[ESPECIAL] Conheça algumas curiosidades sobre a Final do Festival Eurovisão 2018


Portugal recebe, esta noite, a Grande Final do Festival Eurovisão 2018. Conheça algumas das curiosidades sobre a gala que elegerá o sucessor de Salvador Sobral.

A Austrália e a Ucrânia são os únicos dois países que nunca falharam o apuramento para a Final do Festival Eurovisão.

Pela primeira vez desde 2005, nenhum dos três países do Cáucaso disputará a Final do Festival Eurovisão. O Azerbaijão e a Arménia caíram na primeira semifinal, enquanto a Geórgia foi afastada na segunda eliminatória.

A última vez que a Roménia e a Rússia não disputaram, juntas, uma Grande Final do Festival Eurovisão foi em 1999. Desde a introdução das semifinais, os dois países haviam conquistado sempre o apuramento.

Philip Kirkorov, responsável por diversos sucessos eurovisivos e compositor da proposta da Moldávia, tem motivos para sorrir: com a eliminação de Julia Samoylova, o seu 17.º lugar alcançado na edição de 1995 deixou de ser a pior classificação da história da Rússia.

Alexander Rybak, representante da Noruega, torna-se o primeiro vencedor do Festival Eurovisão a marcar presença na Final desde 2010, ano em que Niamh Kanavagh representou a Irlanda. Em 2011, Dana International falhou o apuramento para a Final em Dusseldörf.

Pela quarta vez em cinco anos, o último candidato a subir ao palco do Festival Eurovisão será um membro dos Big5: Reino Unido (2014), Itália (2015), França (2017) e Itália (2018).

Por outro lado, Espanha atua na posição "da morte": em 62 edições do Festival Eurovisão, o vencedor nunca atuou na segunda posição do alinhamento.

Israel, Áustria, Holanda, Moldávia, Hungria, Dinamarca, Austrália, Noruega, Chipre, Suécia e Bulgária são os únicos países semifinalistas que repetiram o apuramento do ano passado. 

Esta é a primeira final da Irlanda desde 2013, enquanto a República Checa está na Grande Final pela segunda vez na sua história.

Inglês, espanhol, esloveno, italiano, português, sérvio, albanês, francês e húngaro são as nove línguas presentes no alinhamento da Final do Festival Eurovisão 2018.

A Albânia é o país mais representado na final deste ano: Eugent Bushpepa (Albânia), Elina Foureira (Chipre) e Ermal Meta (Itália) nasceram no país.

Além de Cláudia Pascoal e Isaura, representantes de Portugal, também os portugueses Ricardo Soler e Kiko Pereira sobem ao palco do Festival Eurovisão 2018, integrados no coro da Áustria.

Para além de Salvador Sobral, representante de Portugal em 2017, também Suzy (2014), Ana Bola (1977/1981) e Sara Tavares (1994) marcam presença na Grande Final do evento.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPortugal / Imagem: Eurovision.tv

2 comentários:

  1. A Lena ganhou em 2010 e participou em 2011, embora com apuramento para a Final garantido por ser a anfitriã.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo12:55

    Que seja um espetaculo grandioso e que deixe orgulhosos os portugueses.para a claudia e a isaura desejo toda a sorte do mundo poque enquanto portuguesa vou acreditar ate o fim que podemos ganhar novamente.boa sorte portugal e um bem haja a todos.

    ResponderEliminar