[ÁUDIO] ESC2018: Revelado o remix oficial de "Toy", canção de Israel


A cantora israelita Netta Barzilai revelou o remix oficial de "Toy", canção que defenderá no Festival Eurovisão 2018 em Lisboa.



Através da sua conta oficial no Youtube, a cantora Netta Barzilai revelou a versão remix oficial da sua candidatura para o Festival Eurovisão 2018, a cargo de Sagi Kariv.



Apontado como um dos grandes favoritos à vitória, Israel será representado por Netta Barzilai e "Toy" no Festival Eurovisão 2018. A candidatura israelita disputará o acesso à Grande Final na primeira parte da primeira semifinal, agendada para 8 de maio.



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem/Vídeo: Netta Barzilai

5 comentários:

  1. Anónimo18:41

    Acho graça esta canção ser apontada como grande favorita à vitória. O ano passado percebi perfeitamente o favoritismo em relação à canção Italiana, era mesmo gira e "dançável" e tinha uma letra muito boa, cheia de ironia, por motivos diferentes, era, juntamente com Portugal, a minha favorita.
    Esta música de Israel acho-a completamente banal, um tipo de som igual a tantas outras que já existem, até o estilo é uma cópia das cantoras com ar de postura bélica, mão na cintura, a dizerem aos homens que não são um seu brinquedo. Tudo já mais que visto.
    Apesar de todas as críticas, a verdade é que as canções vencedoras da Eurovisão têm sempre qualquer coisa que as distingue de todas as outras e que funciona. Esta é igual a uma montanha de coisas que se ouve e vê por aí, não tem nada de novo, por isso mesmo acredito no sucesso antes da Eurovisão, mas não no sucesso na Eurovisão. E se funcionar tão mal ao vivo como a da Itália o ano passado...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andei a ver os outros vídeos do canal dela, onde atuou ao vivo e não estou a sentir que o espectáculo ao vivo vá funcionar tão bem como as pessoas pensam.
      A música é muito divertida, dançável, moderna e um fora do comum em termos sonoros, apesar de a letra fazer lembrar a narrativa de "New Rules" da Dua Lipa, uma canção sobre alguém que passou por uma relação tóxica.
      Curiosamente tenho visto muitos top 43 de pessoas singulares no youtube e grande parte gosta da música, mas não a colocam como vencedora

      Eliminar
  2. Anónimo21:04

    O grande problema é q os Big 5 e o anfitrião apenas são vistos e ouvidos uma vez e muita grnte não conhece nada das canções até ao directo pq não aeguem na Internet ou em tedes sociais. A canção de Itália no ano passado ficou meuo perdida e aapresentaçaão em palco nào correu bem. Mas não sei se as interjeições galináceas da cantora israelita serão apreciadas por quem está a ver em casa. Imagino a Estónia mais impactante a esse nível.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo21:28

    Pessoalmente nao acho graca a esta cancao.em 2014 muitos europeus e portugueses criticaram a susz porque tinha uma ma cancao mas a verdade e que a cancao de israel e uma grande pimbalhada.sinceramente espero que ganhe um pais que tenha uma boa cancao.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo04:12

    Gostava que a Isaura fizesse um remix do Jardim. Acho que seria uma boa ideia para o possoal da Europa ouvir a canção de outra forma. E seria bom para promover O Jardim. Um remix tipo Radio Mix pelo Mastiksoul ou o Miranda seria bom.

    ResponderEliminar