Portugal: Orquestra Filarmonia das Beiras participa no Festival Eurovisão

A Orquestra Filarmonia das Beiras irá participar no próximo Festival Eurovisão da Canção, sediado em Lisboa, sob a batuta do maestro Luís Figueiredo, arranjador da canção "Amar pelos dois".

O fundo musical dos "postcards" e de outros momentos das semifinais e final do Festival Eurovisão da Canção foram tocados pela Orquestra Filarmonia das Beiras (OFB), sob a batuta do maestro Luís Figueiredo. As gravações decorreram na sede da Orquestra, em Aveiro, no passado mês de março, mas só as vamos poder ouvir nas semifinais e final da Eurovisão, a 8, 10 e 12 de maio próximos. Segundo fonte da Orquestra ao ESCPORTUGAL, os pequenos "apontamentos" musicais foram tocados por mais de duas dezenas de músicos residentes da orquestra, os quais irão resultar no que podemos chamar de "banda sonora" do Festival. Mais detalhes serão divulgados em breve.

Para os menos habituados a ver os festivais Eurovisão, os "postcards" são pequenos vídeos com uma duração inferior a 1 minuto, transmitidos imediatamente antes de cada canção concorrente. Este ano, os 43 concorrentes estão a deslocar-se antecipadamente a Portugal para gravar os respetivos vídeos em diferentes localidades portuguesas. O fundo musical destes "postcards", bem como de outros momentos da transmissão, terão, assim, o som da Orquestra Filarmonia das Beiras. Não está prevista a participação da Orquestra no palco da Altice Arena.

A OFB deu o seu primeiro concerto no dia 15 de dezembro de 1997, sob a direção de Fernando Eldoro, seu primeiro diretor artístico. Criada no âmbito de um programa governamental para a constituição de uma rede de orquestras regionais, tem como fundadores diversas instituições e municípios da região das beiras, associados da Associação Musical das Beiras, que tutela a orquestra. A OFB é composta por músicos de cordas de diversas nacionalidades e com uma média etária jovem e, desde 1999, é dirigida artisticamente pelo maestro António Vassalo Lourenço. Norteada por princípios de promoção e desenvolvimento da cultura musical, através de ações de captação, formação e fidelização de públicos e de apoio na formação profissionalizante de jovens músicos, democratizando e descentralizando a oferta cultural, a OFB tem dado inúmeros concertos, além de desenvolver frequentes e constantes atividades pedagógicas. Também sob estes princípios, apresenta, desde 2006, produções de ópera diversas (infantil, de repertório ou portuguesa).


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: OFB /Imagem: CM ANADIA

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Anónimo18:38

      Não é, isto já era falado há algum tempo.

      Eliminar
  2. Rita Rodrigues19:46

    Ah ah, que piada de 1 de ABril! Nao caio nessa!

    ResponderEliminar