Rui Veloso: "O Festival da Canção é uma pimbalhada do caraças"

Rui Veloso foi um dos mais recentes convidados do programa do humorista Rui Unas, Maluco Beleza. O cantor proferiu algumas declarações polémicas sobre o Festival da Canção e do Festival Eurovisão.

Rui Veloso não é o maior fã do Festival da Canção e muito menos da Eurovisão, assim deixou bem claro na sua mais recente entrevista no programa Maluco Beleza. Depois de ter criticado a desafinação dos intérpretes na segunda parte da entrevista a Rui Unas, o músico, já na terceira parte, arrasa não só o certame nacional como também o internacional. 

Questionado por um seguidor do webshow sobre se ponderaria uma futura participação na Eurovisão, o músico não deixou margem para dúvidas, "Eu vou ser curto e humorístico: sempre achei o festival da Eurovisão uma pimbalhice do car**** e não deixa de ser para mim. Aquilo continua a ser uma pimbalhada. Um gajo vai para a Eurovisão e é aquele circo que a gente vê. Aquilo não presta para nada".

O músico critica também o facto de, nas últimas duas edições, o certame organizado pela RTP contar com profissionais da rádio pública, "Não vale a pena serem os padrinhos, os alternativos da Antena 3, que agora são os padrinhos da Eurovisão. É uma coisa estranhíssima, virem os alternativos meterem-se num festival pimba". 

Rui Unas responde que tal se deve ao fenómeno Salvador Sobral e que "De repente, tornou-se cool gostar da Eurovisão". 

Rui Veloso contrapõe: "Mas antes de aparecer o Salvador, já isto foi apadrinhado e organizado por uma série de pessoas ligadas à Antena 3, que não acho que divulgue devidamente a música portuguesa e pessoas que até tinham vergonha de passar a minha música e agora estão nisto. Acho muito estranho a coisa estar a passar-se desta maneira".

Um claro opositor do formato, que este ano teve como vencedoras Cláudia Pascoal e Isaura, Rui Veloso considera que o Festival da Canção é "uma pimbalhada do caraças" e que "Não é nem carne nem peixe".

Em contraposição, Rui Unas afirma que a Eurovisão serviu para dar a conhecer Salvador Sobral dentro e fora de fronteiras, algo com que o intérprete de Não Há estrelas no Céu parece discordar, "Não conheceriam dessa maneira. Eu nem sei se foi bom para o Salvador. Conheço o Salvador há muitos anos, de miúdo. Lembro-me do Salvador a cantar, pequenito, com voz fininha, e eu já ficava espantado".

De notar que Rui Veloso participou no Festival da Canção em 1986 enquanto compositor do tema Dessas Juras Que Se Fazem (Jura), defendido pela cantora Né Ladeiras e, posteriormente, celebrizada na voz do próprio.


O tema vencedor do Festival da Canção 2017 e, mais tarde, também do Festival Eurovisão da Canção 2017, Amar Pelos Dois, foi gravado nos estúdios do músico português.

Veja de seguida as declarações a partir do minuto 12:24


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: VIP ; Imagem: Google ; Video: Maluco Beleza

25 comentários:

  1. Anónimo18:08

    Vai ser bonito participar no futuro. Discordo quando desvaloriza o Festival e a Eurovisão desta forma. Ainda vai ver a final no seu ecrã.

    ResponderEliminar
  2. Ricardo Alves19:10

    Está a cuspir no próprio prato. Enfim

    ResponderEliminar
  3. Anónimo19:16

    Mas porque é que esta gente vem destilar veneno.. se não gostem calem-se. Mas como agora convem colar o nome ao festival, que está em cima, claro que é cool dar a opinião negativa... Mais um esquecido e renegado, que sobrevive com musicas no seculo passado.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo19:28

    Um cantor a dizer “voz fininha” que vergonha!! Voz aguda*

    ResponderEliminar
  5. Desculpem o off-topic mas alguém sabe dizer quando é que começa a ser construído o palco na Altice Arena?

    Acho que nessa altura realmente podemos começar a sentir a Eurovisão por cá!! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:18

      A Eurovisão já está por cá, começa dia 1 De Abril.

      Eliminar
    2. Anónimo21:02

      É num Domingo, dia de Páscoa, dia das mentiras mas é verdade o dia 1 de Abril o dia que marcaram para começarem a construção do palco e cenário. Entrega das chaves talvez e depois é só acompanhar cada passo, espero :)

      Eliminar
    3. Caro leitor. Os primeiros camiões com material e equipamento já chegaram ao Parque das Nações

      Eliminar
    4. Anónimo21:47

      Que bom saber isso 💛💜💚💙❤ obrigado.

      Eliminar
    5. Obrigado ESCPortugal...e já agora (desculpem novamente) sabem dar alguma previsão sobre quando será lançado o CD oficial deste ano?

      Eliminar
    6. Anónimo00:36

      De nada, ora essa! ;)

      Eliminar
  6. Bem são opiniões... Nem toda a gente tem bom gosto mas sim ia ser giro ele participar num ano qualquer, nunca se deve dizer nunca

    ResponderEliminar
  7. Anónimo20:17

    Está menos pimba do que antes, mas concordo, continua a ser uma pimbalhada. Pior mesmo é que este ano levamos uma cantora com péssima dicção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não te preocupes filho...para além de Portugal mais ninguém fala português na Europa.

      Eliminar
    2. Anónimo07:28

      22.55 - Exatamente por isso (por cantar em português) a dicção deve ser apurada, o que não deverá ser uma tarefa tão difícil, porque a letra não é longa e ainda faltam quase dois meses para o ESC. Não é só em Portugal que se fala português: fala-se português onde há comunidades de lusofalantes e há que ter presente que há um número cada vez maior de estudantes (estrangeiros) de Português (decerto não tantos quantos os que estudam castelhano ou inglês, mas de qualquer modo trata-se de um número crescente). Uma canção não é só a melodia: são também as palavras, que devem ser entendidas por quem fala/conhece o idioma - daí ser importante ter uma boa dicção. Cláudia Pascoal tem tempo para melhorar esse aspeto.

      Eliminar
    3. Anónimo09:54

      Unknown, "filho"...eu preocupo-me, porque gosto de ser bem representando e quero que fale bem português. Abraço.

      Eliminar
    4. Anónimo09:55

      07:28 - Exactamente, a dicção acaba por influenciar a maneira como os estrangeiros "recebem" a canção também, não temos propriamente a língua mais feia do mundo, mas acho que percebeu o meu ponto :p

      Eliminar
  8. Com a idade as pessoas tornam-se mais críticas: viveram mais, têm tendência a fazer mais comparações... Mas há, infelizmente, alguns artistas portugueses a quem os anos parece terem trazido uma amargura e uma aspereza que acabam por exceder o sentido crítico: José Cid, Rui Veloso, Carlos Mendes, Fernando Tordo... Rui Veloso, por exemplo, há anos que não apresenta novas canções, limitando-se a cantar os êxitos (merecidos, não discuto) do passado, mas critica sempre o que/quem vai aparecendo. Mas acho que também é justo referir outros, que (lei da vida) foram envelhecendo e não se tornaram tão amargos, falando com simpatia do (seu) passado e do presente (deles e doutros): Sérgio Godinho, Marco Paulo, Dora, Miguel Ângelo - para referir nomes de diferentes áreas musicais...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:32

      Tiraste-me as palavras da boca! Quanto mais velhos alguns cantores ficam, mais senis se tornam.

      Eliminar
  9. Anónimo22:12

    O Festival da canção e da Eurovisão é um dos meus prazeres com culpa, culpa porque todos os intelectuais da música dizem que as pessoas de bom gosto não deveriam gostar de uma coisa tão simples, "tão festarola da terra", tão fogo de artifício, e sim, atualmente, é também tudo isso e tenho essa noção, mas também é um prazer, e uma montra que mostra gente que andava a passar despercebida, e é uma festa, e tem competição e tem nós a querermos que os nossos países tenham muitos pontos e tem nós a emocionarmo-nos quando temos e pode ser um espectáculo muito bem produzido e apresentado para lá da música e até já teve o Rui Veloso a participar, tal como se pode comprovar e está aqui no vosso post, numa altura em que ainda não era um consagrado intelectual da música, que tem quase como obrigação de atestado de bom gosto dizer que o Festival da canção e a Eurovisão são pimbas...

    ResponderEliminar
  10. Em relação ao tema deste post...cada um com a sua opinião.Só acho é que quem as transmite deveria ter em atenção que pode ter que engolir em seco as palavras referidas há tempos atrás.Um dia até pode precisar da Eurovisão Sr.Veloso e depois vou querer saber o que acha do que disse.
    Pergunte ao Sr.Cid que insultou o povo transmontano num programa de TV e neste festival ele é que era o representante da "Portugalidade".

    Choca-me mais alguns comentários que vi por aqui.Primeiro,se acham a Eurovisão tão má,para que vêm para aqui comentar e dizer mal, inclusive generalizando toda a gente?Para além de parecerem frustrados conseguem ser tão maus como as pessoas que criticam.

    A figura de "ai sou tão hipster e gosto de coisas que só 1% da população gosta e os outros 99% são burros,gays e azeiteiros" é simplesmente ser ARROGANTE e PRECONCEITUOSO.

    E quer tal aprender a respeitar os gostos dos outros?E se não se identificam com a Eurovisão simplesmente desliguem a TV...e vão para os concertos do Rui Veloso,LOL.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo09:53

    Hahahaha

    ResponderEliminar
  12. Anónimo11:59

    Legndary tigerman e Rui veloso a depreciar o FDC

    ResponderEliminar
  13. Não lhe fica nada bem este tipo de comentários depreciativos, ainda para mais quando há décadas que não sai com nada de especial...
    Por tudo o que representa,compreendia que fosse crítico, mas construtivo...

    ResponderEliminar
  14. Anónimo19:24

    O monopólio da música dele está-se acabar e ele não sabe lidar com isso que cantores mais novos tenham estúdios deles e tenham outros métodos de chegar às pessoas. Vergonha para ele é cantar um êxito dele que esteve no festival da canção realmente que pimbalhada aquela do jura...
    Enfim ao José Cid ainda lhe dou um desconto por causa da idade agora ao Rui Veloso... Que dominou anos a fio os o monopólio da música portuguesa é ele é um dos grandes culpados por cantores não terem vingado neste pais. Mais curioso ainda é o salvador Sobral ter cantado o jura nos ídolos que pimba. Música de festival.
    Aiai quem escorrega também cai.
    Agr tem razão em relação há antena 3 e aos padrinhos

    ResponderEliminar