albânia: estava resignado com as sondagens e as apostas, mas surpreendentemente passou. Muito feliz por ver esta na final. Adoro a voz do Eugent.

    4) Bélgica: não achei tão mau como diziam. A atuação deixa um pouco a desejar face ao videoclip mas gostei da encenação. Pena ter ficado pelo caminho.

    5) Rep. Checa: nice dance moves.

    6) Lituânia: acho que agora compreendo os haters de Amar Pelos Dois. Esta é uma balada fraca para mim.

    7) Israel: Bom show, acho que cumpriu as expectativas.

    8) Bielorrússia: má interpretação e encenação demasiado lamechas para o meu gosto.

    9) Estónia: pop-opera gasto, mas uma boa demonstração vocal. Aceito o apuramento.

    10) Bulgária: eles bem tentam, mas não será este ano.

    11) Macedónia: outra vez a estragar tudo no palco, à semelhança do ano passado.

    12) Croácia: já me esqueci.

    13) Áustria: excelente! Ótima interepretação!

    14) Grécia: foram preguiçosos na encenação e isso saiu caro. Mas por mim passava.

    15) Finlândia: não gosto.

    16) Arménia: já me esqueci.

    17) Suiça: é rock, mas não me cativa.

    18) Irlanda: surpresa agradável, gostei muito.

    19) Chipre: é impossível ficar indiferente à coreografia e energia em palco. Fiquei a perceber melhor o hype repentino.

    ResponderEliminar
  35. Anónimo00:38

    Normalmente o meu acompanhamento do ESC prende-se com a audição de todas as canções uma ou duas semanas antes de começar a semana eurovisiva e depois acompanhando os eventos em directo, sendo que por norma não vejo vídeos das actuações nos ensaios nem coisa parecida.

    E, normalmente, faço também as minhas "apostas" naqueles que serão os finalistas durante o decorrer dos directos das semi-finais, sempre com um misto de "gosto desta música na versão estúdio" + "vamos lá ver como é que isto funciona ao vivo" + "até posso não gostar muito mas o público no geral gostará".

    Ora então nessas minhas "apostas" apenas falhei uma: achava que passava o Azerbeijão - gosto da canção e gostei de ver em directo mas ser a 1ª a actuar é quase sempre complicado - e que a Áustria não passava - gosto muito da canção na versão estúdio mas em directo, sinceramente, não me preencheu por aí além.

    Vamos lá ver como me safo quinta! :D

    Valter

    ResponderEliminar
  36. Anónimo00:49

    Nem sei o que diga sobre esta semifinal. Sinceramente, ja esperava que as musicas fossem mais do mesmo, mas marcassemos mais em termos de imagem. Os efeitos de luzes davam dores de cabeça. Tanto pisca , pisca , valha me Deus. Podiam ter apostado mais em cenários. Algo mais artesanal. Gastar tanta luz sem sentido nenhum. Não acredita nada , só dores de cabeça mesmo .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo02:09

      Foi fantástico todo o espetáculo..

      Eliminar
    2. Anónimo02:40

      Pois. Music is not fireworks, music is lights, aparentemente..

      Eliminar
  37. Anónimo02:38

    Sinceramente. Achei o espectaculo bom mas notou-se falta de variedade em termos de palco/cenário. Fica um pouco gasto estar sempre a ver os fogos, e os foguetes e os mesmos jogos de luzes, o mesmo cenário com o esqueleto lá atrás. Nao resulta. Felizmente temos países espertos que trouxeram o trabalho de casa feito e tornaram a sua performance num videoclip (Republica checa, suecia, Lituania) o que os distingue um pouco dos outros.

    Desiludi-me com a realidade aumentada, foi usada apenas em pequenas partes da performance. Do que vi, tbm nao achei nada de especial, acho que nao arriscaram muito nesse aspecto, mas lá está, queriam optar pelo caminho de 'simplicidade, portanto até percebo. Ironia das ironias, queriam uma coisa mais simples/low cost e acabámos por ter ainda mais fireworks do que tínhamos com LEDS ...Poderíamos ter dado muito mais espectculo, nao estou a criticar por criticar, mas notou-se essa falta de diversidade visual. Mas parabens a todos, foi um bom trabalho na mesma :)

    ResponderEliminar
  38. Anónimo02:43

    Porque é que nao tivemos interval acts??? ...

    ResponderEliminar
  39. Anónimo08:37

    Quanto a realidade aumentada deve ter sido um fracasso em TV por serem mais antigas na minha estava qualquer coisa de soberbo e sim estava extraordinário na canção da Bielorrúsia. Apesar de não gostar da canção

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo11:49

      Qual realidade aumentada? Tanta propaganda nisso e sim basicamente só a Bielorrússia usou. Digamos que a montanha pariu um rato em realidade aumentada. Basicamente aquilo foi luzes e mais luzes até enjoar. Podia ser o pisca pisca da música pimba.

      Eliminar