[DIRETO] ESC2018: Siga connosco o quarto dia de ensaios


Bom dia! Sejam bem-vindos ao quarto dia de ensaios do Festival Eurovisão da Canção 2018!  O ESCPORTUGAL já está no press center do Parque das Nações para oferecer aos nossos leitores todas as novidades dos acontecimentos em tempo real. Hoje terminaremos os ensaios das canções da 2.ª Semifinal. 

09h30 - Bom dia Lisboa! Cá estamos no Press Center do Parque das Nações para o quarto dia de ensaios do Festival Eurovisão da Canção 2018. Hoje terminamos a 1.ª ronda de ensaios dos países da segunda semifinal. A abrir o pano, está o grupo da Geórgia, Ethno-Jazz Band Iriao, que irão estrear a língua georgiana no palco do Festival Eurovisão da Canção. O dia terminará com os anfitriões do ano passado, Ucrânia.

09h31 - Ao longo do dia, iremos atualizar este artigo e, tal como acontece desde domingo passado, publicaremos novidades nas nossas páginas de Facebook e stories do Instagram. Não perca!  

09h33 - Chamamos a atenção para o facto de haver novas regras para a gravação de ensaios, tal como o ESCPORTUGAL publicou AQUI.

09h37 - Até ao inicio dos ensaios, convidamos a recordar os dez ensaios de domingo AQUI, de segunda-feira AQUI e de ontem AQUIQuais foram os seus favoritos?

09h45 - Os primeiros ensaios serão essencialmente técnicos. Cada "país" estará no palco 30 minutos. Logo de seguida, decorrem as primeiras conferências de imprensa com a duração de 20 minutos cada. 

 CALENDÁRIO DE ENSAIOS PARA 02/05/2018 (hora de Lisboa)

Ensaios à porta fechada:
 10:00 – 10:30: Geórgia
 10:40 – 11:10: Polónia
 11:20 – 11:50: Malta
 12:00 – 12:30: Hungria
 13:40 – 14:10: Letónia
 14:20 – 14:50: Suécia
 15:00 – 15:30: Montenegro
 16:00 – 16:30: Eslovénia
 16:40 – 17:10: Ucrânia

 Meet & Greet: 10:30 – 19:30

10h17 - A Geórgia abriu as hostilidades do dia. Uma atuação normal, com o grupo IRIAO em destaque em palco. As capacidades vocais foram notórias, mas a atuação pede algo mais... Nos últimos segundos, houve uma cascata de fogo de artifício. É uma das incógnitas da semifinal, que deverá ser muito valorizada pelo júri.


11h01 - Gromee feat. Lukas Meijer subiram ao palco da Altice Arena, com uma atuação que segue as linhas gerais da atuação da final nacional. Contudo, isso não é um problema, mas sim uma vantagem. Uma atuação que resulta, que interage com o público e que, em muitos momentos, pareceu estarmos a ouvir a versão estúdio da canção. Há pirotecnia presa, o vocalista usa o arco da arena e será uma das canções que mais agradará ao televoto. Quase de certeza que a Polónia volta a marcar presença na Final.



11h22 - A cantora de Malta começa a atuação no centro de 4 painéis de LED que formam uma espécie de caixa. O palco, escuro, é abrilhantado por luzes vermelhas e azuis, que duplicam aquando do primeiro refrão. Há alguns apontamentos de realidade aumentada e Christabelle tem alguma interação com o bailarino durante a atuação. Contudo, falta algo à perfomance para que se torne memorável... Deverá estar na luta.


12h05 - Hungria! Esqueçam as más posições nas apostas e os zeros nas votações dos fãs. A atuação está muito forte: muita luz, muito fogo, muito poder de palco... muito tudo. O cantor e um dos guitarristas usam o palco por completo e prevê-se um grande momento de televisão. Muito aplaudida no Press Center e não surpreenderá quando for anunciada como finalista. 



13h37 - Depois da pausa para almoço, segue-se a Letónia no alinhamento dos ensaios de hoje. De vermelho, a cantora brasileira Laura Rizotto surge sozinha em palco, onde predominam as luzes vermelhas e branco. Os planos de câmara são o ponto forte do desempenho, se bem que precisam de alguns acertos... algo normal nos primeiros ensaios técnicos. Um bom desempenho vocal... mas que terá dificuldades em fazer-se destacar. Veremos...


14h23 - Benjamin Ingrosso é o representante da Suécia e repete em Lisboa o que apresentou no Melodifestivalen 2018. Com uma estrutura em palco que permite realizar os efeitos de luz que vimos em março, o cantor defendeu bastante bem a sua canção, apesar de não mostrar nada de novo. É um finalista do concurso... se bem que deverá ficar afastado dos lugares cimeiros.


15h36 - Segue-se Montenegro no alinhamento dos ensaios. De azul no centro do palco, Vanja Radovanović é acompanhado por quatro backing singers de branco. O cenário é azul e termina com tons de laranja. Há um piano em palco... mas não consegue tornar a atuação memorável. A rota da única balada balcânica deverá terminar na semifinal, ou haverá uma surpresa?



16h02 - Acompanhada por 4 bailarinas, Lea Sirk surge no centro do palco com um figurino que relembra o que utilizou no EMA 2018. Aliás, toda a atuação é bastante parecida à da final nacional da Eslovénia. O palco ganha tons rosa e azuis ao longo de toda a performance que... encena um problema técnico. No final, como prometido, a cantora canta em português, levando ao rubro o Press Center. Poderá ser uma das grandes surpresas da noite.



16h51 - MELOVIN, da Ucrânia, tem a responsabilidade de encerrar a segunda semifinal. Lembrando a temática da personagem Drácula, o cantor começa a atuação deitado... no interior do piano colocado no topo de uma estrutura parecida à utilizada no Vdibir. No final, como esperado, as escadas da estrutura incendeiam-se, enquanto o cantor toca piano. É uma grande atuação que consegue chamar a atenção dos espectadores. Sendo a semifinal 2 e uma canção da Ucrânia, estará claramente (e facilmente) na Final.


17h02 - Terminou, no Parque das Nações, o 4.º dia de ensaios do Festival Eurovisão da Canção. Todos os países semifinalistas já ensaiaram. Acompanhe connosco amanhã, a partir das 10h00, o 5.º dia de ensaios, em que 15 países da 1.ª Semifinal voltarão a ensaiar.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagem/Vídeo: Eurovision.tv 

31 comentários:

  1. Queria muito ver a Geórgia na final,adoro esta musica e a da Eslovênia!

    ResponderEliminar
  2. Todas ótimas até agora. Essa semifinal me decepcionou muito, no momento meus qualificados, mas nenhum no meu TOP 10:

    NORUEGA
    ROMÉNIA
    SERVIA
    MOLDÁVIA
    MALTA
    POLÔNIA
    MONTENEGRO
    HUNGRIA
    GEÓRGIA
    UCRÂNIA

    A Holanda me decepcionou, que coisa ridícula, bastava Waylon sozinho no palco com uma banda de verdade, não essa dança de péssimo gosto.

    ResponderEliminar
  3. Parabéns Hungria, por mim vai direto para a final e até vence essa semifinal muito facilmente.

    ResponderEliminar
  4. Quem vencera essa semi final sera Melovin da Ukrania, aguardem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deve vencer mas a Hungria é muuuuuuuito superior!

      Eliminar
  5. Hungria!!! A minha vénia!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:59

      E a minha também!!!

      Eliminar
    2. Anónimo17:09

      A atuação da Hungria é fantástica e é de arrepiar dos pés à cabeça. Para mim merece claramente passar à Final.

      Eliminar
  6. Anónimo15:01

    Estou para ver Portugal 6 feira acho que vai ser um fiasco ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:09

      Acha? Deixa-me adivinhar, és uma pessoa pessimista... ;)

      Eliminar
    2. Anónimo17:46

      Anónimo 2 . Queres uma aposta ?

      Eliminar
  7. Anónimo16:51

    Velho do Restelo?!?!?!?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:19

      Quem escreveu aquilo não deve ser "velho do Restelo", acho que é mais "velho dos Marretas" (sempre a dizer mal dos espectáculos)! Não concordas?

      Eliminar
    2. Anónimo21:23

      hahaha

      Eliminar
  8. Anónimo16:58

    Será que no ESC deste ano vai acontecer mais uma vitória da música pesada tal como aconteceu em 2006 com os finlandeses Lordi e Hard Rock Hallelujah, a mim não me surpreenderia absolutamente nada. Deu para perceber claramente que a Hungria este ano com uma canção de puro Heavy Metal está mesmo muito forte, e eu preferia um milhão de vezes que fosse a Hungria a vencer que Israel e a rapariga gorda imitadora de galinhas, e cuja canção eu pessoalmente não gosto nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando os Lordi venceram, salvo erro era só televoto, certo?

      Infelizmente, receio que o júri mate as hipóteses da Hungria :(((

      Eliminar
  9. Anónimo17:23

    Não querendo ser desmancha prazeres, até agora parece que nenhuma delegação ficou impressionada com o palco, nem com a dimensão da arena, chegando alhuns artistas a considerar o palco pequeno.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:36

      Engraçado, na verdade todos têm dito exactamente o contrário.

      Eliminar
    2. Anónimo17:38

      Então não andamos a ver as mesmas entrevistas, pois todas que vi os cantores estão demasiado impressionados com o palco e com a equipe de produção, ex: Moldova, Chipre, Áustria, Croácia, Israel, só para mencionar alguns.
      Que mania têm os portugueses de só botar para baixo....

      Eliminar
    3. Anónimo17:44

      Pnde estao essas fontes? Gostava de ler onde estao essas declarações

      Eliminar
    4. Anónimo17:46

      Não sei onde foi arranjar isso. Até agora no insta stories a maioria dos artista tem tecido elogios ao palco e à equipa técnica. A única delegação q criticou alguma coisa foi a da Dinamarca q se queixou dos flocos de neve q não estavam a criar o efeito q eles queriam. Realmente aqui só se vê gente a criticar e a maioria nem sabe do q fala e depois fazem estas figuras.

      Eliminar
    5. Anónimo18:16

      Isso é sempre muito relativo. Se não estou em erro em termos de área útil é dos maiores palcos de sempre. Dimensao da arena, enfim o palco ocupa quase metade, dos 20mil passou a 11mil, mas a visibilidade deve ser excelente mesmo nos piores lugares. Logo a abrir creio que foi a Albânia, disseram que ficaram impressionados com o palco por exemplo.

      Eliminar
    6. Anónimo18:55

      Pode dizer-me de onde retirou essa informação?! Ou está a projetar a sua opinião na opinião das delegações? Eu sinceramente, das imagens que vi, acho que o palco de pequeno não tem nada. Alguns artistas ficam quase perdidos no palco... mas são perceções diferentes, aparentemente!

      Eliminar
    7. Anónimo19:57

      Pequeno? Entao o que era o de Kiev e o de Viena? Enfim.. Nao sabem o que dizem so querem e criticar

      Eliminar
  10. Eu acho que Portugal vai estar na final. Eu acho não, tenho a certeza. A não ser que vá fazer companhia àquele outro da Rep. Checa (Chéquia). Qual delas é a melhor? São tão parecidas pela qualidade. Parecidas não, uma é mais canção, a outra é mais...mais...para espetáculo de circo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Portugal esta na final por ser o pais-sede. Quanta desinformacao.

      Eliminar
    2. Anónimo19:57

      É neste tipo de comentários que se vê as pessoas que andam para aqui a opinar!
      Meu caro! Portugal está na final garantidamente! É um dos finalistas por ser o país anfitrião! Tal como Espanha, Inglaterra, França, Itália e Alemanha, os Big Five!

      Eliminar
  11. Anónimo20:03

    A Hungria e uma das minhas favoritas desde o inicio. E na minha opiniao nao tem nada a haver com os Lordi porque por exemplo detesto os Lordi e adoro os AWS.
    Tambem gostaria que ganha-se a Italia que tem tido musicas espetaculares e ete ano nao foge a regra com uma mensagem forte. Merece ganhar visto ja ter escapado o titulo em 2015.
    A Bulgaria tambem tem merecido e este ano nao e exceçao.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não gosto da comparação com os Lordi. Nem sequer é o mesmo género. E eu detestei Lordi e a Hungria é a minha favorita este ano. (A Itália vem em 2º na minha lista.)

      Eliminar
  12. Que ganhe a Itália. Está decidido.

    ResponderEliminar
  13. Ricardo23:54

    A Suécia a esconder os vocalistas de suporte que fazem o trabalho TODO no refrão. Mais um pormenor que contribui negativamente para este festival, a meu ver. Da minha parte, zero pontos.

    Boca a salivar pela Hungria. De longe a minha preferida desta semifinal.

    ResponderEliminar