ESC2018: São Marino faz queixa de Itália junto da EBU/UER


O chefe de delegação de São Marino emitiu um comunicado junto da EBU/UER acusando os comentadores de Itália de "comentários falsos e ofensivos", que poderão ter influenciado o voto italiano.

O chefe de delegação de São Marino, Alessandro Capicchioni, enviou, esta tarde, um comunicado, à União Europeia de Radiodifusão, pedindo um posicionamento oficial da entidade contra Itália, alegando que os comentadores da RAI fizeram "comentários falsos, desonestos e ofensivos" em relação ao país.

Tudo isto se deve ao facto de, durante a transmissão da semifinal 2, os comentadores da emissora italiana terem afirmado que Francesco Gabbani, representante de Itália em 2017, não venceu o Festival Eurovisão devido à votação de São Marino, usando a palavra "infame" para descrever a votação do país. Contudo, o júri de São Marino deu 3 pontos a Italia e 12 pontos a Portugal sendo que, no final da votação, Salvador Sobral ficou 424 pontos à frente de Francesco Gabbani.

Na carta enviada à EBU/UER, Alessandro alega que os comentários "falsos e ofensivos" em relação ao país poderão ter influenciado o público italiano a não votar na canção de São Marino, considerado o ocorrido como escandaloso e intolerável.



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPedia / Imagem/Vìdeo: eurovision.tv

5 comentários:

  1. mas a Itália achar que perdeu ano passado por causa de alguns pontinhos de 1 país, que dor de cotovelo...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo02:44

    Nao me digam que os amantes da liberdade suprema, os salvadorables, neste caso ja vao aplicar o princípio do politicamente correcto.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo11:36

    Um dos comentadores da Itália é um comediante e segundo consta estava a fazer uma piada enquanto lia os twiters dos fãs (ainda que de gosto duvidoso para uma transmissão oficial). O sctech do Herman também "ofendeu" os Britânicos, às vezes ao tentar ser espirituoso as coisas podem ser mal compreendidas...

    ResponderEliminar
  4. Faz parte da eurovisão o mau hábito de mal dizer dos media...
    Parece que os jornalistas e comentadores perdem a noção de que estão a fazer um trabalho que deve ser o mais isento possivel.
    Como exemplo, lembram-se dos comentários pessoais depreciativos do Eládio Clímaco aos Lordi?

    ResponderEliminar
  5. Anónimo14:36

    Polémica ridícula. O comentador é um comediante muito engraçado e conhecido pelo seu humorismo “não correcto” que estava a falar ironicamente da questão, sendo que no Twitter a gente sempre brinca com o feito que os sammarinenses, mesmo que serem de todos efeitos italianos, nunca nos dão 12 pontos (e de qualquer modo, a música do São Marino foi feia demais). Desculpem pelo meu português e boa sorte para esta noite ;)

    ResponderEliminar